24 maio 2021

DECRETO REGIONALIZADO: Prefeito de Encanto decide descumprir decreto do Estado e secretária de Saúde deixa gestão: “Não posso assumir a responsabilidade do caos dos próximos dias”

A secretária de Saúde do município de Encanto, Lídia Guedes, pediu exoneração do cargo.

O pedido foi feito na quinta-feira, e acatado pelo prefeito Alberone Neri neste sábado.

Lídia não aceitou continuar fazendo parte da gestão do prefeito do Democratas, que mesmo diante do aumento de casos confirmados e de mortes por covid na região Oeste, emitiu nota afirmando que não vai seguir o decreto do Governo do Estado, com validade desde a sexta-feira, 21, até 6 de junho, exclusivamente nos municípios da 6ª Regional de Saúde, na qual Encanto está inserida.

O decreto, com medidas mais restritivas, solicitado por prefeitos da regional, foi literalmente ignorado pelo prefeito.

Sem avisar à secretária, o prefeito publicou nota nas redes da Prefeitura confirmando que iria desobedecer o decreto.

“Pedi exoneração para ficar de consciência tranquila, não posso assumir a responsabilidade do caos dos próximos dias”, disse a secretária ao Blog, afirmando que esta foi a gota d’água e que vinha enfrentando outras divergências em relação à saúde pública.

Vale salientar que o prefeito não é médico.

Com o liberou geral do prefeito, na sexta-feira, já com o decreto do governo em vigor na 6ª regional, rolou uma festa em uma granja no município de Encanto.

A secretária acionou a Polícia Militar que já vem cumprindo o decreto estadual, e a festa foi encerrada à meia-noite com a chegada dos PMs.

Lídia Guedes é aliada política do prefeito, e pelo que diz, não há rompimento, porém, desentendimento profissional.

A secretária é psicóloga e compreende mais do que politicamente, a necessidade dos cuidados diante da pandemia que acena com uma terceira onda de mortes em todo o Brasil, por isso o pedido de exoneração.

Neste domingo cedo o prefeito enviou mensagem agradecendo a Lídia “pelos serviços prestados ao Encanto enquanto Secretária”.

Enquanto secretária…

Alberone não agradeceu a Lídia por ter lhe presenteado com o mandato de prefeito.

Em setembro do ano passado ela foi chamada de “rapariga” pelo ex-prefeito Atevaldo, filiado ao Republicanos que ela preside, e pré-candidato à reeleição.

Em troca, Lídia não garantiu a legenda e Atevaldo, que teria uma reeleição garantida, não conseguiu ser candidato.

Lídia apoiou Alberone, que mesmo já tendo sido prefeito por dois mandatos, não se elegeria numa disputa com Atevaldo.

No cargo, a gratidão foi pro espeço.

O assunto foi notícia no Blog E CLICANDO AQUI VOCÊ PODE CONFERIR

Confira o quadro atualizado da pandemia no município de Encanto.

Com Informações do Blog de Thaisa Galvão

0 comentários:

Postar um comentário

Translate