19 maio 2021

RN INCLUSIVO: Entusiasmo de servidora vira exemplo para próximas etapas do Programa

Servidora Rosineide Paz atuará representando Currais Novos

Promover municípios mais inclusivos e atender as necessidades da comunidade local por meio de capacitação. Essas são algumas das expectativas dos 14  servidores públicos estaduais aprovados recentemente no Processo Seletivo Simplificado do Plano de Políticas Públicas e Inclusão Social “RN Inclusivo". Rosineide Paz é uma das selecionadas e atuará como membro de comissão do Programa de Capacitação da Escola de Governo (EGRN) representando o município de Currais Novos e circunvizinhos.

Graduada em Pedagogia pela UFRN e especialista em Atendimento Educacional Especializado pela Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa), Rosineide se mostra entusiasmada com as eventuais oportunidades que o RN Inclusivo proporcionará na região. "Dedicarei-me ao máximo para que as ações aconteçam conforme o planejado e que toda sociedade possa se envolver nessa proposta inovadora e que trará muitos benefícios para a população", adianta.

O Plano RN Inclusivo foi lançado em 2019 e tem como finalidade ampliar o aperfeiçoamento profissional e a consciência social, de modo a contribuir para a construção de uma sociedade mais consciente, justa e igualitária. Na prática, a proposta é desenvolver atividades voltadas para qualificação profissional dos servidores municipais, melhoria da gestão pública e consolidação da cidadania em todo o Rio Grande do Norte, por meio da cooperação entre o Governo e as prefeituras. 

Fóruns de Inclusão

Para captar demandas de capacitação as quais o Executivo Estadual, por meio da EGRN, poderá oportunizar aos municípios, vem sendo promovidos fóruns com aqueles que já aderiram ao RN Inclusivo. A primeira edição, realizada de maneira remota em dezembro de 2020, foi direcionada para Currais Novos, evento que reuniu gestores, servidores e comunidade. 

Servidora pública há pouco menos de 2 anos, Rosineide Paz participou do evento não só marcando presença, mas desde o início articulando junto às organizações e associações locais a ampliação do debate. Segundo ela, seu desejo em integrar o RN Inclusivo surgiu a partir do conhecimento da proposta apresentada no fórum, onde as estratégias e objetivos vinham de encontro a um trabalho do qual a educadora já realizava há alguns anos. 

"Além de professora, já atuei como coordenadora de cursos na área de educação especial na perspectiva da inclusão escolar. Promovo palestras, eventos, seminários, webinares e simpósios, nos formatos presenciais e remotos, com temáticas diversas e em parcerias com escolas públicas e privadas, escolas técnicas e profissionalizantes, conselhos, secretarias e meios de comunicação locais e redes sociais", elenca a servidora.

Rosineide é ainda presidente do Conselho da Pessoa com Deficiência de Currais Novos e especializanda em Educação Inclusiva pelo IFRN e em Neuropsicopedagogia  pela UFRN. O currículo extenso evidencia a pluralidade de atividades que a professora se envolve.

Para ela, a qualificação profissional deve ser constante, pois assim são aprimoradas as performances dos servidores, bem como otimizados os serviços, resultando em ganhos para melhorar índices de Desenvolvimento Humano, Educação Básica e qualidade de vida na região. "No caso do RN Inclusivo, anseio que sejam equiparadas as oportunidades entre os servidores públicos, otimizando suas habilidades e competências de forma colaborativa, promovendo ações voltadas para a cidadania ativa e o desenvolvimento local".

Membros de Comissão

A Secretaria de Estado da Administração abriu, em março de 2021, Processo Seletivo Simplificado para o preenchimento de vagas de servidores com interesse em atuar como membros de Comissão no âmbito do Plano “RN Inclusivo”. As vagas foram direcionadas para algum dos municípios signatários do RN Inclusivo na Comissão Estadual de Articulação e Desenvolvimento de Atividades vinculadas ao Programa de Capacitação da Escola de Governo.

O resultado final foi publicado no início do mês de maio, após terem sido realizadas as quatro fases da seleção. Do total de 45 candidaturas submetidas, 14 servidores públicos foram classificados no processo. Os aprovados são oriundos dos municípios de Carnaúba dos Dantas, Currais Novos, Florânia, Frutuoso Gomes, Grossos, Macaíba, Paraú, Parnamirim, Pau dos Ferros, São Fernando, São Gonçalo do Amarante, São José do Mipibu, São José do Seridó e Viçosa. 

Como atribuições, eles participarão junto à EGRN do planejamento das atividades,  auxiliarão na coordenação e acompanhamento das capacitações, divulgarão e mobilizarão a comunidade para participar das ações; elaborarão relatórios e avaliarão o desenvolvimento do que foi realizado no município. Atualmente, as atividades de capacitação nos municípios signatários do RN Inclusivo estão sendo elaboradas para serem executadas a partir do segundo semestre de 2021.

"Como cidadã, educadora e militante na causa da inclusão, me sinto desafiada e feliz por poder contribuir com uma proposta da qual tenho a certeza de que será um marco para a nossa comunidade", conclui Rosineide Paz, representante do município de Currais Novos.

 Fonte: Assecom RN

0 comentários:

Postar um comentário

Translate