09 maio 2020

AGU entrega vídeo de reunião de Bolsonaro com Moro

A Advocacia Geral da União entregou hoje ao Supremo a íntegra do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril em que Jair Bolsonaro teria ameaçado demitir Sergio Moro, pela recusa em trocar postos de comando da Polícia Federal.

Celso de Mello determinou sigilo sobre a gravação “em caráter temporário”.

“Esse sigilo, que tem caráter pontual e temporário – autorizado pela cláusula inscrita no art. 5º, inciso LX, da Constituição da República, cuja possibilidade de aplicação expressamente ressalvei na decisão proferida no dia 05/05/2020 –, será por mim levantado, em momento oportuno”, despachou o ministro.

A decisão sobre a divulgação do vídeo dependerá da análise a ser feita pelo próprio ministro a partir de manifestações da AGU, de Sergio Moro e da PGR.

A AGU quer manter o sigilo sobre a gravação, ou liberar no máximo o trecho do diálogo entre Moro e Bolsonaro. A defesa do ex-ministro defende a divulgação integral. A PGR deverá opinar até amanhã.

O material foi entregue por volta das 17h.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate