23 agosto 2014

Governadora Rosalba Ciarlini assegura negociação salarial dos servidores da UERN



A governadora Rosalba Ciarlini, assegurou ao reitor Pedro Fernandes que o Conselho de Política de Administração e Remuneração de Pessoal (COARP) está analisando o pedido de reajuste salarial de professores e técnicos administrativos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Embora não tenha anunciado data, Rosalba disse que o governo tem interesse em dar resposta às reinvindicações dos servidores nos próximos dias. “Vamos nos reunir e com os Sindicatos das duas categorias fecharemos as negociações”, afirmou a governadora.

O reitor Pedro Fernandes ressaltou que a expectativa da administração, professores e técnicos administrativos é que haja entendimento com o governo, lembrando que praticamente as pautas entregues pelos dois sindicatos já estão sendo cumpridas pela UERN. O ponto central que é o reajuste de 57.53% é que está na dependência do COARP. “O diálogo foi aberto com o governo e também com a Assembleia Legislativa”, lembrou o reitor, acrescentando que todas as etapas das negociações estão sendo acompanhadas e conduzidas pelas representações dos servidores.

Na audiência que contou com a participação do secretário-chefe de gabinete civil do Estado, Carlos Augusto Rosado; chefe de gabinete da UERN, professora Fátima Raquel Rosado de Morais e pró-reitor de Planejamento, Orçamento e Finanças, Wogelsanger Oliveira Pereira, o reitor elogiou o dialogo com o governo e a postura da ADUERN e SINTAUERN nas negociações.

Obras - Pedro Fernandes fez uma exposição sobre as providências para a retomada das obras do campus de Natal e também de Caicó, atualizando as informações a respeito da licença ambiental, que determinará o início dos serviços na capital do Estado e sobre o projeto de doação da Escola Estadual Joaquim Apolinar (EEJA), que abrigará o Campus de Caicó.

Nas duas obras serão investidos R$ 6,2 milhões do Proinveste, financiamento que o governo do Estado fez junto ao Banco do Brasil para a UERN. O reitor destacou, ainda, o andamento das obras do Campus Central (Mossoró) que contemplam as Faculdades de Ciências Exatas e Naturais (FANAT), Faculdade de Letras e Artes (FALA), Serviço Social (FASSO) e Educação Física (FAEF).

TSE estima que 84 mil eleitores votarão em trânsito no primeiro turno


Mais de 84 mil eleitores solicitaram à Justiça Eleitoral habilitação para votar em trânsito no dia 5 de outubro, data do primeiro turno das eleições, conforme balanço divulgado hoje (22) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No segundo turno, 79,5 mil eleitores deverão votar fora do domicílio de origemMarcelo Camargo/Agência Brasil
Caso haja segundo turno na eleição presidencial, 79,5 mil eleitores deverão votar fora do domicílio de origem no dia 26 de outubro.

O prazo para habilitar-se à votação em trânsito terminou dia 21.

São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais foram os estados que mais registraram solicitações para votação fora do domicílio eleitoral de origem. Em São Paulo, foram registrados 24 mil pedidos para votação nos dois turnos. Em seguida, vieram o Rio de Janeiro, com 7 mil solicitações, e Minas Gerais, com 6 mil. 

O voto em trânsito permite que o eleitor vá às urnas em municípios com mais de 200 mil eleitores, mas só para escolher o presidente da República. De acordo com o TSE, 86 cidades terão voto em trânsito nas eleições de outubro.

A lista das cidades pode ser verificada na página do tribunal na internet.

TJ/RN mantém afastamento do prefeito de Barcelona, Carlos Zamith; vice-prefeito, Neto Mafra, permanece no cargo



A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, à unanimidade de votos, reformou a sentença proferida em Mandado de Segurança, e determinou, assim, a revalidação da Resolução do Presidente da Câmara de Vereadores do Município de Barcelona/RN que declarou a extinção do mandato do então Prefeito, Carlos Zamith de Souza (lado esquerdo da tela).

Com isso, deve ser reempossado ao cargo o vice-prefeito, Vicente Mafra Neto, (lado direito da tela)o que suspende a determinação em contrário fixada na sentença proferida naquele Mandado de Segurança, de que a Casa Legislativa Municipal reempossasse Carlos Zamith de Souza no cargo de Prefeito, no prazo de 24 horas, sob pena de multa diária de mil reais.

Os desembargadores que integram a 3ª Câmara Cível analisaram os recursos interpostos contra sentença proferida pelo juízo de São Tomé que anulou o ato que havia declarado a extinção do mandato do prefeito Carlos Zamith de Souza e empossado Vicente Mafra Neto no cargo de prefeito do Município de Barcelona/RN.

Na fundamentação da decisão que concedeu o Mandado de Segurança e em ações na Justiça Federal, foi consignado que não havia sido decretada a perda da função pública ao então prefeito, de forma que, em virtude da coisa julgada formada naqueles autos, se afigurava ilegal a resolução da Câmara de Vereadores de Barcelona que havia declarado extinto o mandato do então Prefeito Carlos Zamith de Souza, a qual contrastava, inclusive, com o Princípio da Separação dos Poderes, previsto no art. 2º da Constituição Federal.

RelatorPorém, para o relator do acórdão na 3ª Câmara Cível, juiz convocado Herval Sampaio, tal entendimento não deve prosperar pois, ainda que não tenha sido decretada, na sentença prolatada nos autos Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa nº 2008.84.00.001352-4, bem como no acórdão do TRF- 5ª Região, a perda da função pública ao então prefeito, essa medida se revela como uma consequência inafastável e automática de sua condenação pela prática dos atos de improbidade administrativa previstos nos arts. 10, XI, e 11, caput, da Lei nº 8.429/92.

“Portanto, diante da condenação que lhe foi imposta, por comprovados atos de improbidade administrativa, envolvendo malversação de recursos públicos, revela-se, à luz de todos os fundamentos aqui explicitados, juridicamente inadmissível a permanência do Recorrido no cargo de Prefeito do Município de Barcelona”, comentou.

O relator ainda ressaltou no seu voto que as condutas improbas que justificaram a aplicação, dentre outras, da sanção de suspensão dos direitos políticos (a acarretar, naturalmente, a perda da função pública) ficaram devidamente descritas no acórdão proferido pela Segunda Turma do TRF- 5ª Região (AC 522551/RN).

Marina promete acabar com a reeleição, mas desconversa sobre PSB

marina valor

A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, prometeu nesta sexta-feira acabar com a reeleição e ficar apenas quatro anos no cargo caso seja eleita. A ex-senadora, no entanto, desconversou sobre a hipótese de permanecer no PSB durante um eventual mandato no Palácio do Palácio. Aliados de Marina devem retomar no próximo ano a coleta de assinaturas para criar o Rede Sustentabilidade. “Assumo o compromisso de acabar com a reeleição. Terei um mandato de apenas quatro”, disse a ex-senadora em entrevista coletiva.
A candidata disse, por outro lado, que este não é momento para discutir sobre sua saída do PSB. Alegou que a Presidência não pode ser objeto de poder de um partido. “Não devemos tratar o presidente da República como propriedade de um partido. A sociedade está dizendo que quer se apropriar da política e as lideranças políticas têm que entender que o Estado não é um partido e que o governo não é o Estado”, declarou em entrevista ao Valor Econômico.
Fonte: Robson Pires

Henrique e Robinson estão empatados em Natal, aponta pesquisa do Seta

Cenário de empate técnico ocorre tanto na estimulada como na espontânea; é alto o número de indecisos.

Diógenes Dantas, Seta Instituto, 22 de agosto de 2014


Henrique Alves e Robinson Faria estão em empate técnico na pesquisa do Seta Instituto.
selo-eleicao
A corrida eleitoral para o governo segue acirrada e aberta em Natal. É o que aponta a mais nova pesquisa do Seta Instituto divulgada hoje (22) em parceria com o portal Nominuto.com. Na estimulada, Henrique Alves (PMDB) obteve 29,4% das intenções de voto na capital, seguido de perto por Robinson Faria (PSD) com 27,5%, numa clara situação de empate técnico.

Simone Dutra (PSTU) aparece em terceiro com 4,6% das preferências; Robério Paulino (PSOL) tem 3,8%; e Araken Farias (PSL) registra 2,9%. Brancos, nulos e nenhum somaram 16,6%; e não sabe ou não respondeu 15,2%.
O Seta Instituto ouviu 800 eleitores entre os dias 16 e 17 de agosto nas quatro zonas administrativas da capital. A margem de erro é de 3%, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa Nominuto/Seta foi registrada no TRE-RN com o número 00014/2014.
Espontânea
Na pergunta espontânea para o governo, Henrique Alves obteve 24,2% das preferências. Robinson Faria vem logo em seguida com 21,8% das intenções de voto, mantendo o empate técnico em relação ao candidato do PMDB.
Natal_seta_gov_espon_7701
Simone Dutra registrou 4,2% das citações; Robério Paulino 2,9%; e Araken Farias 2,2%. Brancos, nulos e nenhum somaram 23,3%; e não sabem ou não responderam 21,4%.
Rejeição
Henrique Alves registrou maior rejeição, com 22,2% das citações. Robinson Faria é o segundo maior rejeitado, com 19,4%.
Robério Paulino é rejeitado por 12,7% dos entrevistados do Seta Instituto; Simone Dutra por 4,8%; e Araken Farias por 4,9%. Brancos, nulos e nenhum somaram 20,2%; não sabe ou não responderam 15,8%.
Natal_seta_gov_rejei_7701
* Tabelas do Seta Instituto/Reprodução.

A gata deste sábado


Rosalba na FICRO em Mossoró pedindo votos para Betinho Rosado Segundo

Acompanhada do seu candidato a deputado federal, Betinho Segundo (PP). A governadora fez corpo a corpo na feira que está sendo realizada em Mossoró, na noite desta sexta-feira. Olha aqui meus irmãos,  esse é o meu candidato.
Foto do Blog de Thaisa Galvão

22 agosto 2014

"Não sei se o PT estará, mas nós estaremos no segundo turno", declara Aécio

Durante coletiva, presidenciável detalhou propostas de campanha e deixou claro que o verdadeiro adversário é o governo atual.

Aécio Neves retomou a agenda em Natal interrompida depois da morte do presidenciável Eduardo Campos, na semana passada.
selo-eleicao
O candidato à Presidência da República, Aécio Neves  (PSDB) cumpriu agenda política em Natal, nesta quinta-feira (21). O candidato desembarcou na capital potiguar por volta das 12h40, onde seguiu para uma visita às instalações da fábrica Guararapes. Em seguida, se dirigiu a sede do diretório estadual do PSDB para uma coletiva de imprensa.

O bate-papo com os jornalistas, que estava marcado para às 15h30 sofreu um atraso de aproximadamente uma hora e meia. Quando chegou ao local, Aécio foi recebido por parceiros de chapa e eleitores, que estavam ansiosos pela chegada do candidato. Acompanhado do coordenador de campanha, José Agripino (DEM), o deputado federal, Rogério Marinho (PSDB) e o também deputado federal, Felipe Maia (DEM).
O senador fez um discurso sobre a visita à fábrica Guararapes, e também, declarou que presença no Rio Grande do Norte visa reafirmar o compromisso pelo crescimento do Brasil. “Estive agora na fábrica Guararapes, e ela é um exemplo não só para o país como para fora dele de que é possível competir no Brasil mesmo que o governo não tenha condições de oferecer logística e competitividade necessária”.
AEC-GUA-h
Ainda pegando o gancho da visita à Guararapes, o candidato também lembrou as dificuldades do sistema empresarial brasileiro. “Quero assumir meu compromisso para a simplificação do sistema tributário brasileiro, com o choque de condições do Brasil em especial aqui do Nordeste vamos trabalhar para que quem produz aqui possa competir igualmente com outras regiões do Brasil.”

Outro ponto inicial da abordagem do presidenciável no discurso foi no sentido de apoio à classe empresarial da região Nordeste. “É importante investir na segurança jurídica necessária fortalecendo as agências reguladoras para que os investimentos que deixaram de vir para o Brasil retornem pra o país. Não podemos nos contentar em ver o país ser o lanterna em crescimento na América do Sul e ver a inflação corroer o salário dos nossos brasileiros”.
A desigualdade, tema problemático que envolve todas as áreas do país, é tratada pelo candidato com delicadeza e deve ser vista de forma diferente. “Acreditamos que as regiões desiguais, devem ser tratadas de forma desigual. Ou seja, é preciso que haja planejamento e estímulos diferenciados para empresas que estão nas áreas que não são as mais desenvolvidas do país. Com o mandato, assumo um compromisso de tratar a inovação, a empregabilidade, competitividade e logística de forma diferente”.
AE-H2
O presidenciável informou o que motivou investir no Nordeste em sua campanha informou que a prioridade na área é trabalhar com as áreas críticas. “O nordeste sempre será prioridade, não só na minha campanha como também no meu governo. Durante meu governo em Minas Gerais, priorizei a área mais crítica como o Vale do Jequitinhonha, investimos três vezes mais per capita, portanto essa região será prioritária. E a pretensão é trabalhar com esses locais com mais problemas”.

Ao ser questionado sobre a disputa com Marina, que segundo pesquisas recentes tem sido uma forte concorrente na disputa, Aécio se mostrou confiante. “Eu estou tranquilo quanto a isso [Marina]. Nossa proposta é antagônica ao governo que está aí, pretendemos substituir o perverso aparelhamento da máquina pública para quem produz no Brasil. Queremos políticas sociais que não se contentem apenas com a administração da pobreza como vemos no atual governo, queremos superação. O nosso adversário é o PT e nós vamos estar no segundo turno, não sei se o PT estará, mas nós estaremos.”
Sobre os planos futuros do partido, o candidato à presidência destacou o lançamento de um novo programa para as regiões mais deficientes. “No próximo sábado (23) estaremos lançando em Salvador o programa que estou chamando de Nordeste Forte. Para investir em empregabilidade, em tecnologia em sofisticação. Não tenho dúvida que nos teremos o melhor programa para essas regiões”.
O candidato também reafirmou o compromisso em manter programas sociais adotados pelo atual governo que são bem vistas pelo partido. “O bolsa família vai continuar no nosso governo, ele terá outras etapas, pois, nós não compreendemos a pobreza na vertente da privação da renda, como na privação de saneamento básico e privação de oportunidades. Também estamos lançando o programa Família brasileira vai dentro do Cadastro Único dividir em cinco níveis de carência todos que recebem o bolsa família e eles também receberão outros serviços básicos. Vamos tratar as carências de forma transversal”.
AE-H
Sobre a visão que se tem do PMDB como um partido elitista, o candidato foi taxativo em declarar que isso não é uma realidade. “O PMDB não é um partido de elite. Não haveria o governo do presidente Lula se não fossem as políticas implantadas pelo PMDB anteriormente. Vocês se devem se lembrar que o programa inicial do PT era chamado fome zero, como não deu certo, ele unificou todos os programas e isso foi muito positivo”.

E ainda. “Ninguém pode se achar dono de um projeto, ou de um programa só porque o ampliou. Você aprimora as boas medidas e aquilo que não for útil deve ser descartado, para resgatar a confiança no Brasil”, completou o candidato.
Aécio Neves (PSDB) lamentou o falecimento do companheiro Eduardo Campos (PSB) e contou como foi a reação dos correligionários aos receber a notícia. “Foi um dia imensamente triste, ficamos meia hora sentados no avião sem acreditar. Eu o conhecia há muito tempo, desde a campanha do meu avô [Tancredo Neves] que eu acompanhava. Meu lamento é grande, ele se foi, mas, os ideais, exemplos e a vontade do candidato ficam.”
Para o presidenciável o atual governo não tem inspirado confiança nos investidores. “O governo atual perdeu a credibilidade a quem deveria estar investindo no Brasil. Só há uma forma de reverter essa situação mudando o governo”, informou Aécio. Por fim, Aécio deixou uma mensagem de otimismo ao povo.“Temos fé no futuro, confiança na capacidade fazendo o país crescer”, concluiu.
Após a coletiva o candidato iria participar de uma caminhada no bairro do Alecrim, em Natal, mas o compromisso foi suspenso devido ao atraso no cronograma da agenda na capital potiguar. Agora o senador segue para uma emissora de TV e, em seguida, para o Aeroporto de São Gonçalo com destino à Paraíba para cumprir agenda política naquele estado.
Fonte: Nominuto

Senador diz Bolsa Família é o “maior programa de compra de votos do mundo”

Deu no Cláudio Humberto:

claudio humberto novo
Os valores espetaculares de recursos públicos fazem do Bolsa Família, conforme o definiu o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), “o maior programa de compra de votos do mundo”.

Candidata a Miss Bumbum quis ser freira, mas foi expulsa da igreja

'As beatas pediram para eu parar de frequentar a igreja porque todos os homens olhavam para o meu bumbum de 105 cm', contou Bruna Valentim.


Bruna valentim (Foto: Divulgação)Bruna Valentim, candidata ao Miss Bumbum pelo Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)
Para sorte dos pagãos, Bruna Valentim, a candidata ao título de Miss Bumbum 2014 pelo Rio de Janeiro, trocou o sonho de ser freira pela carreira de modelo. A troca, para infelicidade de Bruna, 22 anos, não foi ocasionada pelo despertar de um vocação para as passarelas ou holofotes, mas por uma situação bem desagradável.
Nascida no ABC paulista, Bruna era católica e tinha o sonho de ser freira. No entanto, desde os 14 anos a moça era dona de um corpo escultural. Nenhuma peça de roupa, nem mesmo a saia longa que ela usava para frequenatar as missas, eram suficientes para disfarçar seu bumbum de 105 cm. Resultado, não houve padre capaz de prender a atenção de adolescentes e homens casados aos textos da bíblia. "As beatas da Igreja de Santo André, que eu frequentava, se reuniram e me pediram para eu deixar de ir lá. Elas disseram que meu corpo chamava a atenção dos adolescentes, que não se concentravam na igreja. Fiquei arrasada, pois tinha o sonho de ser freira", conta Bruna.
E ficou ainda melhor agora, reconhece ela, após sua entrada no Miss Bumbum. Para particiar do concurso, Bruna intesificou a malhação e os antigos 105cm do derrière foram reduzidos para 102 cm. Com 1,70 m de altura, a paulista malha de segunda a sábado longe da academia. "Faço treinamento funcional na praia. Além de ser mais divertido, também deixa o corpo durinho e ainda me mantém bronzeada", explica..Incentivada pela família, a jovem, então, resolveu tomar um novo rumo. Deixou de lado o sonho de usar o hábito e mudou-se sozinha para o Rio de Janeiro, a fim de tentar a carreira de modelo. "Foi a melhor coisa que fiz. Hoje moro sozinha em um apartamento na Barra da Tijuca, no Rio, e o trabalho vai muito bem".

Apesar da decepção religiosa, o sonho de ser freita ainda a persegue: "Acho lindo aquelas roupas que elas usam. Gosto muito de ajudar os outros e gosto de fazer doações para campanhas beneficientes. Parei de frequentar a igreja, mas quem sabe o que pode acontecer no futuro?".
Bruna valentim (Foto: Divulgação)
Bruna é paulista de Santo André (Foto: Divulgação)
Bruna valentim (Foto: Divulgação)Ela mora no Rio há quatro anos (Foto: Divulgação)
Bruna valentim (Foto: Divulgação)Bruna gosta de malhar na praia (Foto: Divulgação)
Bruna valentim (Foto: Divulgação)Seu bumbum hoje mede 102 cm (Foto: Divulgação)
Bruna valentim (Foto: Divulgação)Bruna Valentim (Foto: Divulgação
)

Translate