22 outubro 2018

O GARI, Vice-prefeito que foi o candidato a federal mais votado de Jucurutu se integra à campanha de Fátima

O vice-prefeito de Jucurutu, José Pedro, que era gari antes de se eleger vice, anunciou hoje apoio à candidata Fátima Bezerra.

Filiado ao Solidariedade, ele votou em Breno Queiroga no primeiro turno, e foi candidato a deputado federal.

Em todo o Estado obteve 10.705 votos, sendo mais de 4 mil em Jucurutu, onde foi o mais votado.

José Pedro optou por Fátima justificando que assim como ele, ela tem origem popular.

O vice-prefeito de Jucurutu quer aumentar a votação da candidata no município, onde ela obteve 6.885 votos no primeiro turno, contra 1.640 de Carlos Eduardo Alves e 1.293 de Robinson Faria.



José Pedro com Fátima e Júlio Queiroz

TSE julga amanhã se Mineiro ou Beto irá para Câmara Federal


Mineiro e Beto: decisão (Foto: Web)

Do Blog Saulo Vale

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pautou para amanhã (23) o julgamento do recurso que pode mudar o resultado da eleição à Câmara dos Deputados no RN. Será às 19h, no plenário. O relator do caso é o ministro Jorge Mussi.

O recurso seria analisado na quinta-feira passada (20), mas foi adiado. A ação da coligação RN I, da qual o deputado federal não reeleito Beto Rosado (PP) faz parte, pede a validação dos votos de “Kerinho”, que foi candidato a deputado federal pela mesma coligação.

Foram 8.990 votos invalidados. Kerinho não apresentou, no tempo determinado, a documentação necessária para a validação da candidatura e teve seu registro indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE-RN).

Caso o recurso seja deferido, mudaria o resultado da eleição.

A Coligação 10% RN de Beto Rosado, que somou 302.366 votos, passaria a computar 311.356 votos contra os 310.001 votos da Coligação do Lado Certo, da qual o deputado federal eleito Fernando Mineiro (PT) faz parte.

Na eleição proporcional brasileira, as vagas são distribuídas de acordo com a quantidade de votos que a coligação tem. Trocando em miúdos, o deputado federal eleito Mineiro perderia a vaga para o mossoroense Beto Rosado.

PV no palanque de Fátima no segundo turno

Sob orientação do presidente do PV no Rio Grande do Norte, ex-vereador Bertone Marinho, o presidente de honra e o dirigente da legenda, Rivaldo Fernandes e Assis Fernandes, do PV de Mossoró, se reuniram com a candidata ao governo Fátima Bezerra para anunciarem o apoio dos Verdes.

Fátima recebeu os dirigentes do PV acompanhada do vice Antenor Roberto (PCdoB) e da senadora eleita Zenaide Maia (PHS).

No primeiro turno o PV fez parte de uma coligação que teve Breno Queiroga (SD) como candidato a governador.

Fala de Eduardo Bolsonaro é golpista, diz Celso de Mello, decano do STF

Por Mônica Bergamo / FOLHA

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), classificou a afirmação do deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), de que bastam um soldado e um cabo para fechar a Corte, de “inconsequente o golpista”.

Disse ainda que o fato de Bolsonaro ter tido uma votação expressiva nas eleições —ele recebeu quase 2 milhões de votos— não legitima “investidas contra a ordem político-jurídica”.

O magistrado, que é o decano do STF, enviou a declaração por escrito à Folha, e pediu que ela fosse publicada “na íntegra e sem cortes”.

Escreveu Celso de Mello: “Essa declaração, além de inconsequente e golpista, mostra bem o tipo (irresponsável) de parlamentar cuja atuação no Congresso Nacional, mantida essa inaceitável visão autoritária, só comprometerá a integridade da ordem democrática e o respeito indeclinável que se deve ter pela supremacia da Constituição da República!!!! Votações expressivas do eleitorado não legitimam investidas contra a ordem político-jurídica fundada no texto da Constituição! Sem que se respeitem a

Constituição e as leis da República, a liberdade e os direitos básicos do cidadão restarão atingidos em sua essência pela opressão do arbítrio daqueles que insistem em transgredir os signos que consagram, em nosso sistema político, os princípios inerentes ao Estado democrático de Direito”.

O vídeo com as declarações de Eduardo Bolsonaro começaram a circular logo cedo entre ministros do STF.

Celso de Mello teve uma das reações mais indignadas. Questionado pela Folha, decidiu enviar a mensagem. Outros ministros trocaram mensagens e telefonemas entre si.

Eles aguardam a chegada do presidente da Corte, Dias Toffoli, para discutir um posicionamento. Ele estava em Veneza para compromissos profissionais e deve chegar nesta segunda-feira (22) em Brasília.

21 outubro 2018

RESULTADOS das últimas pesquisas para governador do RN; FÁTIMA lidera

Quatro pesquisas eleitorais divulgadas mostram que a disputa pelo governo do Rio Grande do Norte é liderada por Fátima. Os números apontam Fátima na dianteira  do segundo turno. Fátima Bezerra e Carlos Eduardo disputam a preferência dos potiguares
As quatro pesquisas eleitorais divulgadas nesta semana mostram que a disputa pelo governo do Rio Grande do Norte mantém Fátima como favorita. Os números apontam que
grande vantagem da candidata Fátima Bezerra, do PT, no primeiro turno, diminuiu um pouco no segundo turno.


VEJA RESULTADOS DAS TRÊS  PESQUISAS:
PESQUISA IBOPE/INTERTV CABUGI - Segunda-feira, 15
VOTOS TOTAIS – ESTIMULADA
Fátima Bezerra (PT) - 48%
Carlos Eduardo (PDT) - 42%
Branco/nulo - 8%
Não sabe - 2%
VOTOS VÁLIDOS:
Fátima Bezerra (PT) - 54%
Carlos Eduardo (PDT) -  46%

PESQUISA CERTUS/FIERN - Quarta-feira, 17
VOTOS TOTAIS – ESTIMULADA
Fátima Bezerra (PT) – 44,61%
Carlos Eduardo (PDT) – 38,58%
Nenhum – 9,72%%
Não sabe – 6,88%
VOTOS VÁLIDOS:
Fátima Bezerra (PT) – 53,62%
Carlos Eduardo (PDT) -  46,38%

PESQUISA SETA/BLOG DO BG - Quarta-feira, 17
VOTOS TOTAIS – ESTIMULADA
Fátima Bezerra (PT) – 42%
Carlos Eduardo (PDT) – 34%
Nenhum – 16%%
Não sabe – 8%
VOTOS VÁLIDOS:
Fátima Bezerra (PT) – 56%
Carlos Eduardo (PDT) -  44%

Locais de provas do Enem 2018 serão divulgados na próxima segunda-feira (22)



Os estudantes inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 poderão checar o local de provas na próxima segunda-feira (22), acessando o cartão de confirmação. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o exame conta com 5,5 milhões de inscrições confirmadas.

As provas serão realizadas nos dias 4 e 11 de novembro, dois domingos consecutivos. Para acessar o cartão de confirmação, o estudante deve ir ao site do Enem, a partir de segunda, digitar dados pessoais e senha.

No documento, será disponibilizado o endereço completo do local de realização da prova, além do número da sala em que cada estudante fará a prova.

ADESÕES: Raniere Barbosa e Karla Veruska reúnem grupo de Natal com a candidata Fátima Bezerra

Vereador mais votado de Natal na última eleição, o presidente da Câmara Raniere Barbosa (Avante), que na sexta-feira levou para encontro com a candidata Fátima Bezerra, vereadores e presidentes de Câmaras de 65 municípios do Rio Grande do Norte, reuniu seu grupo político com a candidata neste sábado.

Presidente estadual do Avante e candidata a deputada federal nas últimas eleições, Karla Veruska também participou do encontro com Fátima e o vice Antenor Roberto.

“Hoje estou convocando o exército que foi às ruas com Karla Veruska no 1º e agora tem a responsabilidade de multiplicar a nossa luta para fazer Fátima Bezerra governadora do Rio Grande do Norte”, declarou Raniere.

“Votei em Fátima para prefeita de Natal em 2008, deputada federal e senadora”, disse o presidente da Câmara.

Haddad eleva o tom, critica e desafia Bolsonaro

Foto: Ricardo Stuckert

O candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, elevou hoje (20) o tom e as críticas ao adversário Jair Bolsonaro (PSL) durante ato político em Fortaleza. Na sua primeira viagem ao Nordeste neste segundo turno, ele chamou Bolsonaro de “aberração” e “soldadinho de araque”. Para o petista, o adversário é o que “tem de pior” no parlamento brasileiro.

“A elite ficou dois anos procurando um candidato para representá-la. Acharam o que tem de pior no Congresso Nacional, uma aberração, que só fala em violência, só ofende”, disse. “Cada vídeo desse cara assusta uma parte da população”, disse.

Para Haddad, Bolsonaro evita debates porque confiava em uma “armação para ganhar no primeiro turno das eleições”.

“Vem falar da minha família na minha cara”, desafiou. Vem me enfrentar, soldadinho de araque. Não está preparado para ser presidente da República”, acrescentou Haddad, que iniciou o discurso entregando uma rosa vermelha à mulher Ana Estela Haddad, que o acompanha em todos os atos de campanha.

Denúncias
 
Mais uma vez, o candidato cobrou investigações sobre a suspeita da existência de um grupo de empresários que financiaria um esquema para disseminação do envio em massa de fake news (notícias falsas) anti-PT na plataforma WhatsApp.

“Agora caiu numa armadilha. Eles montaram uma organização criminosa para botar dinheiro sujo no WhatsApp”, disse Haddad.

“Vocês devem conhecer muita gente que recebeu notícia falsa pelo WhatsApp e metade da população brasileira hoje se informa pelo celular e o WhatsApp redireciona para vídeos e mensagens mentirosas contra mim e a Manuela d’Ávila, nossa candidata a vice.”

O Tribunal Superior Eleitoral abriu investigação para apurar o pedido encaminhado pelo PT sobre o suposto esquema e rejeitou a quebra de sigilos dos empresários apontados como envolvidos na ação.

“Esse esquema de corrupção foi montado para ajudá-lo [referindo-se a Bolsonaro] e precisa ser desbaratado. Eu lamento que a Justiça Eleitoral não tenha permitido a busca e apreensão dos computadores das empresas criminosas e a eventual prisão de um empresário, que fez contratação ilegal, poderia resolver esse problema agora e ele sair do primeiro turno”, afirmou Haddad.

Agência Brasil

20 outubro 2018

Governo do RN nomeia e convoca professores e especialistas aprovados em concurso público

- Clique AQUI e Veja

- Veja mais 1

- Veja mais 2

- Veja mais 3

Fonte: Diário Oficial do RN, edição de 20/10/2018

UERN/PROEG publica edital do Processo Seletivo de Vagas Não Iniciais (PSVNI)



A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG) publicou, nesta sexta-feira (19), Edital referente ao Processo Seletivo de Vagas Não Iniciais (PSVNI) para o segundo semestre letivo de 2018.

O PSVNI destina-se ao preenchimento de vagas existentes nos cursos de graduação, distribuídas nas modalidades de transferência interna, transferência externa e retorno.

A inscrição no PSVNI deverá ser efetuada na forma presencial ou por procuração com firma reconhecida na secretaria de cada curso ou campus avançado, no período de 23 a 30 de outubro de 2018.

O resultado parcial do PSVNI será divulgado no dia 10 de dezembro de 2018, no portal eletrônico da UERN.

Os detalhes sobre a seleção podem ser acessados no Edital, clicando AQUI.

Fátima Bezerra recebe apoio de deputados eleitos

Da candidata ao governo Fátima Bezerra, na reunião em que recebeu apoio do grupo liderado pelo deputado Ezequiel Ferreira de Souza:

“O apoio desses grupo de deputados da AL, liderado pelo deputado Ezequiel, é o ato que considero dos mais importantes neste segundo turno. Isso significa governabilidade”

“E vem mais”, respondeu Ezequiel.

Foto Thaisa Galvão


(Suplente Jean-Paul Prates, Ivan Júnior, deputados Dison e Galeno, vice Antenor, eleito federal Benes Leocádio, Ezequiel, Fátima, senadora eleita Zenaide, deputados Márcia Maia, Raimundo Fernandes e Mineiro, vereador Raniere Barbosa)

Fátima falou sobre a importância da relação do Executivo com o Legislativo 

ADESÕES: Adversários em São Miguel, Raimundo Fernandes e Galeno Torquato fazem acordo em torno de Fátima

Adversários ferrenhos em São Miguel, os deputados estaduais reeleitos Raimundo Fernandes (PSDB) e Galeno Torquato (PSD) decidiram apoiar juntos a candidatura ao Governo do Estado da senadora Fátima Bezerra (PT).
Raimundo no 1º turno apoiou Carlos Eduardo.
Galeno no 1º turno apoiou Robinson Faria.
Resta saber como o eleitor vai interpretar a união de adversários no município.

19 outubro 2018

Governo do RN divulga RESULTADO parcial do CONCURSO da POLÍCIA MILITAR

Clique AQUI e veja relação de aprovados

Fonte: Diário Oficial do RN.

DEBATE DA BAND NATAL ONTEM: Era melhor Carlos Eduardo não ter participado

Nominuto

Faz muitos anos que acompanho debates aqui no RN e nunca tinha visto uma superioridade tamanha quanto a da Senadora Fátima Bezerra frente ao ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves no debate da Band Natal realizado na noite desta quinta-feira nos estúdios da emissora.

Os próprio eleitores do ex-prefeito nos grupos de Whattsapp e até pessoas próximas da campanha não entenderam o desempenho do candidato e não sabem explicar.

O desempenho da senadora foi tão superior que era melhor o ex-prefeito não ter ido. O prefeito por três vezes, perdeu 1 minuto de tempo que ainda restava para responder as perguntas de tão perdido que estava e foi alertado as três vezes pelo apresentador, jornalista Diógenes Dantas.

Carlos Eduardo ainda esqueceu no debate de destacar o seu maior cabo eleitoral no estado nesta eleição de 2º turno, o presidenciável Jair Bolsonaro. Em 100 minutos de debate(1 hora e 40 minutos), ele veio falar em Bolsonaro nas considerações finais nos últimos 30 segundos.

Para completar, Fátima ainda cravou duas frases que rodam no zap zap desde então: “deixe de falsidade candidato, você é um menino mimado e não sabe o que é seca” e “deixe de falsidade Carlos Eduardo, você é um menino mimado, nunca andou de ônibus, vivia no Rio de Janeiro”.
 
Fonte: Blogdo BG

DEPUTADOS ELEITOS Benes, Ezequiel, Galeno, Disson, Ubaldo, Eudiane, Raimundo Fernandes e Márcia anunciam apoio a Fátima Bezerra nesta sexta (19)

O Deputado Federal eleito no último dia 08, Benes Leocádio e os deputados estaduais Ezequiel Ferreira, Raimundo Fernandes, Galeno Torquato, Disson Lisboa e Márcia Maia, juntamente com os deputados eleitos Ubaldo Fernandes e Eudiane Macêdo, vão declarar apoio a candidatura de Fátima Bezerra nesta sexta-feira (19).
O evento vai acontecer no final da manhã, no Hotel Arituba. Todos vão declarar o apoio à candidatura de Fátima para governadora no segundo turno.

APOIO POLÍTICO: Cerca de 70 presidentes de Câmara vão declarar apoio a Fátima nesta sexta (19)

Um grupo de aproximadamente 70 presidentes de Câmara Municipal vão declarar apoio a candidatura de Fátima Bezerra nesta sexta-feira (19), em um evento realizado no Hotel Monza, as 10h.

O grupo foi formado pelo vereador Raniere Barbosa, presidente da Câmara Municipal de Natal e da Federação das Câmaras (Fecam), com outros presidentes mais próximos a ele.

O apoio, mesmo não sendo institucional, representa boa parte dos integrantes da Fecam.

18 outubro 2018

Futuro dos Alves e Maia na política dependem da vitória de Carlos Eduardo

  Por AGORA RN

Sem mandato a partir de 2019 e com influência reduzida no governo federal, o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (MDB) e os senadores Garibaldi Alves Filho (MDB) e José Agripino Maia (DEM), além dos deputados federais Felipe Maia (DEM) e Walter Alves (MDB), contam com a eleição de Carlos Eduardo Alves (PDT) para o Governo do Rio Grande do Norte para ganhar uma espécie de sobrevida na política potiguar.

Primo de Henrique e Garibaldi e aliado político de Agripino, Carlos Eduardo está no segundo turno contra Fátima Bezerra (PT). As pesquisas apontam favoritismo para a petista, que já encerrou o primeiro turno na frente, com 46,17% dos votos válidos, ante 32,45% obtidos pelo adversário.

Seus aliados não tiveram êxito na eleição deste ano. Exceto Walter Alves, que conseguiu ser reeleito para a Câmara Federal, Garibaldi perdeu para o Senado; Agripino não conseguiu ser eleito deputado federal; e Henrique, preso até o meio do ano, não concorreu a nenhum cargo. Felipe Maia também não concorreu para dar lugar ao pai, Agripino, que não teve sucesso.

Embora Carlos Eduardo não reconheça oficialmente, a expectativa entre os aliados do pedetista é de que sua chegada ao Governo do Estado possa levar para dentro da administração estadual indicados de Agripino, Garibaldi e Henrique – que, sem mandato, teriam apenas órgãos do governo estadual para “comandar”.

Em 2017, ao ser empossado para o quarto mandato à frente da Prefeitura do Natal, Carlos Eduardo montou uma equipe de auxiliares levando em conta indicações dos três aliados. O secretário de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes, Carlson Gomes, por exemplo, foi indicação de José Agripino. Na gestão da ex-governadora Rosalba Ciarlini, ele já tinha sido indicado pelo senador para o Ipem.

O MDB de Garibaldi e Henrique, por sua vez, sugeriu a Carlos Eduardo – que acatou – os nomes de Fred Queiroz para a Secretaria de Obras, Cristiane Alecrim para o Turismo e Cláudio Porpino para a Urbana. Além disso, o partido indicou o vice-prefeito, Álvaro Dias, que assumiu definitivamente o cargo em abril, com a renúncia de Carlos Eduardo para disputar o Governo do Estado.

Questionada sobre o assunto, a assessoria de Carlos Eduardo classificou a informação como uma “provocação” e aproveitou para alfinetar a adversária no segundo turno, perguntando qual seria a participação do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e do ex-ministro dos governos petistas José Dirceu, condenados por corrupção, em uma eventual gestão de Fátima Bezerra.

IBOPE, SETA e CERTUS mostram os mesmos números com vitória de Fátima Bezerra

A três primeiras pesquisas divulgadas nesse segundo turno mostram, considerada a margem de erro de cada uma delas, exatamente os mesmos números na avaliação de votos válidos, ou seja, já descontados os brancos, nulos e abstenções. Esse cenário é o que o simula o resultado das urnas, ou seja, o mesmo utilizado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para apresentar o resultado final da eleição. Confira abaixo.

IBOPE: Fátima Bezerra tem 54%; Carlos Eduardo Alves, 46%

A pesquisa Ibope foi contratada pela Inter TV Costa Branca. A colega dos dados aconteceu entre os dias 14 e 16 de outubro com 812 eleitores de 40 cidades. Ela calculada com margem de erro de 2% e com grau de confiança de 95%. Ela foi registrada na Justiça Eleitoral sob os protocolos BR-08202/2018 e RN‐07695/2018.

SETA: Fátima Bezerra tem 56%; Carlos Eduardo Alves, 44%


A pesquisa Seta, encomendada pelo Blog do BG, foi realizada entre 13 e 15 de outubro e ouviu 1.300 eleitores em todas as regiões do Estado. A margem de erro do levantamento é de 3% e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado sob os protocolos RN-00988/2018 e BR-08895/2018.

CERTUS: Fátima Bezerra 53,62%; Carlos Eduardo Alves, 46,38%


A pesquisa do instituto Certus, encomendada pela Fiern, realizou 1.410 entrevistas em 40 municípios todas as regições do estado com eleitores maiores de 16 anos. A coleta dos dados aconteceu entre os dias 10 e 13 de outubro. Ela foi calculada com margem de erro 3% e intervalo de confiança de 95%.

Avaliação geral


Nos três institutos, Ibope, Seta, e Certus, está projetada uma vitória da candidata Fátima Bezerra com uma margem de votos que varia entre 50,62% e 57% dos votos válidos. Carlos Eduardo Alves varia entre 41% e 49,38%. Isso, já considerada as margens de erro da pior e da melhor intenção de voto de cada um.

Pesquisa Ibope/InterTV para Governador do RN: Fátima tem 48% e Carlos Alves 42%

A InterTV divulga nesta quarta-feira (17) a primeira pesquisa Ibope do segundo turno no Rio Grande do Norte.

Votos totais
Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:
Fátima Bezerra (PT): 48%
Carlos Eduardo (PDT): 42%
Em branco/nulo: 8%
Não sabe: 2%

Nos votos totais, Fátima e Carlos Eduardo estão empatados no limite da margem de erro, diz o G1RN.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:
Fátima Bezerra (PT): 54%
Carlos Eduardo (PDT): 46%


Sobre a pesquisa
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Entrevistados: 812 pessoas em 40 cidades
Quando a pesquisa foi feita: 14 e 16 de outubro
Registro TSE: BR-08202/2018
Registro no TRE/RN: RN‐07695/2018
Nível de confiança: 95%
Contratantes da pesquisa: Inter TV Costa Branca
O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

17 outubro 2018

TURISMO: Sudeste e Nordeste somam 68% das inscrições do curso Brasil Braços Abertos


Plataforma de ensino a distância do Ministério do Turismo já tem mais de 23 mil inscritos nas 27 unidades da federação.

Alunos do BBA premiados pelo MTur com visita técnica a navio em março deste ano. Foto: MSC/Divulgação

O curso de Atendimento ao Turista do canal Brasil Braços Abertos (BBA) do Ministério do Turismo despertou, até agora, maior interesse nas regiões Sudeste e Nordeste. Juntas, as duas são responsáveis por 68% das inscrições realizadas até o início desta semana, sendo 43% nos estados do Sudeste e 25% entre os nordestinos.

Os líderes no ranking com o maior número de inscrições são estados que abrigam importantes destinos de lazer e de negócios do país – como São Paulo (4,6 inscritos), Rio de Janeiro (3,1 mil) e Bahia (1,7 mil). De janeiro a setembro deste ano, por exemplo, as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador foram os três destinos mais buscados pelos brasileiros, segundo pesquisa do Voopter, aplicativo de comparação de preços de passagens aéreas e promoções.

Se a análise for feita na lista dos dez estados que mais se inscreveram, todas as regiões do país estão representadas – com exceção do Norte, que representa 8% das inscrições no canal de cursos online. Neste rol, estão três estados do Sudeste (MG, SP, RJ), três do Nordeste (BA, CE e PE) e os três do Sul (RS, PR e SC), região que detém 16% das inscrições, além do Distrito Federal, no Centro-Oeste, também com 8% do total de inscritos.

“O BBA é uma oportunidade gratuita de qualificação profissional, com status de curso de extensão, que abrimos para todo o Brasil. É importante que os órgãos de turismo, entidades do setor produtivo e os diversos atores do setor conheçam e divulguem a plataforma para que possamos alcançar cada vez mais pessoas interessadas em melhorar a qualidade do atendimento ao turista no país”, afirma o secretário Nacional de Qualificação e Promoção do Turismo do MTur, Bob Santos.

A estratégia do Ministério do Turismo de firmar termos de compromissos com entes públicos e privados para gerenciar a oferta de cursos em suas regiões tem se mostrado eficiente. Os estados com maior número de alunos inscritos são também aqueles com maior número de representantes que aderiram à proposta do MTur. Hoje, há 393 instituições cadastradas na plataforma de ensino a distância. CLIQUE AQUI E ACESSE O BBA.

Edição: Vanessa Sampaio/MTur
DESTE BLOG: Secretaria de Turismo de Olho D'água do Borges sugere aos Membros do Conselho Municipal de Turismo para fazerem suas inscrições no seguinte endereço eletrônico: 
CLIQUE AQUI E ACESSE O BBA.

UERN recebe homenagem: Câmara dos Deputados comemora 50 anos da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte

A Câmara dos Deputados homenageou, nesta terça-feira (16), em sessão solene requerida pelo deputado Beto Rosado (PP-RN), os 50 anos da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), comemorado no último dia 28 de setembro. A sessão foi presidida pelo deputado Walter Alves (MDB-RN). 

Segundo o reitor da instituição, Pedro Fernando Ribeiro Neto, a “UERN é um ambiente de compartilhamento e convivência de sonhos e de materialização desses. A UERN é um ambiente de formação e capacitação de potiguares de diversas camadas sociais e cumpre o seu papel de Universidade inclusiva, includente e instrumento do desenvolvimento do Estado”.

“A UERN é um marco na educação do interior de nosso estado, formando professores que vão às redes de ensino dos municípios multiplicar a qualidade do que é ministrado. Aí, talvez, esteja o maior dos méritos em ter criado a UERN há 50 anos”, destacou José Agripino.

“Eu já havia confirmado presença no evento. A UERN merece todas as nossas homenagens. Nosso mandato é parceiro da instituição com o envio de emendas ao longo dos últimos anos. Presidir a sessão solene foi uma honra. Agradeço o convite do amigo Beto Rosado”, disse Walter Alves.

“Como parlamentar sempre priorizei o direcionamento de recursos financeiros para esta área, em especial ao ensino superior. A bancada federal também está atenta às demandas da instituição para garantir um ensino de qualidade a população do estado. A presença da UERN no estado está de tal modo distribuída, que não há uma só cidade à distância de mais de 70 km de uma dessas unidades universitárias, ou seja, milhares de jovens potiguares estão tendo acesso ao ensino superior”, comemorou Felipe Maia.
heitorgregorio

PESQUISA SETA/BLOGDOBG GOVERNO VOTOS VÁLIDOS: Fátima Bezerra tem 56% e Carlos Eduardo, 44%


A candidata do PT ao Governo do RN, Fátima Bezerra, seria governadora eleita se a disputa fosse hoje, indica pesquisa SETA.
Ela tem 56% de votos válidos contra 44% do candidato do PDT, o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves.
O levantamento com votos válidos desconsidera as intenções de branco e nulo e é a metodologia aplicada pela Justiça Eleitoral para o critério de eleição na divulgação.
A pesquisa foi realizada entre 13 e 15 de outubro e ouviu 1.300 eleitores em todas as regiões do Estado. A margem de erro do levantamento é de 3% e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado sob os protocolos RN-00988/2018 e BR-08895/2018.

PESQUISA SETA/BLOGDOBG GOVERNO ESTIMULADA: Fátima Bezerra tem 42%; Carlos Eduardo Alves, 34%


O BlogdoBG e o Instituto SETA divulga hoje a primeira das três pesquisas eleitorais do segundo turno no Rio Grande do Norte. Na corrida eleitoral para o Governo do Estado, a candidata Fátima Bezerra lidera com 42% das intenções de voto. Carlos Eduardo Alves aparece com 34%. Não souberam ou não responderam atingiu 8% e brancos e nulos somaram 16%.

A pesquisa do Instituto SETA foi encomendada pelo Blog do BG e escutou 1300 eleitores de todas as regiões do estado entre os dias 13 e 15 de outubro e foi registrada na Justiça Eleitoral sob os protocolos RN-00988/2018 e BR-08895/2018. Ela foi calculada com margem de erro de 3% e com grau de confiança de 95%.

Quinze prefeitos que apoiaram outro candidato agora se integram à campanha de Fátima

Prefeitos que apoiaram o governador Robinson Faria (PSD) no primeiro turno se integram a partir de agora à campanha da candidata Fátima Bezerra (PT) ao governo do Estado: de Lagoa Salgada e Monte Alegre.

Em Lagoa Salgada o prefeito Raniere Amâncio (PSD) esteve ao lado do governador que terminou com 1.601 votos.

Fátima venceu no município com 3.400.

Carlos Eduardo ficou em terceiro com 730 votos.

Monte Alegre foi um dos municípios em que o governador Robinson Faria, com apoio do prefeito Severino Rodrigues (PSD), ganhou a eleição com 3.887 votos.

Fátima ficou em segundo com 3.486 votos e Carlos Eduardo em terceiro com 2.683.

Prefeito se Baía Formosa, Adeilson Gomes (PSD) que já votou em Fátima no 1º turno, foi ao anúncio a convite de Severino.

Em Baía Formosa Fátima obteve 2.511.

Carlos Eduardo foi o segundo colocado com 1.235 votos e Robinson o terceiro com 605 votos.

Ontem Fátima Fátima recebeu confirmação de apoio de 12 prefeitos e lideranças de 20 municípios.

Os prefeitos são Fernando Cunha (Macaíba), Laerte Paiva (Rio do Fogo), Renato de Doquinha (São Miguel do Gostoso), Polion Medeiros (São Fernando), Tiquinho (Rui Barbosa), Miguel Cabral (São Pedro), Kêka (São Bento do Trairi), Amarildinho (Caiçara do Norte), Valdemir Valentim (Pedra Grande), Cláudio Henrique (São Bento do Norte), Joaz Oliveira (Extremoz) e Babau (Marcelino Vieira).

“Esse início de segundo turno tem sido muito proveitoso para nossa campanha. Nós temos recebido muitas declarações de apoios novos, de lideranças e pessoas que, juntos com os parceiros que estão com a gente desde o primeiro turno, confiam em um governo popular para o RN. Que sabem que, eleitos, nós iremos fazer do estado um lugar melhor de se viver”, agradeceu Fátima.


Em Macaíba Fátima já venceu no primeiro turno com 17.624 votos. Robinson teve 5.402 e Carlos Eduardo 6.990 votos.

Rio do Fogo Fátima foi a mais votada com 2.061. Em segundo foi Carlos Eduardo com 1.966 e em terceiro Robinson com 1.750 votos.

São Miguel do Gostoso Fátima liderou com 2.695 votos, seguida de Robinson com 1.687 e Carlos Eduardo com 677.

São Fernando Fátima ganhou com 1.240 votos. Carlos Eduardo foi o segundo com 857 e Robinson o terceiro com 118.

Rui Barbosa o vencedor foi Robinson com 1.053. Carlos Eduardo ficou em segundo com 938 e Fátima em terceiro com 640.

São Pedro o vencedor foi Carlos Eduardo com 1.622 votos. Fátima ficou em segundo com 1.585 e Robinson em terceiro com 1.187.

São Bento do Trairi Fátima venceu com 1.172 votos, seguida de Robinson com 710 e Carlos Eduardo com 673.

Caiçara do Norte Fátima venceu com 1.920 votos. O segundo foi Carlos Eduardo com 805 e o terceiro Robinson com 251.

Em Pedra Grande Fátima liderou com 1.355 votos. Robinson teve 602 e Carlos Eduardo 511.

São Bento do Norte Fátima ganhou com 1.462 votos, Robinson teve 401 e Carlos Eduardo 286.

Extremoz Fátima venceu com 5.788 votos seguida de Carlos Eduardo com 5.699 e Robinson com 1.544.

Marcelino Vieira Fátima já foi a primeira com 2.630 votos. Robinson ficou em segundo com 1.257 e Carlos Eduardo em terceiro com 654.

PF indicia Temer e mais dez em inquérito sobre Decreto dos Portos; confira os indiciados


A Policia Federal (PF) indiciou o presidente Michel Temer e mais dez acusados pelos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa no inquérito que apura o suposto favorecimento da empresa Rodrimar S/A na edição do chamado Decreto dos Portos (Decreto 9.048/2017), assinado em maio do ano passado pelo presidente.

Os indiciamentos estão no relatório final da investigação, entregue hoje (16) ao relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luís Roberto Barroso. Após receber o documento, Barroso pediu parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR), que terá 15 dias para se manifestar sobre eventual denúncia contra os acusados. A filha de Temer, Maristela de Toledo Temer Lulia também está na lista de indiciados.

No relatório final, o delegado responsável pelo caso também pediu ao Supremo o bloqueio de bens de todos os acusados e prisão preventiva de quatro deles, o coronel João Batista Lima Filho, amigo de Temer, a arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher de Batista, e os investigados Carlos Alberto Costa, sócio do coronel, e Almir Martins Ferreira.

Ao enviar o caso à PGR, Barroso também proibiu os acusados que tiveram prisão solicitada de deixarem o país.

O advogado do presidente no processo envolvendo o inquérito dos portos, Brian Prado, informou que ainda não teve acesso ao relatório e não se manifestará a respeito por enquanto. O Palácio Planalto, até o fechamento desta reportagem, não se manifestou a respeito.

Indiciados

1. Michel Miguel Elias Temer Lulia

2. Rodrigo Santos da Rocha Loures (ex-deputado)

3. Antônio Celso Grecco (sócio da Rodrimar)

4. Ricardo Conrado Mesquita (sócio da Rodrimar)

5. Gonçalo Borges Torrealba (Grupo Libra)

6 – João Baptista Lima Filho

7. Maria Rita Fratezi

8 – Carlos Alberto Costa Filho

9 – Carlos Alberto Costa

10. Almir Martins Ferreira

11. Maristela de Toledo Temer Lulia (filha de Temer)

15 outubro 2018

PESQUISA CERTUS/FIERN VOTOS VÁLIDOS GOVERNO RN: Fátima tem 53,62% e Carlos Eduardo tem 46,38%

A Fiern publicou no início da manhã desta segunda-feira a 1º pesquisa de intenção realizada para o 2º turno para as eleições do RN.
A pesquisa foi realizada pelo instituto CERTUS e foi registrada na Justiça Eleitoral sob os números BR – 00385/2018 e RN – 02146/2018. Ela foi realizada de 10 a 13 de outubro, com 1410 entrevistas, 7 regiões do RN, margem de erro 3%
GOVERNO DO RN – Se a eleição fosse hoje no cenário estimulado apenas com os votos válidos: Fátima Bezerra 53,62% Carlos Eduardo 46,38%


15 de outubro: DIA DO PROFESSOR, o profissional insubstituível

O dia do Professor remonta a um Decreto Imperial assinado por D. Pedro I no dia 15 de outubro de 1827. O Decreto versa sobre várias políticas públicas voltadas para reforçar a criação do ensino elementar no Brasil.
Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido Decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao professor.
Começou em São Paulo, em uma pequena escola da Rua Augusta. O longo período letivo do semestre ia de 1º de junho a 15 de dezembro.
Com isso, quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.
Um grupo de professores, entre eles Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A ideia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil até ser oficializado nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal nº 52.682, de 14 de outubro de 1963. O decreto define a essência e razão do feriado: “para comemorar condignamente o dia do professor”. Ainda reza no Decreto que “os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enaltece a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e familiares.
O professor é insubstituível
Hoje a tecnologia de ponta oferece as chamadas “máquinas de ensino”. É o computador que, através de específicos programas lineares, ramificados etc., educa à distância. Perfeitamente adaptados à estrutura mental dos alunos, os micros e seus complexos softwares começam a pretender substituir o professor na sala de aula. Engano. Nada substitui o olhar do mestre, o seu carinho e afeto pelo aluno, a sua capacidade de ler a alma de cada um e, com arte, buscar a melhor forma para que consiga aprender.
No “Dia do Professor”, que se comemora no dia 15 de outubro é preciso lembrar todos os professores que, por este imenso Brasil, iluminam (muitas vezes até com um lampião de querosene) os caminhos que levam a um futuro de liberdade, justiça, paz e desenvolvimento.
Segundo Cristovam Buarque, professor e Senador da República, “o Brasil só será o pais que queremos no dia em que, ao nascer uma criança, seu pai a tome nos braços e diga: quando crescer, será professor. E não será o país que queremos enquanto as pessoas acharem graça dessa frase, como se ela fosse piada, ou pior, como se essa profissão não merecesse ser sonhada por um pai para seu filho. Mas se a frase é uma piada, não é piada o fato de um Brasil não ter um futuro enquanto assim pensarmos”, finaliza o professor.

Professor Escolástico Paulino Filho (UERN)

ADUERN promove roda de conversa e café em homenagem ao dia do professor e da professora

A ADUERN realiza nesta  segunda-feira (15),  a roda de conversa “Resistência em tempos de ódio” em comemoração ao dia do professor e da professora. Além da atividade, também será oferecido um café da tarde para os presentes com musica ao vivo.

A presidenta da ADUERN, Rivânia Moura, destacou a importância da roda de conversa em meio a uma conjuntura de reiterados ataques às liberdades individuais e direitos trabalhistas.

“Precisamos discutir francamente o cenário vivido pelo Brasil e o que nós, enquanto trabalhadoras e militantes, temos de fazer para garantir a plenitude de nossos direitos e respeito a nossa existência”, comentou a presidenta.

14 outubro 2018

Nas faculdades Federais, só 10% optam por estudar fora do Estado de origem

Dados do Ministério da Educação (MEC) mostram que, em 2017, apenas 10% dos ingressantes na rede federal de ensino foram estudar em uma instituição fora do Estado de residência

Pelo terceiro ano, Camila Medeiros, de 19 anos, busca uma vaga em Medicina em universidade pública. Para alcançar o sonho de ser médica, estudaria em qualquer região do País, mas teme que, mesmo aprovada em uma instituição sem mensalidade, não consiga se manter financeiramente longe de casa. A dificuldade econômica é um dos principais entraves para que os alunos mudem de Estado para cursar o ensino superior em uma universidade federal.

Dados do Ministério da Educação (MEC) mostram que, em 2017, apenas 10% dos ingressantes na rede federal de ensino foram estudar em uma instituição fora do Estado de residência. Um dos objetivos da mudança do Enem, em 2009, e da criação do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) era democratizar o acesso ao ensino superior, diminuindo deslocamentos custosos e cansativos para os vestibulandos. A centralização em uma única prova trouxe benefícios financeiros para quem tenta mais de uma instituição, mas a mobilidade não se manteve ao longo dos anos. Antes da mudança, 1,5% dos ingressantes mudavam de Estado. Essa proporção chegou a 25%, em 2010, primeiro ano do sistema.

Para especialistas e reitores de universidades, a falta de recursos para políticas de assistência estudantil – como moradia, transporte, alimentação e apoio pedagógico – é um entrave para que jovens de famílias de baixa renda possam mudar de região para fazer a graduação. Dos 31,8 mil que migraram para cursar a graduação, 42% fizeram o ensino médio em escola particular e um terço é de estudantes de São Paulo.

Camila estudou gratuitamente em uma escola particular de Caieiras, onde a mãe trabalha como assistente de serviços gerais Por isso, não é beneficiada pelas cotas para alunos de escola pública. “Eu concorro com quem estudou em escolas muito mais caras que a minha.”

Ela conta que, se conseguir aprovação em alguma universidade federal, vai pesquisar antes a política de bolsas e de moradia estudantil. “O problema é que eu sei que os valores são pequenos, alguns alunos ficam de fora ou demoram para conseguir a bolsa”, conta. Um estudo da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) verificou que o valor médio da bolsa estudantil varia de R$ 302,41 nas instituições da Região Centro-Oeste, que tem a maior média, a R$ 244,16, na Região Norte, com o menor valor.

Ainda segundo a Andifes, são recorrentes os relatos de pró-reitores que não conseguem atender todos os estudantes com renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo. Como não têm recurso suficiente, muitas instituições passaram a priorizar os que estão em uma faixa de renda de até R$ 600. Os investimentos do MEC para a área cresceram desde 2009, mas estacionaram a partir de 2015.

Em nota, o MEC informou que no ano passado investiu R$ 953,7 milhões no Programa Nacional de Assistência Estudantil e que para este ano a previsão é de R$ 957,2 milhões – se corrigido pela inflação, o valor é menor que o do ano anterior.

Medicina

Entre os cursos mais procurados por aqueles que migram de Estado para estudar, o primeiro é Medicina, com 2.232 estudantes. Em seguida estão graduações mais prestigiadas e procuradas por jovens de famílias mais tradicionais, como Direito e as Engenharias.

Ex-aluna de escola particular, a paulista Marina Sammarco, de 25 anos, conseguiu a aprovação em Medicina na Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) depois de passar quatro anos de cursinho tentando uma vaga nas universidades públicas de São Paulo. Pela primeira vez fora de casa, a estudante não se adaptou à cidade por achá-la pequena e decidiu prestar novamente o Enem. Conseguiu ser aprovada na Federal de Minas (UFMG), em Belo Horizonte. “Não era a minha primeira opção, mas hoje vejo como uma oportunidade.”

A desistência dos estudantes no meio do curso e o retorno para os Estados de origem após a graduação são uma preocupação do MEC e de especialistas. Os dados mostram que 21% dos que entraram na rede federal no ano passado tentaram o Enem mais uma vez para ingressar em outro curso. Por isso, estuda a criação de um sistema unificado para preencher essas vagas que sobram após a desistência.

“Muitos cursos de Medicina, por exemplo, foram criados para solucionar uma carência de médicos. O mesmo ocorreu com outras áreas profissionais. O problema é que o aluno vai, estuda, se forma e volta para um grande centro. Ou seja, a finalidade social daquele curso não é cumprida”, diz Maria Helena Guimarães, ex-secretária executiva do ministério e atual integrante do Conselho Nacional de Educação (CNE).

Em nota, o MEC informou que a mobilidade acadêmica é um fenômeno mundial, visto como “positivo e um dos pressupostos da implementação do Sisu”, mas disse que não avalia se a ocupação das vagas ocorre por estudantes da região das instituições ou de fora dela. “Essa análise fica a cargo de cada instituição, no âmbito da respectiva autonomia. Algumas criaram mecanismos de ‘bônus regional’ para promover a maior inserção de estudantes da região.”

Logos/Blog RN Política 2012 destacam atuações de Gestores e Vereadores do RN

Deste Blog: Há contradições nos destaques

Prefeito e 6 vereadores de São Paulo do Potengi se integram à campanha de Fátima no segundo turno

Prefeito do PSD, que apoiou o governador Robinson Faria no 1º turno, Naldinho, de São Paulo do Potengi, declarou apoio à candidatura de Fátima Bezerra (PT) no 2º turno.

Naldinho acompanhou os vereadores João Cabral e Diogo Alves, que já haviam apoiado Fátima, e levou com ele o presidente da Câmara Allysson e os vereadores Kekéu de Titico, Jefinho, Zé Elias, Jadson de Zé Miguel e Marli.

Naldinho apoiou Fátima na campanha de 2014 para o Senado.

“São dela as emendas cujos recursos oportunizaram a construção do centro de treinamento da agricultura familiar, que vão possibilitar a construção da mini Ceasa, a reforma do Ginásio Augusto Gomes e do Ginásio da comunidade rural do Cabaço, entre outras coisas”, disse o prefeito.

“Voto com satisfação. Já votei como senadora e não me arrependo. Não estivemos juntos no primeiro turno, mas agora estamos aqui e sei que ela como governadora vai fazer ainda mais do que já fez pelo RN”, completou Naldinho.

13 outubro 2018

CAP/UERN: Curso de Pedagogia realiza o V SIEP

VEJA PROGRAMAÇÃO


Eleições 2018: Conheça quem são os novos deputados estaduais e federais do RN


Quatro pessoas assumem cargo eletivo pela primeira vez. Outras 9 foram eleitas pela primeira vez para o cargo eletivo que estão assumindo, mas já passaram por outros.

Por Igor Jácome, G1 RN

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte; ALRN; Palácio José Augusto; Assembleia do RN — Foto: ALRN/Divulgação

As eleições do domingo (7) definiram uma nova composição para a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) e renovou a bancada potiguar de deputados federais na Câmara em 62,5%, a partir de 2019. Além dos candidatos a deputado federal e estadual que foram reeleitos, nesta eleição quatro pessoas estão assumindo pela primeira vez um cargo eletivo e 9 já tiveram cargos eletivos mas assumem um cargo inédito a partir de 2019. Além destes casos, há um candidato que já foi deputado federal e volta à Casa Legislativa. Conheça quem são.

Deputados estaduais eleitos 
 
A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte tem 24 deputados estaduais, sendo que 15 dos parlamentares atuais conseguiram se reeleger e outros nove chegam pela primeira vez à Casa. Dentre os nove, três assumem pela primeira vez um mandato. São eles:

Allyson Bezerra (Solidariedade)

Engenheiro civil, estudante de Direito e servidor da Universidade Federal do Semiárido (Ufersa), Allyson Bezerra concorreu pela primeira vez a um mandato e conseguiu 20.228 votos para assumir o cargo de deputado na Assembleia Legislativa, no ano que vem. Filho de agricultores de Mossoró, o jovem de 26 anos foi o primeiro membro da família a possuir graduação e será o mais novo entre os parlamentares da próxima legislatura.

Coronel Azevedo (PSL)

O coronel André Azevedo é ex-comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte e, na sua primeira campanha política, obteve 27.606 votos para assumir o cargo de deputado estadual. Azevedo entrou na PM em 1988 e assumiu o comando-geral da corporação em 2017, passando cerca de oito meses no cargo. Na passagem de comando, fez críticas ao sucateamento da polícia e disse que os militares estavam fazendo "mais com menos".

Kleber Rodrigues (Avante)

Com 32.755 votos, o empresário Kleber Rodrigues foi eleito para o seu primeiro cargo eletivo, como deputado estadual do RN. Apesar da carreira no segmento privado, ele é filho do atual prefeito de Monte Alegre, Severino Rodrigues, e já atuou como secretário de Administração do município.

Além dos candidatos acima, entre os nove novos deputados estaduais, há seis inéditos na ALRN, mas que já tiveram ou possuem cargos. São eles:

- Dr. Bernardo (Avante) - 42.049 votos - foi prefeito do município de Almino Afonso em duas oportunidades.
- Isolda Dantas (PT) - 32.963 votos - atualmente é vereadora do município de Mossoró, na região Oeste potiguar.
- Francisco do PT (PT) - 23.448 votos - foi prefeito do município de Parelhas, na região Seridó potiguar.
- Eudiane Macedo (PTC) - 22.333 votos - é vereadora de Natal em seu segundo mandato.
- Ubaldo Fernandes (PTC) - 20.148 votos - exerce o segundo mandato de vereador na Câmara Municipal de Natal.
- Sandro Pimentel (Psol) - 19.158 votos - é vereador de Natal e ocupa seu segundo mandato na Casa.

A composição da Casa Legislativa, com os reeleitos, ficou assim:

Ezequiel (PSDB) - 58.221 votos
Gustavo Carvalho (PSDB) - 47.544 votos
Dr. Bernardo (Avante) - 42.049 votos
Tomba Farias (PSDB) - 41.249 votos
Nelter Queiroz (MDB) - 40.717 votos
Hermano Morais (MDB) - 38.053 votos
Galeno Torquato (PSD) - 34.532 votos
George Soares (PR) - 34.263 votos
Raimundo Fernandes (PSDB) - 33.965 votos
Cristiane Dantas (PPL) - 33.860 votos
Kelps (Solidariedade) - 33.819 votos
Getulio Rêgo (DEM) - 33.477 votos
Isolda Dantas (PT) - 32.963 votos
Kleber Rodrigues (Avante) - 32.755 votos
Vivaldo Costa (PSD) - 32.638 votos
Albert Dickson Oftamologista (PROS) - 31.698 votos
Souza (PHS) - 31.097 votos
Coronel Azevedo (PSL) - 27.606 votos
José Dias (PSDB) - 27.275 votos
Francisco do PT (PT) - 23.448 votos
Eudiane Macedo (PTC) - 22.333 votos
Allyson Bezerra (Solidariedade) - 20.228 votos
Ubaldo Fernandes (PTC) - 20.148 votos
Sandro Pimentel (PSOL) - 19.158 votos

Deputados federais eleitos

A bancada potiguar na Câmara Federal conta com 8 deputados. Destes, três candidatos foram reeleitos e cinco novos deputados foram definidos pelos eleitores. Quatro deles assumem o cargo de forma inédita, sendo que um nunca exerceu qualquer mandato. Outro eleito volta após quatro anos fora da Casa.

General Girão (PSL)

O general da reserva do Exército, Eliéser Girão é cearense e assumirá pela primeira vez um cargo eletivo, após receber 81.640 votos potiguares. No Rio Grande do Norte, Girão já atuou como secretário de Segurança do Estado e da Prefeitura de Mossoró, em ambas as ocasiões, nas gestões de Rosalba Ciarlini (PP), ex-governadora e atual prefeita do município. A nível federal, foi adjunto e chefe da subchefia da Casa Militar da Presidência da República no governo do presidente Fernando Henrique Cardoso e ocupou, entre 2002 e 2004, o cargo diplomático de Adido de Defesa do Exército junto à embaixada brasileira na Polônia.

Além de Girão, outros três candidatos assumem o cargo de forma inédita:

Benes Leocádio (PTC) - 125.841 votos - foi prefeito do município de Lajes em cinco mandatos.

Natália Bonavides (PT) - 112.998 votos - exerce o seu primeiro mandato na Câmara Municipal de Natal.

Mineiro (PT) - 98.070 votos - foi vereador de Natal por quatro mandatos e ocupa o quarto mandato na Assembleia Legislativa do RN.

Outro candidato que já foi deputado federal pelo RN voltou à Câmara:

João Maia (PR) - 93.505 votos - volta a Câmara Federal após quatro anos sem mandato. Foi eleito deputado federal duas vezes, em 2006 e 2010, e saiu candidato a vice-governador em 2014, pela chapa de Henrique Alves (MDB), derrotada no segundo turno.

A bancada, com os reeleitos, ficou assim:

Benes Leocádio (PTC) - 125.841 votos
Natália Bonavides (PT) - 112.998 votos
Mineiro (PT) - 98.070 votos
João Maia (PR) - 93.505 votos
Rafael Motta (PSB) - 82.791 votos
General Girão (PSL) - 81.640 votos
Walter Alves (MDB) - 79.333 votos
Fábio Faria (PSD) - 70.350 votos

Translate