29 setembro 2019

Governo do RN não garante pagamento dos salários atrasados neste ano

Janeayre Souto: “O Sinsp reafirma que não acredita que se pague nada de atrasados neste ano”

Frustração. Esse o sentimento dos dirigentes sindicais do Fórum Estadual de Servidores ao sair da audiência com a equipe econômica do Governo do Estado realizada no final da manhã desta sexta-feira (27) na Governadoria. O Governo não apresentou perspectiva de pagamento dos salários atrasados nem deu garantias de que o Estado receberá recursos extras até o final do ano para honrar os compromissos.

O Fórum pediu ao Governo apresentar o calendário de pagamento das três folhas em aberto (novembro, dezembro e 13° salário de 2018), mas os auxiliares da governadora Fátima Bezerra (PT) afirmaram que não era possível. A única possibilidade, conforme dito na reunião, é se entrar os recursos da cessão onerosa do pré-sal, porém, dependente de aprovação da proposta na Câmara dos Deputados e sanção presidencial. A proposta de emenda à Constituição está tramitando na Câmara.

Fátima Bezerra havia dito que os recursos extras que entrassem no Estado seriam para diminuir a dívida com os servidores públicos, no entanto não apresentou qualquer plano para honrar o dever, em caso de não entrar o chamado “dinheiro novo”.

As entidades sindicais desconfiam que o Governo sequer vai usar o dinheiro arrecadado com a venda da conta única do Estado para o Banco do Brasil, para pagar salários atrasados. Os recursos, de pouco mais de R$ 124 milhões, completarão a folha do 13° salário de 2019, conforme a desconfiança dos servidores.

Para piorar o desânimo, o Governo também não atendeu o pedido do Fórum para ampliar para R$ 6 mil a faixa salarial dos que vão receber primeiros os salários de outubro de 2019. O Governo disse “não” e afirmou que vai continuar com o grupo que ganha até R$ 3 mil, como vem acontecendo. Em outubro, o Governo começa a quitar a folha no dia 13, atendendo os servidores que ganham até R$ 3 mil e servidores dos órgãos que compõem a Segurança Pública. Quem ganha acima, receberá 30% do salário. O restante da folha será quitado no dia 30.

Já para os meses de novembro e dezembro, conforme calendário apresentado, o Governo ampliará para R$ 4 mil o teto salarial dos que receberão no dia 15, mantendo os 30% para quem ganha acima desse valor, e o salário integral dos servidores da segurança pública.

MOVIMENTO


Para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Administração Direta (SINSP-RN), Janeayre Souto, os servidores não acreditam mais que os salários atrasados sejam quitados neste ano. Ela saiu da audiência bastante frustrada. “O Sinsp reafirma que não acredita que se pague nada de atrasados neste ano”, disse.

As entidades sindicais preparam uma série de atividades em protesto aos salários atrasados e a postura do Governo sobre o problema.

Na próxima quarta-feira (2), às 9h30, visita do Fórum Estadual dos Servidores na Assembleia Legislativa. Em seguida, o Fórum vai solicitar audiência com a OAB/RN, para tratar da situação dos salários atrasados.

No dia 1° de novembro, será realizado o Dia Estadual de Luta dos Servidores, para marcar um ano de atraso dos salários de novembro de 2018.

Calendário de pagamento de outubro, novembro e dezembro de 2019

Outubro

Dia 15: Recebem servidores que ganham até R$ 3 mil e servidores dos órgãos que compõem a Segurança Pública. Quem ganha acima, recebe 30% do salário.

Dia 30: Os servidores que ganham acima de R$ 3 mil receberão o valor restante.

Novembro

Dia 15: Recebem servidores que ganham até R$ 4 mil e servidores dos órgãos que compõem a Segurança Pública. Quem ganha acima, recebe 30% do salário.

Dia 30: Os servidores que ganham acima de R$ 4 mil receberão o valor restante.

Dezembro

Dia 15: Recebem servidores que ganham até R$ 4 mil e servidores dos órgãos que compõem a Segurança Pública. Quem ganha acima, recebe 30% do salário.

Dia 27: Os servidores que ganham acima de R$ 4 mil receberão o valor restante

0 comentários:

Postar um comentário

Translate