28 agosto 2020

Retorno das atividades escolares é complexo, diz membro do Comitê Científico

VOLTA ÀS AULAS AINDA É UMA INCÓGNITA
Ainda não há uma solução definitiva sobre a retomada ou não das atividades escolares presenciais, no Rio Grande do Norte, em meados de setembro, data de validade do último decreto do estado relacionado a suspensão das aulas.  
Ricardo Valentim, membro do Comitê Científico do Estado, explicou que a equipe esteve reunida na última quarta-feira com representantes das escolas particulares, o secretário estadual de Educação, Getúlio Marques,  e com os Ministérios Públicos Estadual e Federal, tratando do assunto. “O  Comitê científico está debruçado sobre esse problema. É uma questão extremamente complexa, difícil de tomar decisão”, informou.
Segundo Ricardo, 53% dos alunos coabitam com idosos no estado, sendo necessário analisar todos os setores envolvidos no retorno. A área da educação, segundo ele, tem complexidades maiores do que as apresentadas nas atividades econômicas. Também ressaltou a diferença do estágio da pandemia do RN em relação a outros estados. “São parâmetros que não podem ser medidos e nem comparados com outros estados porque outros estados que estão iniciando esse processo de retomada das aulas, eles estão em um espaço e num tempo diferente da pandemia aqui do Rio Grande do Norte”. 
Ficou decidido que as escolas irão elaborar um plano de retomada e apresentar aos Ministérios Públicos que deverá analisá-lo e repassar um posicionamento crítico sobre o assunto ao comitê.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate