28 novembro 2019

Conferência sobre ciências humanas e o tempo presente inicia a IV Semana de Humanidades da UERN

Professor Michel Zaidan Filho - Foto Wilson Moreno

Provocando reflexões e discussões sobre “As ciências humanas e o tempo presente”, foi iniciada na noite de ontem (26), no Teatro Lauro Monte Filho, a IV Semana de Humanidades, da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (FAFIC/UERN). A programação segue hoje (27) e amanhã (28) com minicursos, simpósios, mesas-redondas, atrações culturais, entre outros.

A conferência de abertura foi proferida pelo professor Michel Zaidan Filho, do Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Para o educador, a realização de um evento como esse nos dias que vivem o Brasil pode ser considerado um ato de resistência.

“A universidade está vivendo sob fogo cruzado, mais ainda a área das humanidades porque nós incomodamos àqueles que estão no poder, nós dizemos as coisas como elas são e isso incomoda bastante”, refletiu Michel Zaidan, que tem graduação em Filosofia, Mestrado em História e Doutorado em História Social.

Durante a fala de abertura do evento, o subchefe de Gabinete da Reitoria, professor Esdra Marchezan, representando o reitor Pedro Fernandes, parabenizou a organização pela escolha do tema e defendeu as universidades.

“Nesse tempo em que as instituições estão sendo mais atacadas faz-se necessário resistir, dizendo e mostrando o contrário, destacando a importância da universidade para toda a sociedade”, comentou.

O diretor da FAFIC, professor William Coelho, ao se referir a atividades como a Semana de Humanidades, lembrou que “não se faz um curso superior só em sala de aula. É preciso sair para expandir os conhecimentos e alcançar mais pessoas”.

Coordenador-geral da IV Semana de Humanidades e vice-diretor da FAFIC, o professor Marcílio Falcão desejou a todos um evento proveitoso na discussão das demandas do nosso tempo.

A programação completa pode ser acessada no site do evento.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate