28 abril 2021

Senador Omar Aziz é eleito presidente da CPI da Pandemia e escolhe Renan como relator

O vice-presidente eleito é Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

A comissão parlamentar de inquérito (CPI) que vai investigar as ações do governo e o uso de verbas federais na pandemia de covid-19, acaba de eleger o senador Omar Aziz (MDB-AM) como presidente e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) como vice-presidente. Renan Calheiros (MDB-AL) foi escolhido pelo presidente da comissão para assumir a relatoria.

Não há novidade na composição das lideranças da CPI. Um acordo costurado há dez dias e reiterado na noite de ontem já previa os três nos respectivos cargos.

Omar Aziz recebeu oito votos, entre os 11 membros da comissão, e derrotou Eduardo Girão (Podemos-CE), que foi autor do requerimento que estendeu o foco de atuação da CPI da Pandemia para abranger a aplicação por estados e municípios dos recursos repassados pelo governo federal.

Ao assumir oicialmente a CPI, Aziz se comprometeu em conduzir os trabalhos de forma técnica, “sem buscar nada além da verdade, seja contra quem for”. “Não podemos proteger ninguém em nome de quase 400 mil óbitos”, ressaltou.

O plano de trabalho oficial da CPI será apresentado pelo seu relator e deverá ser aprovado pelos membros da comissão.

Batalha Judicial

Logo no início da sessão, os parlamentares foram informados que o Tribunal Regional Federal da 1ª região (TRF-1) suspendeu a liminar de primeira instância que impedia o Renan de assumir a relatoria da CPI da Covid. A decisão foi uma resposta ao recurso apresentado pela Mesa do Senado Federal, que recorreu de uma liminar concedida em uma ação popular movida pela deputada bolsonarista Carla Zambelli (PSL-SP), aliada do presidente Jair Bolsonaro, junto ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate