29 janeiro 2018

Greve definha e caminha para fim melancólico

O movimento grevista do professorado da Universidade do Estado do RN (UERN) começa a dar sinais de profunda fadiga. Há vozes internas que defendem a precipitação do seu fim.

São 80 dias de paralisação hoje (segunda-feira, 29), iniciada dia 10 de novembro passado.

Nem o apoio recente dos técnicos administrativos deu nutrientes à mobilização, que o governo nem percebe existir.

Até aqui, nenhum avanço.

Da mesma forma que ocorreu em 2015, quando saíram de “mãos abanando”, após 147 dias de luta inglória.

Ao todo, são 227 dias parados na gestão Robinson Faria (PSD). Por enquanto.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate