13 abril 2021

INÍCIO DAS AULAS NO RN: Governadora defende retorno das aulas presenciais somente com condições epidemiológicas favoráveis

 

A governadora do Rio Grande do Norte, professora Fátima Bezerra, afirmou, nesta segunda-feira (12), que as atividades presencias na educação vão retornar quando as condições epidemiológicas avalizadas pelo Comitê Científico permitirem.

A fala foi destaque na Jornada Pedagógica 2021 da rede estadual de ensino, promovida pela secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seec). A gestora estadual, acompanhada do vice-governadora Antenor Roberto, fez a abetura, por meio virtual, do evento, que acontece até a próxima quarta-feira (14), com o tema “2021: Freire-Ano da Educação Potiguar”.

“A semana pedagógica brota com o desejo de voltarmos às salas de aula, já que a educação é a escola e não temos como imaginar nação civilizada sem educação. A educação é um passaporte para a cidadania como Paulo Freire nos ensinou. Mas o Comitê Científico diz neste momento que não é recomendado o retorno às aulas presenciais e, por isso, estamos discutindo nesta jornada o ensino remoto para que possamos chegar ao maior número de alunos”. Durante três dias serão realizadas telas de diálogos, círculos de cultura e apresentações de experiências da rede estadual de educação diante do ensino não presencial. 

A governadora ainda citou as iniciativas do governo estadual para permitir o ensino remoto. “É certo que precisamos avançar com as ferramentas tecnológicas, o Governo fez contrato com um canal aberto para disponibilizar aulas aos alunos que não têm acesso a computador e celular. Em Caicó, temos experiência exitosa com o rádio levando conteúdo aos alunos. E também entregamos material impresso na casa dos alunos que não têm acesso à internet. Além disso, asseguramos o direito do estudante à merenda escolar. Muitos estudantes são oriundos de famílias pobres e precisam do reforço alimentar. E este ano vamos continuar fornecendo a merenda”, registrou.

Fátima comentou também sobre o pedido para que os profisisonais da educação seja inseridos nos grupos prioritários para a vacinação contra a covid-19. “Estamos lutando incansavelmente para incluir os profissionais de educação como prioritário no Plano Nacional de Imunização (PNI) desde o ano passado. Não descansarei enquanto não anteciparmos a votação dos profissionais da educação, e isto se justifica pela importância da educação. Junto aos demais governadores enviamos carta ao ministro da Saúde e da Educação solicitando a vacinação dos profissionais da educação. Para isso o Governo Federal precisa adquirir mais vacinas.”

Secretário de Estado da Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Seec), Getúlio Marques reforçou as iniciativas do Estado para ampliar o ensino remoto. “Desde 2020 vimos fortalecendo a educação com a contratação de professores, saímos de 300 para 120 mil salas virtuais. Professores, alunos e gestores, todos contribuem para aperfeiçoar o sistema remoto e a jornada é um dos eventos mais importantes para implementarmos a educação de qualidade que todos queremos. 

Sobre o reinício das aulas presenciais, Getúlio argumentou: “a pandemia nos levou ao ensino não presencial. Os ensinamentos do mestre Paulo Freire se fazem muito importantes neste momento para garantir o direito dos estudantes. A vida não se recupera, mas a aprendizagem sim. Defendemos voltar logo que tenhamos toda segurança referendadas pelo conhecimento científico e segurança sanitária para que não fiquem em risco a vida de alunos, familiares e professores”.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate