05 junho 2018

Prefeitos interinos se deram bem nas eleições suplementares

O resultado das eleições suplementares no Rio Grande do Norte deixou bem claro.

Estar no cargo é meio caminho andado para se eleger.

Basta analisar:

O eleito de São José de Campestre, Neném Borges (MDB), é prefeito interino.
Foi a disputa mais acirrada a ele obteve 120 votos de maioria.

O prefeito eleito de Galinhos foi o atual interino, Irmão Naldo.
Teve 509 de maioria sobre o segundo colocado.

Prefeito interino de Parazinho, Carlinhos de Veri foi o eleito. Já estava no cargo e teve maioria 632 votos.

Em João Câmara, o ex-secretário municipal e comerciante Manoel Bernardo, teve apoio do prefeito cassado, Maurício Caetano e do prefeito interino, Daniel. Derrotou dois ex-prefeitos (Gorete Leite e Vavá, que apoiavam a candidatura de Lana Leite) com maioria de 2.321 votos.

Só em Pedro Avelino que o apoio do prefeito interino não contou para a eleição do prefeito.

O eleito Alexandre Sobrinho teve maioria de 283 sobre o candidato do prefeito interino e da prefeita cassada.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate