27 abril 2020

“Resta ao STF não amarelar diante da pressão de Bolsonaro”

“Moro cai de pé”, diz Fernando Gabeira.

“Mas para que sua trajetória política tenha viabilidade, será necessário se distinguir de Bolsonaro, algo que não fez quando esteve no governo. O tom de seu discurso de saída é um indício de que compreendeu isto. Pelo menos se distanciou da visão atrasada de submeter o trabalho da PF aos desígnios de um presidente. O que é no fundo um crime de responsabilidade.

Moro indicou claramente que Bolsonaro teme o inquérito no Supremo. Resta agora ao STF assumir seu papel institucional e não amarelar diante da pressão de Bolsonaro.”
 
Fonte: O Antagonista
 
DESTE BLOG: No impeachment de Dilma, Supremo foi muito forte. Será que agora irá se curvar a Bolsonaro?  Talvez! Com medo de intervenção.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate