28 março 2020

PODER JUDICIÁRIO FREIA CHEFE DA NAÇÃO Justiça proíbe Bolsonaro de adotar medidas contra isolamento


EXCELENTE EXEMPLO DA JUSTIÇA, NA QUAL DEVEMOS CONFIAR NESSE PERÍODO JAMAIS VISTO NA HISTÓRIA MUNDIAL.

A Justiça Federal proibiu, na tarde desta sexta-feira (27), o governo federal de adotar medidas contrárias ao isolamento social como forma de prevenção da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Também suspendeu a validade de dois decretos editados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que classificaram igrejas e casas lotéricas como serviços essenciais, o que permitia seu funcionamento mesmo com proibições de aglomerações em estados e municípios. A medida tem efeito imediato e vale para todo o Brasil.
A decisão liminar atende pedido feito pelo MPF (Ministério Público Federal). Nela, o juiz federal Márcio Santoro Rocha, da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias, determina que o governo federal e a prefeitura de Duque de Caxias “se abstenham de adotar qualquer estímulo à não observância do isolamento social recomendado pela OMS”. sob pena de multa de R$ 100 mil em caso de descumprimento da decisão.
UOL

0 comentários:

Postar um comentário

Translate