06 outubro 2020

IMBRÓGLIO: Prefeito de Natal proíbe realização de Eventos Políticos de qualquer natureza

Em Natal, nada pode. Decisão contraria a Emenda Constitucional das Eleições

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), publicou decreto nesta segunda-feira (05), proibindo na atual campanha a realização de caminhadas, carreatas, passeatas e comícios no âmbito do Município do Natal, uma vez que são atividades que, por sua própria natureza, promovem grandes aglomerações de pessoas.

Proibiu ainda a realização de reuniões com mais de 100 (cem) pessoas, ressaltando-se que no caso da realização de reuniões, mantida essa restrição do número de pessoas, deve ser observado o distanciamento mínimo de 1,5m (um metro e meio) entre os presentes, bem como a razão de 1 (uma) pessoa para cada 5m² (cinco metros quadrados) de área do local da reunião, com disponibilização de álcool 70º INPM gel ou líquido para higienização das mãos, o uso de máscaras de proteção facial, e a orientação de que seja evitado contato físico direto entre os presentes (apertos de mãos, abraços, beijos etc).

O prefeito alegou as recomendações feitas pela Justiça Eleitoral e pelo Ministério Público Eleitoral, e visa definir as regras de segurança sanitária a serem observadas no âmbito do Município do Natal durante o período de realização das atividades de campanha eleitoral e de manifestação político-partidária, de forma a garantir a eficácia das medidas adotadas para prevenção e enfrentamento à COVID-19.

Logo após a divulgação do decreto, adversários começaram a criticar nas redes sociais, pelo fato de o prefeito ser candidato à reeleição.

As críticas ao decreto partiram de Coronel Hélio (PRTB), Kelps Lima (Solidariedade) e Hermano Morais (PSB).

 

0 comentários:

Postar um comentário

Translate