10 maio 2021

14º salário do INSS: Senador defende liberar benefício para aposentados e pensionistas

 Por Gláucia  Lima

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão começar a receber a primeira parcela do 13º salário no dia 25 de maio. Mas com essa liberação, o senador Paulo Paim (PT-RS) voltou a propor a criação de um 14º salário também para os beneficiários do INSS.

O Projeto de Lei n° 3657, de 2020, de autoria do próprio senador do PT propõe destinar R$ 42 bilhões para o benefício. O parlamentar argumenta que entre as cidades brasileiras, 64% dependem da renda dos benefícios pagos pelo instituto da previdência.

De acordo com o divulgado pela revista Veja, uma audiência pública para discutir o assunto já foi solicitada por Paim para acontecer nas próximas semanas. O parlamentar deve se reunir com representantes da sociedade, nas próximas semanas, para pressionar o andamento do PL.

Pagamentos do 13º salário do INSS

Os segurados que recebem até um salário mínimo vão ganhar o 13º salário entre os dias 25 de maio e 8 de junho, conforme o número final do benefício, sem levar em consideração o dígito verificador. Já a segunda parcela deve ser paga entre 24 de junho e 7 de julho.

Quem recebe renda mensal acima do salário mínimo, os pagamentos serão liberados entre 1° e 8 de junho. E a segunda parcela será depositada entre 1º e 7 de julho.

Calendário para até salário mínimo (até R$ 1.100)

Final do NISMaio1ª parcelaJunho2ª parcela
125 de maio24 de junho
226 de maio25 de junho
327 de maio28 de junho
428 de maio29 de junho
531 de maio30 de junho
601º de junho01º de julho
702 de junho02 de julho
804 de junho05 de julho
907 de junho06 de julho
008 de junho07 de julho

Calendário para acima de um salário mínimo (acima de R$ 1.100)

Final do NIS Maio: 1ª parcela Junho: 2ª parcela
1 e 601º de junho01° de julho
2 e 702 de junho02 de julho
3 e 804 de junho05 de julho
4 e 907 de junho06 de julho
5 e 008 de junho07 de julho       

0 comentários:

Postar um comentário

Translate