14 junho 2019

'VAZAMENTO NA LAVA JATO': Não é só o caso Lula, todos os processos da Lava jato estão comprometidos, diz jurista

A jurista Carol Proner, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e integrante da rede Juristas pela Democracia, classificou nesta terça-feira (11), como “completamente ilegal” a conduta do ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, nos processos da operação Lava Jato, como mostraram as revelações do site The Intercept. Em entrevista à Rádio Brasil Atual, Proner diz que não apenas a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está comprometida, mas todos os processos da Lava Jato em Curitiba.
  
The Intercept divulga diálogos de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol que embasaram reportagem



O site The Intercept Brasil divulgou na noite desta quarta-feira(12) diálogos completos entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol que embasaram a reportagem.


Através do Twitter, Glenn Greenwald fundador do The Intecept afirmou que "todos os documentos, chats , áudios, vídeos, etc., são autênticos. A verdade sobre Moro, Deltan e outros está finalmente sendo revelada".


Veja AQUI matéria na íntegra.





  



Está no DCM


Não eram apenas Sergio Moro e seus subordinados no Ministério Público Federal em Curitiba que vazavam informações para os antas do site da Empiricus(O Antagonista).


Há indícios de que o Tribunal Regional Federal da 4a. Região também privilegiou os jornalistas (sic) da organização com informações que deveriam ser mantidas sob sigilo.


Foi em 24 de janeiro de 2018, quando o TRF-4 confirmou a sentença de Sergio Moro e tirou Lula da disputa eleitoral.


Às 8:17, quando ainda não havia iniciado a sessão, o site Antagonista postou uma nota com informações que só poderiam ter sido vazadas por quem já conhecia o resultado do julgamento:


“Dos resultados possíveis no julgamento de hoje, há um cenário novo: a possibilidade de Gebran Neto aumentar a pena de Lula.


Os votos de Victor Laus e Leandro Paulsen seriam idênticos, mantendo a sentença de primeira instância”.


Foi exatamente o que aconteceu, conforme se divulgaria no final da tarde, quando a sessão terminou: Gebran aumentou a pena de Lula de 9 anos e seis meses para 12 anos e um mês de prisão, e os votos de Victor Laus e Leandro Pausen foram idênticos.


Os antas do site tinham bola de cristal? Deram o chute certo? Claro que não. Alguém vazou. Resta saber se foi alguém da Vara de Moro, para a qual o resultado do TRF-4 também teria sido vazado, ou se foi alguém do próprio tribunal.


Só peixe graúdo é que tem informação desse tipo.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate