20 abril 2018

Greve dos professores está encerrada no RN; aulas devem reiniciar nesta sexta, 20


Assembleia que pôs fim à paralisação aconteceu na tarde desta quinta feira, 19, na Escola Estadual Winston Churchill; reposição das aulas será planejada pela direção de cada escola
Assessoria /Sinte-RN

Categoria decidiu pelo fim da paralisação após várias negociações com a Seec-RN


A greve dos professores da rede estadual está suspensa. Segundo informações repassadas por um dos coordenadores do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte-RN), José Teixeira, em entrevista ao Jornal Agora RN, a categoria resolveu aceitar a proposta oferecida pelo governo do Rio Grande do Norte. A Assembleia aconteceu na tarde desta quinta feira, 19, na Escola Estadual Winston Churchill, no bairro Cidade Alta. As negociações contaram com mediação judicial

Pelo que ficou acordado, os professores receberão o salário com o reajuste de 6,81% já em abril. O retroativo dos meses de janeiro, fevereiro e março será diluído em seis parcelas a partir de outubro de 2018 para os servidores da ativa. O valor devia ter sido pago em janeiro, quando o Ministério da Educação oficializou o reajuste.

O coordenador acrescentou ainda que a reposição das aulas vai ser feita de acordo com o planejamento organizado por cada direção de escola. Já nesta sexta feira, 20, as aulas serão reiniciadas, segundo Teixeira. Os informes aos pais e alunos, avisando sobre o fim da paralisação, serão feitos também pelas redes sociais.

Para a professora Fátima Cardoso, também coordenadora do Sinte-RN, a proposta do governo para pagar o Piso não é a ideal, mas é válido em razão da ‘conjuntura de cortes de investimentos’. “Sabemos que a proposta que veio não é a melhor. Não é a que esperávamos. Porém, é a que conseguimos arrancar do governo após muita luta, sobretudo em um momento que os governos estão seguindo a cartilha de Temer e cortando investimentos”, declarou.

A greve foi deflagrada no dia 23 de março. Os professores reivindicavam, entre outros pontos, o repasse imediato do aumento de 6,81%, referente ao Piso Nacional de 2018; o que não foi concedido de imediato pela Secretaria Estadual de Educação (Seec-RN). Cláudia Santa Rosa, titular da pasta, fez algumas propostas em conversas com a categoria, ao longo das últimas semanas, com o intuito de suspender a paralisação, sem sucesso.

A greve chegou a contar com a adesão de 90% das 610 escolas, segundo o Sinte. O estado tem hoje 15 mil professores atuando.

Quanto aos educadores do município de Natal, a paralisação continua. Na segunda-feira, dia 23 de abril, haverá mais uma Assembleia de Greve da categoria. O evento está marcado para às 8h30, na Associação dos Subtenentes e Sargentos do Exército (ASSEN), situada na avenida Prudente de Morais, no bairro do Tirol.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate