02 julho 2020

RESERVATÓRIOS DE ÁGUA DO RN: Barragem Armando Ribeiro Gonçalves permanece com mais de 65% da sua capacidade. Veja volume de água em outros reservatórios


INVERNO NÃO FOI SUFICIENTE PARA ENCHER RESERVATÓRIOS MÉDIO E GRANDE
Foto: reprodução

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quarta-feira (1º), informa que a barragem Armando Ribeiro Gonçalves acumula 1.558.367.436 m³, percentualmente, 65,67% da sua capacidade total que é de 2,37 bilhões de metros cúbicos. No início de julho de 2019, o manancial estava com 795.272.000 m³, correspondentes a 33,14% do seu volume máximo.

As reservas hídricas superficiais totais do estado somam 2.470.934.501 m³, que correspondem a 56,45% da capacidade total de acúmulo de água nos reservatórios monitorados pelo Igarn. No dia 1º de julho de 2019, o total de água represado era de 1.391.168.696 m³, percentualmente, 31,78%.

Outros reservatórios permanecem com volumes superiores a 90% das suas capacidades, casos de: Dourado, em Currais Novos, com 94,5%; Pataxó, em Ipanguaçu, com 97,01%; Beldroega, em Paraú, com 98,85%; o reservatório de Encanto, com 95,59%; Santo Antônio de Caraúbas, com 96,49% e Apanha Peixe, com 99,67%, ambos localizados em Caraúbas; Morcego, localizado em Campo Grande, com 97,48%; Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz, com 96,24%; Passagem, em Rodolfo Fernandes, com 97,76%; e Santana, em Rafael Fernandes, com 98% da sua capacidade.

A barragem Santa Cruz do Apodi acumula 211.608.710 m³, correspondentes a 35,29% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No mesmo período do ano passado o reservatório represava 146.346.069 m³, percentualmente, 24,40% do seu volume máximo.

Localizada em Upanema, a Barragem Umari acumula 269.282.810 m³, percentualmente, 91,96% da sua capacidade total que é de 292.813.650 m³. Terceiro maior manancial do Estado, no início de julho do ano passado, o reservatório represava 114.223.184 m³, correspondentes a 39,01% da sua capacidade.

Após o término do período chuvoso para o interior do RN, o único reservatório que continua com 100% da sua capacidade é o Mendubim, com capacidade para 77.357.134 m³, localizado em Assu.

O Açude Itans. localizado em Caicó, está com 11.100.563 m³, percentualmente, 14,64% da sua capacidade total que é de 75.839.349 m³. No mesmo período de 2019, o manancial estava com 1.346.000 m³, correspondentes a 1,65% do seu volume máximo.

Já o reservatório Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, localizado em Acari, acumula 14.837.621 m³, correspondentes a 33,4% da sua capacidade total que é de 44.421.480 m³. No início de julho de 2019 a barragem estava com 243.293 m³, ou 0,55% do seu volume total.

A barragem Pau dos Ferros, com capacidade para 54.846.000 m³, acumula atualmente 20.483.894 m³, percentualmente, 37,35% do seu volume máximo. No ano passado ela estava com 361.778 m³, correspondentes a 0,66% da sua capacidade.

O açude Rodeador, localizado em Umarizal, acumula 17.663.249 m³, percentualmente, 82,52% da sua capacidade total que é de 21.403.850 m³. No mesmo período de 2019, o reservatório estava com 16.775.459 m³, correspondentes a 78,38% do seu volume máximo.

O reservatório Sabugi, localizado em São João do Sabugi, está com 34.887.446 m³, correspondentes a 56,43% da sua capacidade total que é de 61.828.970 m³. No início de julho do ano passado ele estava com 30.651.186 m³, percentualmente, 49,57% do seu volume total.

Os números percentuais gerais de reservatórios em nível de alerta, ou seja, com volumes inferiores a 10% de suas capacidades e o de mananciais secos, permanecem inalterados. Os reservatórios em nível de alerta são Passagem das Traíras, que está em obras e não pode acumular água, e Esguicho, localizado em Ouro Branco. Já os secos, são Inharé, localizado em Santa Cruz, e Trairi, em Tangará. Em ambos os casos, o valor percentual é de 4,25%.

Situação das lagoas


A Lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, está atualmente com 100% da sua capacidade que é de 11.019.525 m³.

A Lagoa do Boqueirão, localizada em Touros, acumula 10.900.477 m³, percentualmente, 98,43% da sua capacidade total que é de 11.074.800 m³.

A Lagoa do Bonfim, localizada em Nísia Floresta, está com 45.091.009 m³, correspondentes a 53,51% da sua capacidade total de acumulação que é de 84.268.200 m³.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate