22 julho 2020

Surge mais uma Vacina anti-Covid-19: Ministro da Saúde prevê fabricação de vacina no Brasil até janeiro

SURGE MAIS UMA VACINA COM A PARTICIPAÇÃO DO BRASIL

Na entrevista coletiva que deu hoje em Porto Alegre, Eduardo Pazuello disse acreditar que o Brasil dará início à fabricação da vacina contra a Covid-19 até janeiro de 2021.

Segundo o ministro interino da Saúde, sua pasta discute a transferência de recursos para a produção da vacina. “Essa contratação prevê a transferência de tecnologia e o recebimento do insumo. A previsão é que em dezembro/janeiro já estejamos fabricando a vacina.”

O Estadão informa que, para a vacina desenvolvida por Oxford com a AstraZeneca, o governo federal acertou um protocolo de intenções que prevê a disponibilização de 30 milhões de doses até o fim do ano.

Além disso, está concluindo as negociações para o pagamento e a assinatura de um acordo final que incluirá também a transferência de tecnologia para produção nacional, que deverá ser conduzida pela Fiocruz.

Pazuello também citou a vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. “Também está mais ou menos no mesmo ponto. Essa fabricação seria no Butantan, para complementar as quantidades que estamos trabalhando”, afirmou.

O ministro falou ainda das negociações com a empresa americana Moderna. Pazuello explicou que se trata de um outro tipo de vacina, com uma tecnologia de fabricação não dominada no Brasil, a partir do RNA da molécula do vírus. “Nesse caso, estamos pactuando a possibilidade de compra com prioridade.”

0 comentários:

Postar um comentário

Translate