27 maio 2021

GOVERNO PARTICIPATIVO: RN integra câmaras da Educação, do Turismo e de Energias do Consórcio NE

A governadora Fátima Bezerra participou nesta terça-feira (25) da instalação das Câmaras Temáticas de Educação, de Turismo e de Energias do Consórcio Nordeste. No mesmo evento, foi apresentado o Plano de Ações Integradoras da Câmara Temática de Meio Ambiente. A governadora destacou as potencialidades turísticas e de energias renováveis no estado e pediu apoio dos demais representantes em um apelo que será encaminhado ao Ministério da Saúde para a inclusão de profissionais da educação no Plano Nacional de Imunização.

A criação das câmaras temáticas do Turismo, Energia e Educação foi formalizada através das respectivas portarias assinadas pelo presidente do Consórcio e governador do Piauí, Wellington Dias. De acordo com o presidente, serão instaladas, ao todo, 18 câmaras temáticas, ficando a cargo de cada um dos nove governadores que constituem o Consórcio a coordenação de duas delas. O Rio Grande do Norte assumiu, anteriormente, a coordenação da Câmara Temática da Assistência Social. O Consórcio Nordeste também já oficializou a criação das Câmaras Temáticas de Agricultura Familiar, de Arranjos Públicos-Privados, do Meio Ambiente, da Gestão Pública e da Inovação Tecnológica.

As câmaras visam articular pactos entre os Estados consorciados e formular, aperfeiçoar e apoiar a implementação de políticas públicas nos mais diferentes campos, permitindo a elaboração de planos de ações integradas para todo o Nordeste.

De acordo com a governadora, professora Fátima Bezerra, os assuntos tratados pelas novas câmaras temáticas "são temas fundantes para o Nordeste brasileiro". A chefe do Executivo potiguar destacou, como exemplo, a liderança nacional do RN na geração de energia eólica. "A nossa equipe à frente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, bem como do nosso Instituto de Meio Ambiente têm desenvolvido um trabalho extraordinário. O RN tem registrado cada vez mais essa marca de protagonismo, inclusive com muitos investimentos em curso no setor a partir de nossa gestão", enfatizou.

Sobre o turismo, a governadora declarou sua admiração às belezas da costa nordestina, mas pontuou que é necessário pensar além do chamado "turismo de sol e mar" para superar as recentes dificuldades enfrentadas pelo segmento.

"Notadamente é um setor muito afetado nestes tempos de pandemia. Isso não é fácil para nós, dado o potencial que o turismo tem em nossa região de geração de emprego, inclusive pela sua capilaridade", disse. Fátima defendeu um turismo inteligente, abrangendo atividades religiosas, gastronômicas e roteiros de aventura também no interior dos estados.

A preocupação com o setor foi compartilhada pelo secretário de turismo do Pernambuco, Rodrigo Navais, que estará à frente da Câmara do Turismo. Para o representante, é preciso haver investimentos em infraestrutura que contemplem saneamento, malha viária, portos e aeroportos, equipamentos culturais e de lazer para atrair a recuperação do setor. Navais também argumentou sobre a necessidade de crédito. "É fundamental que os estados do Nordeste se unam e solicitem o novo Prodetur para que a gente possa ter recursos, para que a gente possa dar vazão às necessidades que o segmento nos exige."

A Câmara de Educação será coordenada por Nadya Dutra, secretária adjunta de ensino, da Secretaria de Educação do Maranhão. "Nossa pauta fala de agenda pós-pandemia, mas nós precisamos discutir o acúmulo de experiências no ensino remoto, discutir a vacinação dos professores, não só no Nordeste, mas no Brasil inteiro, e discutir a educação enquanto política pública que colabora pro desenvolvimento sustentável do Nordeste e do nosso país", explicou a secretária.

Sobre o tema, a governadora Fátima Bezerra enfatizou que encaminhou hoje uma carta que será destinada aos coordenadores do Plano Nacional de Vacinação. No documento é solicitada com urgência a inclusão dos profissionais da educação na agenda de vacinação. "A carta vem na direção de renovar o nosso apelo à coordenação do plano, a fim de que tenhamos doses para iniciar a vacinação dos profissionais da rede pública e privada, do porteiro ao professor", disse.

Para a governadora do RN, que pede a participação de docentes e demais trabalhadores da educação desde a formulação do Plano Nacional de Imunização, a medida é necessária para o restabelecimento pleno e democrático das atividades educacionais com segurança.

"Reconhecemos o esforço imenso que os profissionais da educação têm feito para atuar no ensino remoto, mas é inquestionável que a ausência da atividade presencial está deixando uma lacuna muito preocupante, considerando que uma parcela significativa dos estudantes da rede pública não tem acesso ao mundo digital", concluiu Fátima Bezerra.

Após a criação das novas Câmaras Temáticas, José Bertotti (PE), que coordena a Câmara do Meio Ambiente, apresentou o Plano de Ações Integradoras da Câmara Temática de Meio Ambiente, com base em cinco eixos temáticos: boas práticas e ações integradoras; monitoramento, gestão do conhecimento e suporte à tomada de decisões; monetização de ativos ambientais; restauração e conservação da biodiversidade do NE; e controle e redução dos impactos dos resíduos sólidos.

Entre as ações, o coordenador destacou, no eixo de Monitoramento e Gestão do Conhecimento, os alertas de desflorestamento e queimadas que já estão sendo realizados, e que serão permanentes dentro do cronograma de atividades da Câmara. Outro destaque é o Observatório da Zona Costeira e Marinha do Nordeste, coordenado pelo diretor do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema), Leonlene Aguiar, com início das atividades previsto para junho.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate