11 junho 2020

Passeios virtuais mostram as belezas dos destinos brasileiros: Sites reúnem opções de turismo online de Norte a Sul do país

PASSEIOS VIRTUAIS MOSTRAM AS BELEZAS DO NOSSO BRASIL

Viagens online permitem, por exemplo, visitar as igrejas de Ouro Preto (MG). Crédito: reprodução/Eravirtual

Como a pandemia do novo coronavírus ainda afeta o Turismo no Brasil, as viagens virtuais conquistaram grande espaço nas plataformas digitais. Além de matar a saudade dos destinos nacionais, os tours online também são uma opção de programação de novas viagens para o turista na retomada do setor. Para facilitar o acesso a eles, o site GoPasseios, de uma startup situada em São José dos Campos (SP), decidiu reunir os materiais de várias plataformas em um só lugar.

Dentre as opções disponíveis estão city tours por cidades históricas, visitas a museus, centros culturais, bibliotecas, belezas naturais e até passeios voltados para crianças. Projeto Tamar, Inhotim, Pinacoteca de São Paulo, Câmara dos Deputados, Museu da Língua Portuguesa são alguns dos destinos disponibilizados por Google Arts & Culture, AirPano, EraVirtual, Ceará 360, Rio360 online, entre outros. ”Percebemos que, embora existam vários passeios virtuais de ótima qualidade por aí, era super difícil achar um ou outro espalhados em fontes diversas”, disse Alexandre Magno, co-fundador da startup GoPasseios. “Foi aí que surgiu a grande ideia de agregar todos do Brasil, que tenhamos notícia. Hoje já são mais de 110 disponíveis”, completou. Conheça todos eles aqui.

PATRIMÔNIOS HISTÓRICOS - Seguindo a mesma linha, o site Eravirtual, que divulga e promove o patrimônio cultural brasileiro desde 2008, disponibilizou um acervo com visitas virtuais imersivas por pontos turísticos nacionais, incluindo museus, patrimônios culturais, igrejas, teatros e exposições. Ouro Preto (MG), Santuário de Bom Jesus (MG) e Águas do Rio Grande são alguns dos destinos nacionais disponibilizados.

As visitas virtuais são orientadas e acompanhadas por áudios e textos educativos com versões em cinco idiomas, incluindo o de Libras para deficientes auditivos. O projeto, que tem o apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), da Fundação Vale, Unesco e Fundação de Cultura, Lazer e Turismo de Congonhas-MG (FUMCULT), também oferece um aplicativo para smartphones e tablets que auxilia os turistas no passeio presencial.

RETOMADA - Com foco na retomada do setor, o Ministério do Turismo lançou, na última quinta-feira (04.06) o selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”. A iniciativa tem o objetivo auxiliar o turista que se preocupará em buscar por estabelecimentos turísticos que assegurem o cumprimento requisitos de higiene e limpeza para prevenção da Covid-19.

O selo caminha de mãos dadas com os requisitos de biossegurança e é a primeira etapa do Plano de Retomada do Turismo Brasileiro, coordenado pelo MTur a fim de minimizar os impactos da pandemia e preparar o setor para um retorno gradual às atividades.

Edição: Victor Maciel

0 comentários:

Postar um comentário

Translate