11 maio 2020

Viagens com a mãe criam histórias e renovam energia. Em homenagem ao Dia das Mães, turistas relembram experiências marcantes pelas belezas do Brasil


MEMÓRIAS DE VIAGENS NO DIA DAS MÃES

Viagens com a mãe revelam histórias de amor em cenários paradisíados do Brasil. Crédito: arquivos pessoais

Como domingo (10.05) foi o  Dia das Mães, e o turismo está em compasso de espera para voltar a bombar no Brasil, a Agência de Notícias do Turismo resolveu revirar o baú de memórias e relembrar viagens que turistas fizeram com suas mães. Recebemos lindos momentos em família, que mostram lugares que são ícones de nosso turismo: Rio de Janeiro, Balneário Camboriú,Ipojuca, dentre outros. Afinal, quem não gosta de curtir as belezas do país e, ainda por cima, ficar perto da pessoa mais importante das nossas vidas?

A empresária Vanessa Elache, que é mãe do Matheus e do Felipe, viajou em 2019 com a mãe, Célia, e com a família para o Sul do Brasil. Por lá, estiveram nos mais famosos pontos turísticos da região. “Eu e minha mãe temos uma paixão em comum que é viajar. Somos muito próximas”, disse Vanessa. Ano passado, elas saíram de Aparecida (SP) e fizeram uma viagem incrível de carro, percorrendo Curitiba, Florianópolis, Camboriú.

“Nos apaixonamos pelo Jardim Botânico de Curitiba, pelas lindas praias de Camboriú e suas inúmeras atrações turísticas, como as Dunas da Praia da Joaquina. E também nos divertimos no Beto Carreiro World e, por fim, passamos em Nova Trento para rezar no Santuário de Santa Paulina”, relembrou. “Que incrível poder ter uma mãe maravilhosa para dividir viagens como essa e construir memórias eternas”, completou.

O parque temático Beto Carrero World é um dos maiores atrativos turísticos da região e está entre os 7 melhores do mundo. O parque atrai visitantes de todas as idades e conta com dezenas de brinquedos, shows, um zoológico com mais de mil animais, passeios temáticos, além de atrações radicais como montanhas-russas e uma torre de queda livre com mais de 100 metros de altura. A atração está localizada ao lado do aeroporto de Navegantes que conta, inclusive, com voos diretos da Argentina.

A jornalista Luciana Daher, mãe da Maria Emília e do Gabriel, sempre está perto da mãe, Noemi, inclusive nas viagens memoráveis que realiza anualmente com a família, especialmente na época do Natal. "Sempre vamos com a família toda (meus pais, irmãs, cunhados e filhos). Normalmente tem muita confusão, mas também muita diversão”, brinca Luciana, lembrando da “correria boa” em pegar van com todos os parentes.

Para ela, proporcionar momentos de união é sempre importante para a família. “Pensamos que será inesquecível para as crianças, memórias incríveis”, disse. Uma das viagens que sempre tem espaço em suas recordações é a que realizou em 2018 para Ipojuca (PE), onde fica Porto de Galinhas. “A praia de Muro Alto é perfeita para as crianças, porque as águas são quentes e parada por um arrecife. A cor da água é linda”, destacou.

Na região Nordeste do Brasil existem lugares que são verdadeiros cartões-postais, como Ipojuca. O município, que fica a cerca de 49 km da capital Recife e faz parte de trecho da Mata Atlântica, recebe milhares de visitantes todos os anos em busca de suas belas praias. A poucos quilômetros do centro de Ipojuca, você se depara com a Praia de Muro Alto, famosa por seus belos paredões de areia e seus coqueiros. Ali também há vários arrecifes que formam uma bela e gigante piscina natural de aproximadamente 2,5 km de extensão, onde você pode curtir as águas mornas da praia e aproveitar um dia típico no nordeste brasileiro.

Para a administradora baiana Roberta Habib, que mora em Brasília, compartilhar momentos especiais com a mãe, Mariangela, é sempre uma forma de recarregar as energias. Em suas lembranças, um lugar reservado para uma viagem ao Rio de Janeiro que fez em 2009 com a mãe, a irmã e a madrinha, que faleceu em 2014. "Essa viagem significou muito porque fomos nós quatro e a minha madrinha era uma segunda mãe para mim. Acho que viagem em familia é um jeito de nos aproximar e, também, de nos reabastecer emocionalmente”, comentou.

Na viagem à capital fluminense, Roberta recorda que estava em um cruzeiro pela costa brasileira e desembarcou em Santos. Mas, ela a mãe e cia resolveram ir para São Paulo e comprar uma passagem para o Rio. “Foi decidido na hora, nos aventuramos. Foi ótimo deixar a rotina um pouco de lado e viver experiencias culturais únicas”, disse, relembrando os passeios pelo mirante do Leblon, pela Lagoa Rodrigo de Freitas e pela inesquecível orla de Copacabana. “Não vejo a hora de poder viajar de novo e ir ver minha mãe em Salvador”.

Em 2019, a cidade do Rio de Janeiro recebeu o título de primeira Capital Mundial da Arquitetura pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). Em 2012, a Unesco já tinha concedido ao Rio o título de Patrimônio Cultural Mundial na categoria Paisagem Urbana. Outro motivo de orgulho aos cariocas é o título de maior floresta urbana do mundo, designado à Floresta da Tijuca, área preservada que compõe vastas flora e fauna características da Mata Atlântica.

GOSTO DE INFÂNCIA - O funcionário público municipal Rodrigo Gaspar Carvalho, morador de Campinas (SP), afirma categoricamente que todas as vezes que esteve conhecendo o Brasil com a mãe, Sandra, a viagem se tornou mágica e inesquecível. "Há momentos que o tempo não apaga e a memória não esquece, pois estão guardados em locais muito especiais do coração”, disse.

Carvalho lembra que há três anos fez um passeio para Paraty (RJ) e Ilha Bela (SP), que o fez relembrar de feliz época de quando era criança. “Somente eu, minha mãe e meu pai. Passeamos de barco, comemos em bons restaurantes, mas o mais incrível dessa experiência foi passar bons momentos com minha mãe”, lembrou. “Me remeteu aos tempos da minha infância, quando essas viagens em família eram tão comum e, ao mesmo tempo, tão especiais”.

COLO PARA O CAMPEÃO - O nadador olímpico Allan do Carmo, campeão do mundo de Maratonas Aquáticas de 2014, em Hong Kong, teve várias viagens marcantes com a mãe, Maria Augusta, especialmente quando era mais novo e costumava visitar vários pontos turísticos do Nordeste. O baiano destacou a viagem que fez em 2016 para a Praia do Forte, litoral norte da Bahia, após enfrentar três longos anos de treinamentos e dedicação para participar dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro naquele memso ano. “Foi uma viagem marcante. Após os três anos de ciclo olímpico, pude relaxar com minha mãe”, comentou.

 O nadador olímpico Allan do Carmo curtindo a Praia do Forte com a mãe. Crédito: arquivo poessoal

Carmo relembrou as belezas da Praia do Forte, um dos lugares preferidos dele e da Dona Maria Augusta. Antigo vilarejo de pescadores, com belas praias, piscinas naturais, coqueirais, lagoas, cachoeiras, trilhas e reservas ecológicas, Praia do Forte é um destino imperdível para quem vai fazer turismo na Bahia. A charmosa Vila repleta de belas lojas, cafés, bares e restaurantes. “É um lugar que nos sentimos bem. Foi uma viagem que relaxamos bastante e pudemos aproveitar tudo de bom que tem por lá”.

Edição: Vagner Vargas


0 comentários:

Postar um comentário

Translate