28 novembro 2019

Estudante do RN é eleita presidente da Mesa Diretora do Jovem Senador

Programa contribui na Formação para CIDADANIA. Assembleias Legislativas e Câmara Municipais deveriam também contribuírem na Formação Cidadã do Educando.
 
A aluna Laila Cristina de Paiva Soares, do Centro Estadual de Educação Profissional Professor Francisco de Assis Pedrosa, localizado em Mossoró, foi eleita presidente da Mesa Diretora do Jovem Senador. A eleição, realizada na tarde desta terça-feira (26) no plenário do Senado Federal, contou com a participação de 27 jovens senadores, vencedores do concurso de redação do Programa Jovem Senador.

Antes de conquistar os votos dos colegas, Laila, que é negra, disse que pretendia estimular a diversidade entre os participantes do projeto: “estou me candidatando com o intuito de propagar a diversidade e a empatia para saber ouvir a opinião contrária. Nós vamos debater muitas ideias aqui e isso é muito importante”, ressaltou.

Laila Cristina terá como vice-presidente Thalita Pacher, de Santa Catarina; primeira-secretária Maria Adellaide, da Paraíba, e o segundo-secretário, Pedro Henrique de Araújo, é do estado de Alagoas. Durante toda a semana, os jovens senadores, cada um representando uma unidade da federação, participarão de uma simulação na qual serão eles os legisladores jovens do país.

O tema da redação do concurso de redação desse ano foi “Cidadão que acompanha o orçamento público dá valor ao Brasil”, e para a estudante Laila, o diferencial do Programa Jovem Senador é dar oportunidade de expressão aos estudantes. “Minha principal bandeira é fazer com que a voz do jovem seja ouvida, porque muitas vezes nós falamos, mas não somos levados a sério”, enfatiza a jovem.

O Projeto Jovem Senador foi criado em 2011 e dá aos estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais com idade até 19 anos a chance de conhecer de perto o processo legislativo brasileiro. Para concorrer, os jovens fazem redações sobre um assunto determinado a cada ano.

Etapas de seleção


No âmbito estadual, o processo de seleção para o programa é coordenado pela Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC), através da Subcoordenadoria de Educação Profissional, que selecionou 45 redações do estado potiguar, oriundas das Diretorias Regionais de Educação e Cultura (DIRECs). Esses textos foram enviados ao Senado Federal e analisados por especialistas, que classificaram os três primeiros colocados de cada estado.

Além da redação de Laila, que atingiu o primeiro lugar a nível estadual, o segundo e o terceiro lugar são ocupados, respectivamente, pelos alunos Alice Dayara Baracho e Francisco Fernando Café, alunos, nessa ordem, da Escola Estadual Padre Sinval Laurentino de Medeiros, localizada no município de Tenente Laurentino Cruz, e da Escola Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral Tristão de Barros, situada na cidade de Currais Novos.

Como última etapa do processo de seleção que define os participantes do programa, o Senado Federal escolhe dentre as 81 redações submetidas (1º, 2º e 3º colocados de cada estado), uma de cada unidade federativa, totalizando 27 redações escolhidas.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate