28 setembro 2020

“Suas decisões permanecerão como um grande legado de afirmação dos valores democráticos por muitas gerações”, avaliou o advogado Erick Pereira ao El País, sobre saída do Ministro Celso de Mello do STF

O El País fez uma matéria sobre a saída antecipada do Ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Três semanas antes de completar os 75 anos – idade limite para continuar como servidor público – ele se aposentará da Corte, no dia 13 de outubro. Por vontade própria, depois de tirar duas licenças ao longo de 2020 para cuidar da saúde.

Organizador do livro “Reforma política Brasil república – em homenagem ao ministro Celso de Mello”, o advogado Erick Pereira sintetizou assim a carreira do magistrado: “Em um momento que a gente vive uma divisão dogmática entre o punitivismo e o garantismo, ele é a Constituição”.

“Suas decisões permanecerão como um grande legado de afirmação dos valores democráticos por muitas gerações”, avaliou o advogado Erick Pereira.

 

Translate