05 dezembro 2020

PRÉDIO HISTÓRICO É TURISMO: Solar da Beira é restaurado e entregue à população de Belém (PA)


 O prédio Solar da Beira é tombado como Patrimônio Cultural do Brasil. Crédito: Iphan-PA

O projeto de revitalização foi executado por meio de parceria entre o governo local e o Iphan, autarquia do Ministério do Turismo

As obras de restauração do prédio do Solar da Beira, que compõe o complexo do Ver-o-Peso, em Belém (PA), foram concluídas. O prédio é tombado como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), autarquia federal vinculada à Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

O serviço, que teve investimento de R$ 2,5 milhões, incluiu o restauro da fachada, reconstituição e pintura manual dos ladrilhos, tratamento antiferrugem para as estruturas metálicas como as janelas, que são a marca registrada do Solar da Beira, e a escadaria. Os tijolos maciços das paredes passaram por uma limpeza especial e receberam pintura e impermeabilização, assim como peças de madeira do assoalho e a cobertura, que passaram por tratamento especial para evitar insetos e fungos. O espaço ainda recebeu climatização e adequação às normas de acessibilidade para pessoas com deficiência.

Com o fim das obras em novembro, o local abre as portas ao público com uma exposição que reúne parte de objetos encontrados durante as escavações para a construção da cisterna e da estação de tratamento de esgoto da obra. Dentre os vestígios descobertos, estão fragmentos de louças, porcelanas, garrafas de vidro e de barro, talheres, latas, moedas e outros objetos metálicos, como ferraduras e rodas. Os objetos, que remontam ao século XX, ficarão sob a responsabilidade do Iphan por integrar o patrimônio arqueológico brasileiro.

HISTÓRIA - O Solar da Beira, de propriedade da Prefeitura Municipal de Belém, foi construído no início do século XX. Ele integra o Complexo do Ver-o-Peso, Conjunto Arquitetônico e Paisagístico, tombado pelo lphan em 1977. No início do século XX serviu à Recebedoria de Rendas. Já nos anos 1980, abrigou restaurante e, na década de 2000, lojas de artesanato. Após a revitalização, o prédio tornou-se um espaço de exposições, contando com banheiros públicos destinados aos usuários e trabalhadores da feira do Ver-o-Peso.

WhatsApp Image 2020-09-02 at 15.22.56.jpeg


0 comentários:

Postar um comentário

Translate