20 julho 2018

Eleição para governador do RN: A história das derrotas dos "vices" de Mossoró dos anos 50 para cá; o desafio agora é para o jovem Kadu Ciarlini


O publicitário Kadu Ciarlini (PP) indicado vice na chapa do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), terá que superar a chamada “maldição dos vices de Mossoró” e provar que nos dias atuais as coisas não são mais assim.

Assim como?

Como aconteceu dos anos 50 para cá, onde todas as chapas em eleições para governo, com vices de Mossoró, perderam a eleição.

Pai e mãe de Kadu, Carlos Augusto Rosado e a prefeita Rosalba Ciarlini já experimentaram a tal “maldição”.

A maldição, pelo visto, atinge só vices.

Mossoró já elegeu governadores: Dix-Sept Rosado (1951) e Rosalba Ciarlini (2011).

Wilma de Faria, governadora duas vezes, nasceu em Mossoró.

José Agripino, também nascido em Mossoró, foi governador por dois mandatos.

As derrotas sucessivas de chapas com vices de Mossoró foram lembradas pelo Blog em novembro do ano passado, quando o nome de Carlos Eduardo Ciarlini começou a ser cogitado para vice de Carlos Eduardo Alves.

Veja relação dos "vices" derrotados:
  
-Nos anos 50, Duarte Filho foi vice na chapa do candidato a governador Manoel Varela…que perdeu a eleição.

-Nos anos 60, com o mossoroense Vingt Rosado como vice, o governadorável Djalma Marinho não foi eleito.

-Nos anos 80, Antônio Florêncio, de Pau dos Ferros, mas com base em Mossoró, foi vice na chapa puxada por João Faustino, que também não ganhou a eleição.

-Nos anos 90, Rosalba foi vice de Lavoiser e a chapa perdeu.

-O último vice indicado por Mossoró a perder eleição majoritária no Rio Grande do Norte, na realidade foram dois, em 2002: na mesma eleição, Laíre Rosado foi vice do então governador Fernando Freire, e Carlos Augusto Rosado foi vice de Fernando Bezerra, e as duas chapas perderam no pleito que elegeu Wilma de Faria pela primeira vez.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate