02 janeiro 2018

MPF quer proibir remanejamento de recursos da Saúde para pagar servidores da Segurança no RN

O Procurador do Ministério Público Federal no RN, Fernando Rocha, vê ilegalidade no remanejamento de R$ 225 milhões do Fundo Nacional de Saúde para pagar aos servidores da Segurança Pública no RN.

Rocha encaminhou ofício na tarde desta segunda-feira (01) à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, relatando o caso e se posicionando contra a determinação do desembargador do Tribunal de Justiça do RN, Cornélio Alves.

Caberá a Dodge decidir se entra com recurso contra o remanejamento.

Fernando Rocha alega ainda que não cabe a um magistrado estadual decidir sobre recursos federais.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate