17 maio 2021

Conheça o novo prefeito de SP: Com a morte de Bruno Covas, Ricardo Nunes é o novo prefeito da maior cidade do Brasil

Quem é Ricardo Nunes?

Quem é Ricardo Nunes?
                                              Foto: Afonso Braga/CMSP

Ricardo Nunes era o prefeito interino de São Paulo, desde que Bruno Covas pediu licença do cargo no dia 2 de maio de 2021. Com a morte do titular, ele passa a comandar a maior cidade do país

Nunes foi vereador por dois mandatos, antes de se eleger vice-prefeito na chapa PSDB-MDB que disputou a última eleição na capital paulista.

Ele fundou a empresa de dedetização Nikkey, a Adesp (Associação das Empresas Controladoras de Pragas do Estado de São Paulo), a Abrafit (Associação Brasileira das Empresas de Tratamento Fitossanitário e Quarentenário) e foi presidente da Aeseul (Associação Empresarial da Região Sul).

Nunes também é ligado ao ramo mais conservador da Igreja Católica.

Carreira Política:

Foto: Reprodução/Instagram/RicardoNunes
Em 1986, Ricardo Nunes se filiou ao MDB aos 18 anos. Ele concorreu a uma vaga na Câmara dos Vereadores de São Paulo pela primeira vez três anos depois, em 1989, mas não se elegeu.

Em 2012, Nunes concorreu ao cargo de vereador novamente, sendo eleito pela primeira vez. Durante o mandato, fez parte da base do governo do então prefeito Fernando Haddad (PT).

Como vereador, ele foi interlocutor da Igreja Católica e defendeu a anistia e a regularização de templos religiosos.

Nunes presidiu a Comissão Parlamentar da Sonegação Tributária, responsável por multas bilionárias a bancos. Ele foi acusado de aprovar duas leis de isenção fiscal para beneficiar a Sobei (Sociedade Beneficente Equilíbrio de Interlagos), entidade da qual participava.

Em 2016, Nunes foi reeleito. Na ocasião, Haddad foi derrotado por João Doria (PSDB), que assumiu a prefeitura no ano seguinte. O vereador passou a apoiá-lo.

Em 2020, quando Bruno Covas disputou a eleição municipal, Doria foi um dos articuladores da escolha de Ricardo Nunes para vice na chapa.

Acusação de violência doméstica

Foto: Reprodução/Instagram/RicardoNunes
Em 2020, durante a campanha eleitoral pela prefeitura de São Paulo, os adversários de Bruno Covas deram ênfase a um boletim de ocorrência feito pela esposa de Ricardo Nunes em 2011 contra o marido.

Ela relatou que havia sido vítima de agressões e ameaças de Nunes.

Depois do episódio, o casal negou que as agressões tivessem ocorrido. Segundo eles, a denúncia se deu em uma fase “muito difícil” e não é verdadeira.

Acusação envolvendo empresa de dedetização

Foto: Reprodução/Instagram/RicardoNunes
Durante a campanha eleitoral de 2020, os adversários de Bruno Covas também exploraram a acusação de que a empresa de dedetização fundada por Ricardo Nunes, a Nikkey Serviços, recebeu R$ 50 mil de creches conveniadas com a prefeitura para prestar serviços em 2019.

O então candidato a vice-prefeito negou favorecimento e alegou que os valores cobrados pela empresa para a prestação do serviço foram inferiores aos praticados pelo mercado. Segundo ele, foi uma forma de “ajudar as creches”.

Câncer de Bruno Covas

Foto: Reprodução/Instagram/RicardoNunes
Em outubro de 2019, Bruno Covas foi diagnosticado com câncer na cárdia, uma válvula localizada entre o esôfago e o estômago. Na ocasião, foram identificados pontos de metástase.

O prefeito iniciou um tratamento com sessões de quimioterapia e radioterapia, que fizeram com que os tumores diminuíssem de tamanho.

Ao longo de 2020, Nunes assumiu a prefeitura em algumas oportunidades, quando Covas era submetido aos tratamentos.

Em fevereiro de 2021, novos nódulos foram localizados no fígado. O prefeito foi internado no dia 15 de abril no Hospital Sírio Libanês

No dia 2, ele voltou a piorar e precisou ser internado novamente. Dessa vez, pedindo licença do cargo.

Covas morreu no dia 16 de maio, data em que Ricardo Nunes assumiu a prefeitura de forma definitiva.

Histórico:

1967 – Nasce Ricardo Nunes, em São Paulo.

1986 – Nunes se filia ao MDB aos 18 anos.

1989 – Ele concorre ao cargo de vereador pela primeira vez, mas não é eleito.

1997 – Nunes funda empresa de controle de pragas urbanas, a Nikkey.

A partir de então, foi diretor da Associação Empresarial da Região Sul de São Paulo e da Associação das Empresas Controladoras de Pragas do Estado de São Paulo.

2011 – Esposa de Nunes, Regina Carnovale registra um boletim de ocorrência relatando supostas ameaças e agressões do marido.

2012 – Nunes é eleito pela primeira vez vereador de São Paulo, pelo PMDB. Ele fez parte da base do então prefeito Fernando Haddad na Câmara.

2016 – Nunes é reeleito vereador.

Fernando Haddad é derrotado por João Doria na disputa pela prefeitura. Nunes passa a apoiar o tucano.

2019 – Bruno Covas é diagnosticado com câncer na cárdia.

2020 – Ricardo Nunes é eleito vice-prefeito de São Paulo na chapa de Bruno Covas.

2021 – Evolução do tumor obriga Covas a se licenciar do cargo de prefeito.

Morre Bruno Covas e Nunes assume de forma definitiva.

Com Informações de o Antagonista


 

0 comentários:

Postar um comentário

Translate