22 janeiro 2021

POVO BRASILEIRO DEVE SENTIR INVEJA: Há dois dias na Presidência dos EUA, Biden apresenta plano para aplicar 100 milhões de doses de vacina em 100 dias


Reprodução/ABC News

Joe Biden apresentou quinta (21) o plano de seu governo para combater a pandemia. Entre outros objetivos, o plano contém a meta, já anunciada antes da posse, de aplicar 100 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 nos primeiros 100 dias de governo.

O presidente apresentou um “desafio de máscaras” aos americanos, pedindo que a população use máscaras nos próximos 100 dias, o que, segundo ele, pode ajudar a salvar 50 000 vidas.

Ontem Biden já havia assinado decreto que obriga funcionários do governo federal a usarem máscaras no local de trabalho.iden voltou a dizer que “as coisas vão piorar antes de melhorar”, e que o país deve alcançar 500 000 mortes por Covid-19 em fevereiro. “Ainda estamos em um inverno escuro desta pandemia (…) Ainda vai levar meses para chegarmos aonde queremos”.

Biden vai assinou ontem,  10 decretos como parte da estratégia de combate à pandemia, segundo a CBS.

 

PRORROGAÇÃO: Consórcio Nordeste pede a Bolsonaro prorrogação do estado de calamidade por mais 180 dias

O presidente do Consórcio Nordeste e também membro do Fórum dos Governadores, Wellington Dias (PT), solicitou a prorrogação do estado de calamidade pública no Brasil ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por mais 180 dias. O ofício foi assinado em nome dos dois colegiados.

A justificativa dos gestores estaduais é de que o estado de calamidade pública seja prorrogado pelo fato de não haver previsão da imunização de toda a população, além do aumento do número de casos confirmados, da ocupação de leitos e elevação na taxa de transmissibilidade do novo coronavírus.

“Essa iniciativa asseguraria a continuidade de ações de proteção àqueles que vivem em situação de vulnerabilidade social e que necessitam de auxílios correspondentes”, declararam os governadores no ofício.

O adiamento do estado de calamidade é importante também, segundo o Consórcio Nordeste, para o prolongamento dos auxílios financeiros pagos pelo Governo Federal. A falta deste pagamento pode causar, de acordo com Wellington Dias, um impacto negativo na economia do país e o crescimento do desemprego.

Na prática, com o reconhecimento do estado de calamidade, o governo pode aumentar o gasto público e descumprir a meta fiscal prevista para o ano.

Em março de 2020, o Senado aprovou o projeto de decreto legislativo que reconhece o estado de calamidade pública no país em razão da pandemia de coronavírus. O decreto ficou em vigor até o dia 31 de dezembro de 2020.

Em 18 de dezembro de 2020, 17 governadores enviaram um ofício ao presidente Jair Bolsonaro pedindo a prorrogação do reconhecimento do estado de calamidade pública no país por mais seis meses.

O Consórcio Nordeste também espera que a vacina russa, Sputnik V, seja aprovada para uso emergencial, proporcionando mais uma opção para a imunização no país.

Contudo, a Sputnik V ainda não aparece no quadro de análise da Anvisa. Isso acontece porque o pedido de anuência do estudo ainda está em avaliação.

G1

 

Fórum dos Servidores Públicos do RN solicita audiência com a Governadora sobre salários atrasados

 Fátima Bezerra anunciou que se reuniria com o Fórum até o fim de janeiro, mas ainda não informou data para entidades sindicais

O Fórum Estadual dos Servidores protocolou um ofício junto ao governo do Estado para cobrar a data da audiência prometida pela governadora para tratar do calendário de pagamento das folhas salariais em atrasado, conforme Fátima Bezerra anunciou na última reunião que teve com os representantes sindicais, de maneira remota, no dia 13 deste mês. Desta forma, o Fórum aguarda o convite para se reunir com a governadora, Gabinete Civil e secretários da área econômica do governo para debater a continuidade do pagamento dos salários atrasados dos servidores públicos do Estado do Rio Grande do Norte.

 Fórum dos Servidores vai à governadora

Diante da proximidade do fim do prazo prometido pela governadora, e a urgência para resolução das folhas em atraso pelo Estado, o Fórum Estadual dos Servidores irá exigir a audiência pessoalmente no Gabinete Civil, no próximo dia 26 de janeiro, caso o retorno com a data da reunião não aconteça até a segunda-feira, dia 25.

 Saiba mais:

OFICIO GOVERNADORA SOLICITACAO AUDIENCIA EM 21 01 2021.pdf

RN: Calendário de vencimentos do IPVA 2021 começa em março

 

Os vencimentos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2021 têm início no mês de março. Os donos de veículos devem ficar atentos ao calendário, que já começa no dia 12 para os veículos de placas com final 1 e 2.

O prazo serve tanto para quem pretende pagar a cota única, que dá um desconto de 5% no valor total do tributo, ou para aqueles que optam pelo parcelamento. 

Nesse último caso, a primeira parcela vence no mesmo dia. Como o carnê não é mais enviado às residências dos contribuintes, o proprietário pode gerar o boleto a qualquer momento via site do Detran-RN (www.detran.rn.gov.br). Usuários do aplicativo Nota Potiguar que destinaram os pontos ao longo de 2020 terão descontos de até 10% no valor integral do imposto a ser recolhido este ano.

Para gerar o boleto pelo portal do Detran-RN, o contribuinte deve proceder da seguinte forma: após acessar o portal www.detran.rn.gov.br, o próximo passo é clicar na opção ‘consulta de veículos e boletos’. Logo após, informar a placa do veículo e o Renavam, sem pontos nem hífens. Por último, escolher a geração de guia. 

Para gerar o boleto pelo app Nota Potiguar, basta abrir o app e na tela inicial escolher a opção ‘IPVA’. Caso o contribuinte opte por parcelar, é possível efetuar o pagamento em até cinco meses. O calendário de vencimento vai até junho. Para conferir as datas para cada final de placa, basta acessar o site da Secretaria Estadual de Tributação (www.set.rn.gov.br) e clicar no item IPVA. 

Em todo o Estado, são aproximadamente 530 mil veículos que estão aptos a pagar o IPVA em 2021. A expectativa do Governo do Estado é arrecadar este ano com o imposto cerca de R$ 393 milhões com este tributo.  Os descontos disponibilizados pela Nota Potiguar significam uma renúncia fiscal de mais de R$ 2,5 milhões, beneficiando 30.201 mil veículos.

21 janeiro 2021

Vacinação em Olho D'água do Borges: Enfermeira Ana Laíze Sales foi a primeira a ser vacinada, haja vista trabalhar no Centro de Combate à Covid-19

 
Um dia histórico! Na manhã de quarta-feira, 20, iniciou a vacinação contra o novo coronavírus no município de Olho D’Água do Borges.

A primeira profissional a ser vacinada, foi a enfermeira, Ana Laíze Sales, que atua no Centro de combate à Covid-19,  e foi ainda  a primeira profissional infectada na cidade. “Um momento que guardarei a minha vida inteira. Só Deus e minha família sabe a angústia que passei. Senti a doença na pele e o preconceito. Mas Deus nunca me abandonou e quando curada, me fortaleci ainda mais para ajudar aos meus conterrâneos. Foi o juramento que fiz. Cuidar de vidas", afirmou muito emocionada,  Ana Laíze.

Por volta das 16h00min o município bateu a meta de vacinar os profissionais da saúde com as primeiras 83 doses, sendo eles: equipe PSF, NASF, agentes de saúde e de endemias, Centro COVID-19, Hospital, Farmácia e UBSs.

Com informações da Assecom

EUA GANHAM PRESIDENTE DEMOCRATA: “Serei o presidente de todos os americanos”, diz Joe Biden ao tomar posse como presidente dos Estados Unidos

Da Agência Brasil

Joe Biden assumiu nesta quarta-feira (20) como o 46º presidente dos Estados Unidos em uma cerimônia com limitações provocadas pela pandemia de covid-19 e com forte esquema de segurança, após o ataque ao Capitólio no início do mês. A chapa democrata composta por ele a vice-presidente, Kamala Harris, obteve os votos de 306 delegados contra 232 de Donald Trump.

Com a mão em uma Bíblia de 12,7 centímetros de espessura que está em sua família há 128 anos, Biden recitou as 35 palavras do juramento de “preservar, proteger e defender a Constituição” em uma cerimônia conduzida pelo juiz-chefe da Suprema Corte, John G. Roberts Jr., concluindo o processo às 11h49 (horário de Washington), 11 minutos antes de a presidência formalmente mudar de mãos.

Biden chega à presidência com a missão de unificar os Estados Unidos. Em tom conciliador, repetiu em vários momentos de seu discurso de posse que será o presidente de “todos os americanos”, “tanto para os que votaram em mim quanto para os que não votaram”.

“Hoje é o dia da democracia”, disse Biden ao iniciar seu discurso. “A política não precisa ser fogo que queima e destrói tudo em seu caminho”, afirmou. “Nós precisamos ser diferentes disso. Nós precisamos ser melhores que isso”, completou.

Em seu discurso, ressaltou os efeitos do novo coronavírus, que provocou morte de centenas de milhares de americanos e afetou a economia, e as mudanças climáticas como desafios da sua administração. Biden ressaltou ainda que é momento de união para enfrentar inimigos como raiva, ódio, extremismo, violência, doença, desemprego e desesperança.

“Superar esses desafios, restaurar a alma e garantir o futuro da América exige muito mais do que palavras e requer o mais elusivo de todas as coisas em uma democracia: a unidade”, argumentou Biden.

O presidente afirmou ainda que “a política não precisa ser um fogo violento, destruindo tudo em seu caminho”. “Cada desacordo não tem que ser uma causa para uma guerra total. E devemos rejeitar a cultura em que os próprios fatos são manipulados e até fabricados”, disse.

Cerimônia

A cerimônia foi marcada por uma limitação de pessoas em virtude da pandemia de covid-19, que já provocou a morte de mais de 400 mil pessoas nos Estados Unidos. Além disso, o ataque ao Capitólio no dia 6 de janeiro fez com que a prefeitura de Washington reforçasse a segurança da cidade. Na tarde ontem, 25 mil membros da Guarda Nacional aguardavam a chegada de Biden, mais que o dobro do efetivo de cerimônias passadas.

Apesar da tensão nos dias anteriores, a cerimônia aconteceu em um clima de tranquilidade. Cerca de mil pessoas compareceram ao evento. Na área onde ficariam espectadores e convidados, 200 mil bandeiras americanas foram cravadas nos gramados do local. Os ex-presidentes americanos Bill Clinton, George W. Bush e Barack Obama participaram da cerimônia. O ex vice-presidente Mike Pence também compareceu à transmissão de cargo.

Donald Trump não compareceu à transmissão de cargo. A tradição de transferência de cargo não era rompida desde que em 1869 Andrew Johnson não compareceu à posse de Ulysses Grant. Em toda história democrática americana, apenas três presidentes faltaram à transmissão de poder nos Estados Unidos: John Adams (1801), John Quincy Adams (1829) e Andrew Johnson.

A cerimônia teve apresentação de Lady Gaga, que cantou o Hino Nacional americano e a artista Jenifer Lopez cantou This is Your Land America the Beautiful, em um gesto à comunidade latina, falou em espanhol durante a música: “Liberdade e justiça para todos!”

O reverendo Silvester Beaman, da cidade de Wilmington, Delaware, deu bênção no final da cerimônia de posse de Joe Biden.

Biden não realizará o desfile até a Casa Branca, no entanto, substituído por um desfile virtual com a participação de pessoas de todo os Estados Unidos. Já o baile de posse será substituído por um especial de 90 minutos apresentado pelo ator Tom Hanks com a participação de vários artistas como Justin Timberlake, Bruce Springsteen, Bon Jovi e Demi Lovato. O evento será transmitido em vários canais, além das redes sociais.

Joe Biden

Joseph Robinette, conhecido como Joe Biden Jr. nasceu em 20 de novembro de 1942, em Scranton, no estado da Pensilvânia. O democrata é um advogado e político norte-americano, e foi vice-presidente de Barack Obama de 2009 a 2017.

Aos 78 anos, Biden obteve 81,2 milhões de votos em uma disputa acirrada, marcada pelo recorde de eleitores e a intensa polarização política. O presidente empossado assume o cargo com a missão de unificar os Estados Unidos.

Entre 1973 e 2009, Biden exerceu seis mandatos consecutivos como senador pelo estado de Delaware.

A vida de Biden foi marcada por tragédias pessoais. Em 1972 ele perdeu sua primeira esposa, Neila, e sua filha, Naomi, em um acidente de carro, no qual seus outros filhos Beau e Hunter também ficaram gravemente feridos. Biden casou-se novamente em 1977, com Jill Tracy Biden. Joe e Jill Biden têm uma filha, Ashley, nascida em 1981. Em 2015, seu filho Beau Biden morreu, aos 46 anos, em consequência de câncer no cérebro.

Kamala Harris

Senadora pela Califórnia, Kamala Harris será a primeira mulher e a primeira pessoa negra a ser vice-presidente dos Estados Unidos. No cargo, ela também acumulará a posição de presidente do senado.

Nascida em 20 de outubro de 1964, Kamala Devi Harris é formada em artes pela Universidade de Howard e em direito pela Faculdade de Direito Hastings da Universidade da Califórinia.  Kamala Harris foi eleita procuradora-geral da Califórnia em 2010, reelegendo-se em 2014. Em 2016, elegeu-se senadora pela Califórnia. A vice-presidente é casada desde 2014 com o advogado Douglas Emhoff e não tem filhos.

Com o Senado dividido igualmente entre democratas e republicanos (50 cadeiras para cada partido), Kamala Harris terá o voto decisivo em muitos momentos cruciais, já que enquanto o vice-presidente exerce o poder de desempate. Um de seus primeiros atos oficiais no cargo será dar posse aos novos senadores democratas, Rapahel Warnock, Jon Ossoff.

Biden

Foto: Patrick Semansky/Pool via Reuters

 

Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas

  Imagem: Getty Images/iStockphoto

O Ministério da Economia lançou hoje (20) o Balcão Único, um projeto que permitirá aos cidadãos abrirem uma empresa “de forma simples e automática, reduzindo o tempo e os custos para iniciar um negócio no Brasil”. A primeira cidade a aderir ao projeto foi São Paulo, que já disponibilizou o novo sistema no dia 15. A próxima cidade a oferecer a ferramenta será o Rio de Janeiro.

De acordo com o ministério, por meio de um formulário único e totalmente digital, empreendedores podem abrir empresas em apenas um dia e sem necessidade de percorrer vários órgãos públicos.

Tudo poderá ser feito no mesmo ambiente virtual: recebimento das respostas necessárias da prefeitura; registro da empresa; obtenção do número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e inscrições fiscais; desbloqueio do cadastro de contribuintes; recebimento das licenças, quando necessárias; e ainda o cadastro dos empregados que serão contratados. O Balcão Único permitirá ainda que os empreendedores possam, no momento da abertura da empresa, realizar o cadastro de empregados pelo e-Social.

Em nota, a pasta explicou que, segundo relatório do Banco Mundial, para abrir uma empresa nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo era necessário cumprir 11 procedimentos – alguns, em órgãos distintos – o que levava, em média, 17 dias e gerava um custo que representa 4,2% da renda per capita. Esses dados colocaram o Brasil na 138ª posição no quesito abertura de empresas, entre os 190 países avaliados pelo Banco Mundial.

“A transformação digital em um Balcão Único no modelo de one stop shop fará o Brasil ganhar posições no ranking mundial quanto à facilidade de fazer negócios”, disse o Ministério da Economia.

Depois de São Paulo e Rio de Janeiro, o governo federal quer expandir o sistema para todo o Brasil.

O projeto é liderado pela Receita Federal e pela Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital e foi desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Fontes: Agência Brasil

Blog do BG

Prova de vida de aposentados segue suspensa até fevereiro

ATENÇÃO! PROVA DE VIDA DO INSS

 

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que não fizeram a prova de vida entre março de 2020 e fevereiro deste ano não terão seus benefícios bloqueados.

A Portaria nº 1.266/2021, publicada nesta quarta-feira (20) no Diário Oficial da União, prorroga a interrupção do bloqueio de benefícios para as competências de janeiro e fevereiro, ou seja, para pagamentos até o fim de março.

A prorrogação vale para os beneficiários residentes no Brasil e no exterior. De acordo com a portaria, a rotina e obrigações contratuais estabelecidas entre o INSS e a rede bancária que paga os benefícios permanece e a comprovação da prova de vida deverá ser realizada normalmente pelos bancos.

Realizada todos os anos, a comprovação de vida é exigida para a manutenção do pagamento do benefício. Para isso, o segurado ou algum representante legal ou voluntário deve comparecer à instituição bancária onde saca o benefício. O procedimento, entretanto, deixou de ser exigido em março de 2020, entre as ações para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, e a medida vem sendo prorrogada desde então.

Desde agosto do ano passado, o a prova de vida também pode ser feita por meio do aplicativo Meu INSS ou pelo site do órgão por beneficiários com mais de 80 anos ou com restrições de mobilidade. A comprovação da dificuldade de locomoção exige atestado ou declaração médica. Nesse caso, todos os documentos são anexados e enviados eletronicamente.

Enem: Professores dão dicas para o segundo dia de provas

 

Resolver questões de anos anteriores, revisar conteúdos estudados durante o ano e relaxar um pouco são algumas das dicas de professores entrevistados pela Agência Brasil para os estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo (24). No segundo dia de aplicação da versão impressa do exame, os candidatos resolverão questões de matemática e de ciências da natureza. 

“Neste momento, quando se fala em exatas, a grande dica é fazer as provas anteriores. Pegar as duas últimas provas e ter calma”, diz o diretor-geral do Colégio e Curso Progressão e professor de matemática, Leonardo Chucrute. “O Enem não quer colocar pegadinha para o candidato. O que ele está cobrando é aquilo mesmo. Acredite no que a prova está pedindo, é aquilo mesmo, é o que você sabe fazer. O que falo para o candidato é, mantenha a calma, você está preparado, você estudou, acredite em você”.

Segundo Chucrute, com base na prova do último domingo (17), primeiro dia de aplicação do Enem, a expectativa é que o exame tenha menos textos longos e que os enunciados sejam mais objetivos.

“Não é o momento de querer aprender conteúdos novos, de tirar o atraso, porque isso pode gerar tensão e cansaço desnecessários nesta reta final. Importante revisar e focar nos conteúdos que mais caíram nas provas”, diz o gerente executivo de Avaliações e Conteúdo Digital do SAS e professor de química, Caê Lavor. Na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) estão disponíveis as provas e os gabaritos dos anos anteriores do Enem.

A expectativa de Lavor é que o Enem mantenha o padrão dos conteúdos das últimas edições. “Será uma prova que repete os padrões do Enem. Tanto no conteúdo quanto na abordagem de problemas e conteúdos que são relevantes para o dia a dia dos alunos, que são relevantes para o cotidiano. O Enem cobra problemas e situações práticas, conteúdos que têm aplicação no dia a dia, conteúdos muito técnicos não costumam ser cobrados”. 

Razão, proporção, porcentagem, regra de três são, segundo os professores, conteúdos recorrentemente cobrados na prova de matemática. Em biologia, o conteúdo destacado é ecologia; em física, mecânica, que envolve aceleração, velocidade e troca de energia; e, em química, físico-química, que engloba cálculo químico e aplicações práticas das reações químicas. 

Na hora da prova 

Segundo o professor e coordenador de matemática do sistema COC by Pearson, Luiz Fernando Duarte, o estudante deve começar pelas questões com as quais tem mais afinidade. “Deve começar pela situação em que se sente mais forte, com o que tiver mais facilidade, para começar com mais confiança. Deve ser aí o ponto de partida”, diz.

 “Em uma leitura cuidadosa é possível identificar as questões que podem ser resolvidas mais rapidamente. Isso significa fazer um bom número de questões e ter mais tempo para fazer questões com exigência maior”, orienta. Segundo Duarte, um tempo médio para a resolução das questões é de três minutos para cada. Uma técnica recomendada é que os candidatos leiam com atenção os enunciados, que grifem as partes mais importantes, que podem ajudar na resolução. 

Ao todo, os estudantes terão cinco horas para resolver 90 questões. “Tivemos o caso de um aluno, ainda que ele estava fazendo a prova apenas como treineiro, que passou cerca de 30 minutos em uma questão e não conseguiu concluir a prova. Deixou de resolver questões elementares que só de passar o olho conseguiria resolver”, conta o professor de matemática do Centro de Educação de Tempo Integral (CETI) Augustinho Brandão, de Cocal dos Alves (PI), Raimundo Alves de Brito. “O estudante tem que saber identificar aquelas questões que certamente consegue resolver”, acrescenta. 

Respirar 

Em um ano atípico como o ano letivo de 2020, com a suspensão das aulas presenciais por causa da pandemia do novo coronavírus e, agora, com a realização do exame com uma série de medidas de biossegurança, os estudantes enfrentam uma ansiedade ainda maior. “A gente nem sabe como pedir, está todo mundo muito agitado, mas eu pediria calma. A prova está difícil para todo mundo, a situação é essa para todo mundo. É preciso calma e concentração para fazer a prova”, recomenda Brito.

Ele conta que enfrentou uma série de dificuldades ao longo do ano, com internet escassa no município, por vezes, estudantes não conseguiam sequer acessar um vídeo de três minutos. “Foi muito difícil, foi um ano horrível. A gente conseguiu mais ou menos cumprir a carga horária, mas as aulas ficam muito deficitárias. Estamos esgotados. A gente consegue sentir que não funcionou como a gente queria”, diz o professor. 

Lavor concorda. “É um momento de manter a calma. Sei que é difícil. Muitas vezes, o estudo desenfreado e a busca de conhecimento agora criam tensão. Estudar poucas coisas, manter a calma e pensar que este momento vai ser importante para que sejam definidos os próximos passos, a universidade, mas este momento não define quem a gente é”, diz. 

Ele chama a atenção para algo fundamental: a respiração. Uma dica é toda vez que o estudante se perceber nervoso, notar a respiração acelerada, parar e apenas respirar, até que ela desacelere. “Identificar a respiração pode ajudar a ter mais atenção plena. A estar presente no momento. Escutar o barulho da respiração por dez segundos”. 

Enem 2020 

O Enem começou a ser aplicado no último domingo (17) e segue no próximo (24). No primeiro dia de aplicação, o exame teve abstenção recorde de 51,5%. Do total de 5.523.029 inscritos para a versão impressa do Enem, 2.842.332 faltaram às provas. Nesta edição, o Enem terá uma versão impressa e uma digital, realizada de forma piloto para 96 mil candidatos, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

As medidas de segurança adotadas em relação à pandemia do novo coronavírus serão as mesmas tanto no Enem impresso quanto no digital. Haverá, por exemplo, um número reduzido de estudantes por sala, para garantir o distanciamento entre os participantes. Durante todo o tempo de realização da prova, os candidatos estarão obrigados a usar máscaras de proteção da forma correta, tapando o nariz e a boca, sob pena de serem eliminados do exame. Além disso, o álcool em gel estará disponível em todos os locais de aplicação.

Os candidatos que tiverem sintomas de covid-19 e de outras doenças infectocontagiosas não devem comparecer aos locais de prova. Devem comunicar ao Inep pela Página do Participante. Esses candidatos terão direito à reaplicação, nos dias 23 e 24 de fevereiro. 

Agência Brasil

Vacina Covid-19: Ministério Público do RN vai apurar casos de “fura fila” na vacinação

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) irá apurar todos os casos de fura fila na campanha de vacinação contra a Covid-19. De acordo com a Secretaria Estadual de saúde Pública (Sesap), a primeira fase da vacinação no Estado contempla apenas profissionais de saúde que estejam na linha de frente de combate ao coronavírus e ainda idosos residentes em instituições de longa permanência. Alguns planos municipais autorizam a vacinação de outros grupos de pessoas, o que será observado de forma individualizada pelo MPRN.

Os casos de pessoas que receberam a vacinação mesmo sem se enquadrarem serão analisados individualmente para se investigar se houve o cometimento de crime ou ato de improbidade.

O MPRN disponibiliza o Disque Denúncia 127 para o recebimento de denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

 

20 janeiro 2021

TV TROPICAL AFILIADA DA TV RECORD EM OLHO D'ÁGUA DO BORGES: Programa 'Roleo' do apresentador Leo Souza promove ENCONTRO DE SANFONEIROS olhodaguenses no 'Rancho 13 de maio'

Da esquerda para direita: Pipiu, Rômulo Sales, Giannini, João Paulo, Raiogenes Cortez, Boy do Arrocha e Severo Músico.

Da esquerda para direita: Severo, Rômulo Sales, Gleídson 13 de maio, Giannini Alencar, João Paulo e Raiogenes Cortez. Por trás em pé: Boy do Arrocha e Pipiu

Da Direita para Esquerda: Severo, Rômulo Sales, Empresário Gleídson 13 de maio, Giannini Alencar, João Paulo, Professora Isabela (UEPB) e Raiogenes Cortez. Por trás em pé: Pipiu  e Boy do Arrocha, ex-Zezo. 

Sanfoneiros honraram nosso município com uma belíssima apresentação.

Da parte do município, a Prefeitura Municipal e a Secretaria de Turismo se sentem  regozijadas com a presença de todos os artistas da terrinha que compareceram ao Encontro.

Vocês merecem muito mais.

Esperamos tê-los sempre aqui, se Deus permitir e a Vacina chegar para todos.

Agradecemos também a Produção do Programa "Roleo", TV Tropical Natal, afiliada da Record TV. 

Finalmente o nosso muito obrigado ao Rancho 13 de maio que cedeu o espaço com muita gentileza, na pessoa do empresário Gleídson Tavares.

  

 

DUREZA NO COMBATE AO CORONAVÍRUS: Prefeita de Serrinha dos Pintos decreta toque de recolher e proíbe até banho de açude para conter avanço da Covid-19

A Prefeitura de Serrinha dos Pintos, município localizado na região do Alto Oeste Potiguar, decidiu adotar uma medida drástica para conter o aumento no número de casos de Covid-19, a infecção provocada pelo novo coronavírus. A prefeita da cidade, Bárbara Teixeira (Progressistas), decretou uma espécie de toque de recolher pelas próximas duas semanas.

De acordo com o decreto, publicado nesta segunda-feira 18 no Diário Oficial dos Municípios, a circulação de pessoas pela cidade está proibida entre 22h e 4h. Quem for flagrado circulando na rua durante a madrugada terá de apresentar justificativa. Não está especificada a eventual punição em caso de descumprimento.

Ao editar o decreto, a prefeita Bárbara Teixeira disse que adotou a medida drástica considerando “a necessidade de controle da disseminação” do novo coronavírus.

Além do toque de recolher, a prefeita de Serrinha dos Pintos proibiu a abertura de bares, restaurantes e lanchonetes e a realização de qualquer tipo de festa que resulte em aglomerações, independente do horário. Até banhos em açudes estão proibidos, assim como a abertura de campos de futebol.

No decreto, a prefeita determina também que supermercados deverão operar com 50% da capacidade, além de adotarem medidas preventivas, como disponibilização de álcool em gel para funcionários e clientes e exigência do uso de máscaras.

AGORA RN

 

UERN: Governo do RN destaca importância da Instituição na capacitação dos profissionais da saúde no enfrentamento à pandemia

O Rio Grande do Norte viveu um momento histórico nesta terça-feira, 19 de janeiro de 2021. A tão esperada vacina contra a Covid-19 chegou ao estado, dando início ao processo de vacinação dos potiguares. Um ato de esperança de que o fim da pandemia está próximo.

Coube à professora do curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) Campus Caicó, Maura Sobreira, aplicar a primeira dose da vacina ministrada em solo potiguar. A escolhida para receber a primeira dose foi a servidora técnica em enfermagem do Hospital Giselda Trigueiro, Graça Pereira. O ato aconteceu durante a solenidade de lançamento da campanha de vacinação contra a Covid-19 no RN, realizada na Escola de Governo, em Natal.

Maura Sobreira é secretária adjunta de Saúde do Estado e destacou a importância da parceria com a Uern e a UFRN no enfrentamento da pandemia, ressaltando que essas instituições “estão fazendo a diferença no enfrentamento da pandemia”. A secretária também citou o curso de capacitação dos profissionais da saúde, realizado em parceria com as duas universidades. “Hoje o Rio Grande do Norte está realizando capacitação dos profissionais da saúde para atuarem na vacinação em todo o Brasil. Ontem já disponibilizamos o programa desenvolvido através da parceria da Sesap (Secretaria do Estado de Saúde Pública), em parceria com a Uern e a UFRN, e já recebi o feedback de pessoas do sul do país dizendo que já começou o curso  que o RN desenvolveu e que está passando de forma acessível para todo o país. Isso é compromisso, isso é trabalho, isso é responsabilidade”, afirmou Maura Sobreira.

Foto: Elisa Elsie/AsscomRN

A reitora em exercício profª drª Fátima Raquel Morais participou do evento de lançamento da campanha de vacinação no Rio Grande do Norte. “Para nós é uma grande alegria acompanhar este momento, que traz tanto significado e esperança para todos nós. Parabenizo a governadora Fátima Bezerra e toda a sua equipe pelas ações realizadas no enfrentamento à pandemia, em especial, à nossa professora Maura Sobreira, que tem sido referência de eficiência e competência em saúde pública no Rio Grande do Norte”, afirmou Fátima Raquel Morais.

Em seu discurso, a governadora Fátima Bezerra agradeceu a todos os envolvidos no enfrentamento à pandemia, fazendo um agradecimento especial às universidades. Ela também falou sobre a simbologia do início da vacinação contra a Covid-19 no RN. “Este momento significa a vitória da esperança, a vitória da ciência, a vitória da vida contra o negacionismo. Continuaremos trabalhando com toda seriedade. Não descansaremos até termos toda a população do Rio Grande do Norte vacinada. Vamos saudar a ciência, a saúde e todos que têm se dedicado, dando o melhor de suas vidas, para cuidar do povo do Rio Grande do Norte e vencermos essa pandemia. Gratidão! Gratidão!”, afirmou a governadora Fátima Bezerra.

Na solenidade foram vacinados oito profissionais da saúde que estão atuando na linha de frente do enfrentamento à Covid 19, nos municípios de Natal, Parnamirim, Macaíba, São Gonçalo do Amarante, Extremoz e Ceará-Mirim.

Capacitação de Vacinadores – A Uern, juntamente com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN), é uma das parceiras da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP/RN) na capacitação aos vacinadores que atuarão nas 711 salas de vacinação espalhadas pelo Estado.

O conteúdo dessa capacitação é restrito aos profissionais da Saúde e está disponível na plataforma Avasus (https://avasus.ufrn.br/local/avasplugin/cursos/curso.php?id=478). A expectativa é que no RN sejam capacitados inicialmente 2.133 profissionais.

O objetivo da capacitação é atualizar esses profissionais de saúde sobre as rotinas, organização, materiais a serem utilizados e, especialmente, a forma correta de aplicação do imunizante.

A capacitação é composta por oito unidades: aspectos gerais da vacinação, estruturação da sala de vacinação, biossegurança nas salas de vacina, rotinas de salas de vacinas, aspectos operacionais da administração da vacina contra a Covid-19, segurança do paciente na vacinação contra a Covid-19, registros e impressos utilizados nas salas de vacina e gerenciamento de resíduos nas salas de vacina.

Com a colaboração de Iuska Freire.

 

VÍRUS NÃO É DE BRINCADEIRA: Mulher reinfectada por nova cepa do coronavírus tinha anticorpos

O 1º caso de reinfecção de covid-19 na região Norte foi diagnosticado em uma mulher que, segundo exames, apresentava anticorpos contra a doença dias antes de ser contaminada pela 2ª vez. É o que aponta artigo científico produzido por pesquisadores brasileiros e publicado no Virologist.Org, fórum internacional de discussões sobre epidemiologia. O estudo foi coordenado por Felipe Naveca, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) Amazônia.

A mulher de 29 anos reinfectada pela nova variante do coronavírus foi diagnosticada com covid-19 pela 1ª vez em março. O 2º resultado positivo foi em dezembro, quando os exames apontaram contaminação pela nova cepa que teve origem no Amazonas. De acordo com o pesquisador, ela havia apresentado anticorpos em exame realizado em teste rápido poucos dias antes do 2º diagnóstico.

“Era uma pessoa sem imunocomponente, que se infectou por B.1. em março e agora pela nova variante P.1. e apresentava anticorpos detectáveis em teste rápido dias antes de ter se reinfectado”, afirmou Naveca, em entrevista ao portal UOL. “Não sabemos ainda se isso representa que a nova variante escapa mesmo da resposta imune, até por ser o 1º caso, mas mostra que novos estudos precisam ser feitos”, disse.

O caso indicaria que existe possibilidade de que uma pessoa que se infectou com a doença e adquiriu resposta imune não esteja livre de ser contaminada, segundo o pesquisador da Fiocruz. Ele, no entanto, afirma que não é possível fazer tal afirmação a partir de apenas 1 caso. “Pode ser isso, mas não dá para ter certeza só com esse caso. E também não se sabe se não foi por conta do tempo da 1ª para a 2ª exposição”, declarou

O artigo aponta que “estudos urgentes são necessários” para confirmar a hipótese de que novas variações do coronavírus podem contaminar pessoas imunizadas. “Estudos urgentes são necessários para determinar se a reinfecção com linhagens emergentes que abrigam a mutação é um fenômeno generalizado ou está limitado a alguns casos esporádicos”, escreveram os cientistas.

PODER360

 

MEC divulga selecionados na primeira chamada do Prouni 2021

 

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, hoje (19), a relação dos candidatos aprovados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) de 2021.

Os selecionados terão até o dia 27 de janeiro para comprovar as informações prestadas na inscrição. O resultado da segunda chamada será divulgado em 1º de fevereiro. A lista está disponível no site.

Neste ano, o programa oferece bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todos os estados e no Distrito Federal. Só para cursos na modalidade de educação a distância, a oferta é de 52.839 bolsas. No total, mais de 162 mil bolsas estão sendo ofertadas nesta edição do Prouni.

Critérios
Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.650) por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa (R$ 3.300).

É necessário também que o interessado tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e, nesse caso não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

É preciso ainda que o candidato tenha feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação. 

Neste ano, excepcionalmente, os interessados serão selecionados de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia da covid-19 e apenas o primeiro dia de provas foi realizado.

Os candidatos não convocados nas duas primeiras chamadas devem manifestar interesse em continuar no processo seletivo entre os dias 18 e 19 de fevereiro. A lista de espera estará disponível para consulta em 22 de fevereiro.

Clique aqui para conferir a listaEducaçãoProuniMinistério de Educação e Cultura (MEC)

Depois de iludir idosos com a notícia da vacina, Ministério da Saúde exclui quem tem acima de 75 anos da 1ª lista de prioridades

O Ministério da Saúde retirou os idosos com mais de 75 anos da 1ª fase de vacinação.

Quem se preparava para sair de casa e se vacinar nesta quarta-feira, tire o cavalinho da chuva e fique em casa.

Agora, vão receber as primeiras 6 milhões de doses idosos com mais de 60 anos em casas de repouso, pessoas com deficiência, profissionais da saúde e indígenas, de acordo com informe técnico divulgado nesta segunda-feira (18).

Até ontem os idosos com mais de 75 anos constavam como prioridade no Plano Nacional de Imunização, mas o Ministério mudou a lista de prioridades.

 

Brasil precisaria ter 30 milhões de doses para concluir 1º fase de vacinação

O pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Júlio Croda afirmou, em entrevista à CNN, que, para que se conclua a primeira fase da vacinação contra a Covid-19, no Brasil, serão necessários 30 milhões de doses de imunizantes. “Para essa primeira fase, a gente teria que vacinar, além da população indígena, pessoas que vivem em asilos e casas de apoio, profissionais de saúde e pessoas acima de 75 anos. Nós só vamos vacinar, com esses seis milhões de doses, 34% dos trabalhadores de saúde que estão na linha de frente”, diz.

“E nesse momento de crise, se a gente não inicia [a vacinação no] grupo de risco, idosos e em pessoas com comorbidade, não vamos ter controle sobre a pressão nos serviços de saúde.”

“Para a primeira fase, que dura um mês, nós teríamos que ter 30 milhões de doses. Temos perto de 30% de previsão dessas doses, juntando os 4,8 milhões de doses que o Butantan está guardando”, completa.

A grande preocupação de Croda é que o Brasil tenha que interromper o cronograma de imunização, em algum momento, por falta de vacina. “Isso gera um prejuízo muito grande, em termos de vida, pressão sob o sistema de saúde e comunicação também.”

Mais cedo, o coordenador do Centro de Contingência da Covid-19 no estado de São Paulo, João Gabbardo, manifestou o mesmo receio do pesquisador da Fiocruz. Gabbardo afirmou que, em algum momento, a vacinação contra o novo coronavírus terá de ser reduzida, e até mesmo paralisada, por falta de doses no país.

“O processo de vacinação não vai ser contínuo. O Brasil tem condições de vacinar dois, três milhões de pessoas por dia. Nós temos aí 6 milhões de doses, isso seria suficiente para vacinar em três dias de uma forma plena, com todas as unidades de saúde funcionando. É muito pouco”, disse.

“A população vai ter que estar preparada para isso. Os gestores, secretários de Saúde e governadores vão ter que estar preparados para isso. Nós vamos começar e, em alguns momentos, a vacinação vai ter que ser paralisada ou reduzida aguardando a chegada de novas doses. É certo que vai acontecer isso”, afirmou Gabbardo.

CNN BRASIL

 

Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas

 Imagem: Getty Images/iStockphoto

O Ministério da Economia lançou hoje (20) o Balcão Único, um projeto que permitirá aos cidadãos abrirem uma empresa “de forma simples e automática, reduzindo o tempo e os custos para iniciar um negócio no Brasil”. A primeira cidade a aderir ao projeto foi São Paulo, que já disponibilizou o novo sistema no dia 15. A próxima cidade a oferecer a ferramenta será o Rio de Janeiro.

De acordo com o ministério, por meio de um formulário único e totalmente digital, empreendedores podem abrir empresas em apenas um dia e sem necessidade de percorrer vários órgãos públicos.

Tudo poderá ser feito no mesmo ambiente virtual: recebimento das respostas necessárias da prefeitura; registro da empresa; obtenção do número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e inscrições fiscais; desbloqueio do cadastro de contribuintes; recebimento das licenças, quando necessárias; e ainda o cadastro dos empregados que serão contratados. O Balcão Único permitirá ainda que os empreendedores possam, no momento da abertura da empresa, realizar o cadastro de empregados pelo e-Social.

Em nota, a pasta explicou que, segundo relatório do Banco Mundial, para abrir uma empresa nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo era necessário cumprir 11 procedimentos – alguns, em órgãos distintos – o que levava, em média, 17 dias e gerava um custo que representa 4,2% da renda per capita. Esses dados colocaram o Brasil na 138ª posição no quesito abertura de empresas, entre os 190 países avaliados pelo Banco Mundial.

“A transformação digital em um Balcão Único no modelo de one stop shop fará o Brasil ganhar posições no ranking mundial quanto à facilidade de fazer negócios”, disse o Ministério da Economia.

Depois de São Paulo e Rio de Janeiro, o governo federal quer expandir o sistema para todo o Brasil.

O projeto é liderado pela Receita Federal e pela Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital e foi desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Agência Brasil

19 janeiro 2021

MUNICÍPIO DE OLHO D’ÁGUA DO BORGES ESTÁ PREPARADO PARA RECEBER A VACINA E IMUNIZAR A POPULAÇÃO CONTRA O CORONAVÍRUS.




 

A Prefeitura Municipal de Olho D’Água do Borges por meio da Secretaria Municipal de Saúde está preparada para receber as doses da Vacina contra o novo Coronavírus.

A Secretaria Municipal de Saúde se reuniu na tarde desta segunda-feira, 18, para definir os ajustes finais e traçar a logística e orientações sobre a vacinação, que deve seguir normas recomendadas pelo Ministério da Saúde e iniciar nesta quarta-feira, 20. A equipe de saúde está pronta, com profissionais capacitados, com uma sala de vacinação super estruturada, com computador e internet, para acesso ao cadastramento da vacinação, insumos e epis, e uma central de imuno-derivados, adequada para armazenamento da vacina, coronavac. O município vai receber nessa primeira remessa, 83 doses enviadas pelo governo federal através do Instituto Butatan.

A Prefeita Maria Helena Leite de Queiroga, a Secretária de Saúde, Keyla Queiroga e o coordenador de vacinação, Dilberto Barros, acompanharam in loco toda a estrutura para que em breve seja iniciada a vacinação, que seguirá fases pré-estabelecidas pela OMS, a iniciar pela equipe de linha de frente; médicos, enfermeiros e técnicos.

Governo do RN Cria Cartão de Vacinação Digital. Faça já o Seu


 Clique AQUI  e Faça o Seu Cartão de Vacinação Digital

Vacinas chegaram ao Rio Grande do Norte na madrugada de hoje

Desembarcou nesta madrugada o voo da Azul trazendo para o Rio Grande do Norte o primeiro carregamento de vacinas contra covid.

O avião, com as 82.440 doses da Coronavac, pousou por volta de 1h40 e a carga seguiu para a Unicat para serem armazenadas. Este primeiro lote vai atender 39.258 pessoas, que tomarão duas doses.




Este primeiro lote vai atender 39.258 pessoas, que tomarão duas doses.

 

O POVO AGRADECE: Ato simbólico para início da vacinação no RN ocorrerá nesta terça-feira

 

Após quase um ano de pandemia e mais de 3 mil mortes provocadas pela covid-19 no Rio Grande do Norte, os potiguares poderão finalmente ser imunizados contra a doença.

O Governo do Estado agendou para às 10h desta terça-feira (19) o ato simbólico de início da vacinação no território do RN, com local a ser divulgado em breve. 

As 82 mil doses da vacina que saíram de São Paulo no fim da manhã desta segunda-feira (18) em direção ao RN têm previsão de chegada entre o final da noite de hoje e a madrugada desta terça-feira (19). Devido a questões de logística do Ministério da Saúde, os voos sofreram um atraso, prolongando o horário estipulado de chegada das vacinas nos estados. A governadora Fátima Bezerra esteve na capital paulista, juntamente com os demais governadores, para receber oficialmente os lotes. “É um momento muito emocionante. A largada está sendo dada”, afirmou a gestora.

Apesar de confirmar a ação simbólica, a campanha só deve começar oficialmente na quarta-feira (20), conforme já havia sido anunciado na semana passada. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap), essas primeiras doses serão utilizadas para vacinar os grupos prioritários compostos por profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate à pandemia e idosos residentes em Instituições de Longa Permanência. 

O secretário de Saúde, Cipriano Maia, informou que “a expectativa é receber novas doses a cada 10 dias se for mantida a programação de produção das doses” para garantir a imunização das outras parcelas da população. Ele ainda chamou a atenção para a necessidade de, mesmo com o início da vacina, se manter as medidas de prevenção à covid-19, como o distanciamento social, o uso de máscara e higienização pessoal. Além disso, ele pediu respeito à vida do próximo. “A chegada da vacina não garante ainda a imunidade coletiva. Produzir a imunidade leva algumas semanas e nós estamos numa situação de pico. Não podemos mais perder irmãos, pessoas para a covid-19. Vamos evitar eventos, aglomerações. Vamos respeitar a vida das pessoas”, concluiu.

Logística

Assim que desembarcarem em solo potiguar, as vacinas serão recebidas pela Polícia Federal. Em seguida, na saída do aeroporto, a escolta será feita pela Polícia Rodoviária Federal até a sede da Unicat, em Natal. Ao passar para as mãos do Estado, a guarda da vacina será de responsabilidade da Polícia Militar.

Com as doses em mãos, o Governo do RN fará a distribuição dos imunizantes para as sete centrais de saúde do estado: Além de Natal, receberão as vacinas as regionais de Mossoró, Pau dos Ferros, Caicó, Santa Cruz, João Câmara e São José de Mipibu. A partir das centrais, as vacinas serão distribuídas para todos os municípios potiguares.

Saiba como se cadastrar no sistema ‘RN Mais Vacina’

Atualmente, o Rio Grande do Norte possui 900 mil seringas em estoque e mais dois milhões adquiridas e destinadas especificamente à vacinação contra a Covid-19. Sendo que as que o Estado possui em estoque serão usadas na primeira fase da vacinação e o restante nas demais etapas. “Estoque de seringas não será problema, principalmente porque vamos vacinar em fases progressivas. O estoque é suficiente para vacinar a população de acordo com as doses disponíveis”, garantiu o secretário de Saúde. 

Além disso, o Estado conta com um ultrafreezer, sete câmaras frias de mil litros, 18 câmaras frias de mil litros (três para cada regional); no Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais são duas câmaras frias de mil litros, uma câmara fria de 340 a 400 litros, além de 28 Câmaras frias de 340 a 400 litros distribuídas em quatro municípios (quatro em São Gonçalo do Amarante, quatro em Parnamirim, oito em Mossoró e 12 em Natal); possui ainda oito câmaras frias de mil litros: duas para cada município descrito anteriormente. Em parceria com a UFRN, são sete ultrafreezer para armazenamento das vacinas.

O Governo também firmou uma parceria com a Cosern Neonergia para aquisição de 95 refrigeradores científicos a serem distribuídos entre municípios potiguares para armazenamento das vacinas. Além disso, a empresa doou dois refrigeradores à Sesap com capacidade de 280 litros e 420 litros respectivamente, suficientes para armazenar cerca de 18 mil doses de 0,5 ml. A contribuição faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE), regulado pela Agência Nacional de Eficiência Energética (Aneel).

Primeiro lote da Coronavac vai vacinar só 0,5% dos idosos e 34% dos profissionais de saúde


Foto: Sinovac/Divulgação

O lote inicial de 6 milhões de doses da Coronavac que teve seu uso emergencial aprovado no domingo, 17, e começou a ser distribuído nesta segunda-feira, 18, será suficiente para a vacinação de apenas 0,5% dos idosos brasileiros e 34% dos profissionais de saúde do País, como mostra uma planilha do Ministério da Saúde com a divisão dos imunizantes por Estado e grupo prioritário. Não há previsão de data para o recebimento de mais doses.

Embora todos os idosos e trabalhadores da saúde do País sejam considerados população-alvo da imunização nas duas primeiras fases da campanha, o número limitado de doses disponíveis no momento obrigou o ministério a priorizar indivíduos com mais risco.

A pasta optou por priorizar idosos que vivem em instituições de longa permanência, grupo estimado em 156,8 mil pessoas e que equivale a 0,5% dos cerca de 29 milhões de idosos brasileiros, segundo estimativa do próprio ministério na versão do plano de imunização apresentado ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Já no caso dos profissionais de saúde, serão priorizados trabalhadores que atuem na linha de frente de combate à covid-19, tanto nos hospitais quanto em postos de saúde. Também serão vacinados funcionários das instituições de longa permanência de idosos e servidores que farão a vacinação da população, conforme informe técnico concluído nesta segunda, 18, pelo ministério e obtido pelo Estadão.

Os três primeiros grupos somam pouco mais de 2,2 milhões de pessoas, o equivalente a 34% dos mais de 5 milhões de profissionais da saúde do País, de acordo com estimativas do ministério.

“Diante das doses disponíveis para distribuição inicial às UF e a estimativa populacional dos trabalhadores de saúde, será necessária uma ordem de priorização desse estrato populacional”, diz o documento.

“Assim, recomenda-se a seguinte ordem para vacinação dos trabalhadores da saúde conforme disponibilidade de doses, sendo facultado a Estados e Municípios a possibilidade de adequar a priorização conforme a realidade local: equipes de vacinação que estiverem inicialmente envolvidas na vacinação dos grupos elencados para as seis milhões de doses; trabalhadores das instituições de longa permanência de idosos e de residências inclusivas (serviço de acolhimento institucional em residência inclusiva para jovens e adultos com deficiência); trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados, tanto da urgência quanto da atenção básica, envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de covid-19; demais trabalhadores de saúde”, detalha o informe.

Além dos 156,8 mil idosos institucionalizados e 2,2 milhões de profissionais de saúde, serão vacinados com esse primeiro lote da Coronavac 431,9 mil indígenas e 6,4 mil pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência.

Outro fator que restringe ainda mais o número de aplicações é a necessidade de reserva da segunda dose para os imunizados e as perdas técnicas de doses, estimadas em 5% a 10%. Com isso, o primeiro lote entregue pelo Instituto Butantã imunizará cerca de 2,8 milhões de brasileiros.

Essa divisão foi proposta pelo Ministério da Saúde, mas os Estados têm autonomia para definir suas próprias estratégias, contanto que sigam as diretrizes federais sobre os grupos prioritários.

Presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e titular da pasta no Maranhão, Carlos Lula diz acreditar que os Estados vão seguir, em sua maioria, a sugestão do ministério de como usar as primeiras doses.

Embora alguns especialistas e gestores tenham levantado a possibilidade de vacinar 6 milhões de pessoas com as primeiras doses e usar uma próxima remessa para administrar a segunda dose nesse mesmo grupo, Lula argumenta que essa seria uma estratégia arriscada e que ela não deve ser seguida pelos Estados e municípios.

“A eficácia da Coronavac é depois da segunda dose, então temos que fazer a reserva para, caso a gente não receba uma nova remessa em três semanas, termos condições de dar a segunda dose aos primeiros vacinados e garantir a imunidade. Se não fizermos isso, corremos o risco de perder o efeito da primeira dose”, diz ele.

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) estabeleceu como 21 dias o intervalo entre as doses, podendo esse prazo ser esticado para até 28 dias. Se a segunda dose for dada após esse período, não há como garantir que o imunizante terá efeito.

Lula estima que o primeiro lote seja esgotado em apenas uma semana e diz não haver garantias de que, ao término desses 6 milhões de doses, o País já tenha recebido uma nova remessa. “O ministério nos disse que deve chegar nesta semana um lote da vacina de Oxford, mas não sabemos de onde nem quantas”, informou.

O ministério apostava na importação de 2 milhões de doses prontas da vacina de Oxford/AstraZeneca da Índia na semana passada, mas o envio foi barrado pelo governo indiano, que não deu data para que a encomenda tenha o despacho liberado. Além das doses prontas, o governo tem contrato para receber o ingrediente ativo do imunizante e produzi-lo nacionalmente na Fiocruz, mas também não há data para a chegada dos primeiros insumos.

O Butantã, por sua vez, já tem em solo brasileiro matéria-prima para fabricar outras 4,8 milhões de doses da Coronavac, e aguarda liberação do governo chinês para que a Sinovac possa enviar mais insumos que permitirão novas entregas a partir de fevereiro. A promessa é fornecer 46 milhões de doses até abril/maio.

Estadão Conteúdo

 

RN: Sindicaato protocola ofícios cobrando informações sobre arrecadação previdenciária da folha de pagamento dos servidores

 

O Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do RN protocolou ofícios cobrando à governadora, secretária de Administração, secretário de Planejamento e Presidente do Ipern, quanto foi a arrecadação previdenciária da folha de pagamento dos servidores do RN nos meses de dezembro de 2020 e janeiro de 2021. Além disso, o SINSP vai exigir que o dinheiro arrecadado seja utilizado para pagar parte dos salários atrasados dos funcionários, já que o recurso extra não era esperado pelo governo e pode ser utilizado para quitar uma parcela da dívida do Estado.

SINSP vai exigir utilização de recurso para pagamento de salários atrasados

Na próxima reunião com o governo, no fim de janeiro, o SINSP vai cobrar o compromisso do Estado para que todo o valor arrecadado com o desconto na contribuição dos servidores seja voltado para diminuir a dívida com eles próprios. O valor poderá ser somado a outros recursos extras como os vindos da Lei 173/2020, do Super Refis, do Plano Mansueto, e da Lei Kandir.

A prioridade do governo tem que ser o pagamento dos salários atrasados, pois os servidores do Estado estão há mais de dois anos esperando uma ação desse governo. O estado esperava arrecadar pelo menos R$ 25 milhões com a reforma da previdência.

Governadora do RN recebe as primeiras vacinas que chegaram a Natal na noite de ontem

Em São Paulo, governadora Fátima Bezerra acompanhou, no começo da manhã ontem, a separação e embarque do 1º lote de vacinas Coronavac para o Rio Grande do Norte.

Os imunizantes chegaram  ao estado no final da noite de ontem.

Dr acordo com o que já foi anunciado pela governadora, à vacinação poderá ser iniciada 72 horas depois das doses entregues aos municípios.

Caberá ao Estado distribuir proporcionalmente as vacinas. A aplicação ficará por conta dos municípios.

 

Translate