29 maio 2021

Bolsonaro quer derrubar decretos que protegem as populações do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraná

O presidente Jair Bolsonaro, orientado pelos aliados potiguares, só sossega quando bater de frente com a governadora Fátima Bezerra…

Nesta quinta-feira (27) a Advocacia Geral da União acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) contra medidas determinadas pelos governadores do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraná.

A alegação é que os 3 estados estariam decretando “lockdown” e toque de recolher.

Uma ação direta de inconstitucionalidade pede a suspensão dos decretos.

Tipo assim…

O governo Bolsonaro gosta mesmo de aglomerar, de permitir o liberou geral, de permitir a transmissibilidade do coronavírus.

Exatamente nesta quinta-feira o Rio Grande do Norte teve a maior procura por leitos de UTI e 18 hospitais de todo o estado estavam com 100% dos leitos críticos ocupados.

Que vergonha…

No Rio Grande do Norte bares funcionam, restaurantes funcionam, academias funcionam, igrejas estão abertas, comércio funciona….

Lockdown mesmo…na cabeça de quem confunde cuidado com irresponsabilidade.

Segundo a AGU, “à medida em que os grupos prioritários e a população em geral vai sendo imunizada, mais excessiva (e desproporcional) se torna a imposição de medidas extremas, que sacrificam direitos e liberdades fundamentais da população”.

Muito bonitinho o discurso…

De quem não tem noção de quem está sendo vacinado.

É exatamente a população economicamente ativa, que tem entre 18 e 59 anos, não tem comorbidade nem faz parte de categorias prioritárias, que não tem direito à vacina.

Então dizer que as medidas podem ser mais flexíveis, é condenar essa parcela da população…

Mas é querer demais cobrar sensatez de onde não existe.

 

0 comentários:

Postar um comentário

Translate