DESTEMPERO DE BOLSONARO: Um dia depois do efeito Lula, quando usou máscara, Bolsonaro voltou ao ‘seu normal’ e atacou governadores que decretam medidas para proteger vidas

Como o presidente Bolsonaro não tem o menor saco para ser uma pessoa legal, até consegue seguir um plano rápido de marketing como aconteceu ontem, quando apareceu de máscara, defendeu vacina…

Tudo coisa passageira.

Nesta quarta-feira ele voltou ao seu normal e atacou governadores que estão adotando medidas restritivas para tentar conter a disseminação do coronavírus.

Ao lado do ministro Paulo Guedes, em uma audiência virtual com pequenos e micro empresários, disse que “lockdown não é remédio”.

“Até quando nós podemos aguentar esta irresponsabilidade do lockdown? Estou preocupado com vida, sim. Até quando nossa economia vai resistir? Que se colapsar, vai ser uma desgraça. O que é que poderemos ter brevemente? Invasão a supermercado, fogo em ônibus, greves, piquetes, paralisações. Onde vamos chegar?”

Tá na hora do ex-presidente Lula fazer outro pronunciamento.

Pelo jeito só ele vai fazer Bolsonaro parar com declarações perigosas como essa de agora, sugerindo que o gado que o segue invada comércios, toque fogo em ônibus…

Não é papel de presidente acenar ao povo que eles podem fazer isso.

A declaração de Bolsonaro lembrou a de Donald Trump sugerindo a invasão ao Capitólio.

 

AnteriorPagina Anterior ProximaProxima Pagina Página inicial

0 Comments:

Postar um comentário