10 janeiro 2018

Eleições 2018: Nomes de candidatos majoritários no RN, caso Robinson renuncie ao governo em abril


Do editor do Blog do Ney Lopes

Mesmo com a séria crise da segurança pública para administrar, fervilham as articulações políticas de correligionários do governador Robinson Faria com o “olho” em outubro próximo.

A candidatura à reeleição do Governador perde terreno pelos naturais desgastes decorrentes dos fatos públicos e notórios no Estado.

RECUPERAÇÃO ELEITORAL DE ROBINSON

Analistas “oficiais” defendem a tese de que o Governador chegará às urnas de outubro creditado pela opinião pública de ter lutado, com todas as forças possíveis, para evitar o caos no Estado.

A avaliação é de que há ainda tempo para a população reconhecer que a culpa da crise não foi do atual Governador e que ele deu provas de respeito ao RN, ao encaminhar as reformas necessárias para estabilizar as finanças estaduais.

Esse fato não o habilitaria para disputar novamente o governo, mas lhe asseguraria a eleição para um mandato de deputado estadual.

Em tal hipótese, Robinson poderia até retornar à presidência do legislativo estadual em 2019, já que tem experiência nessa área.

Essa fórmula daria, sobretudo, a garantia de um mandato ao Governador, o que é considerado fundamental para o seu futuro pessoal e político.

FABIO DANTAS DISPUTARIA REELEIÇÃO


Para candidatar-se a deputado estadual, o Governador deixaria o governo em abril próximo, assumindo a chefia do executivo o vice Fábio Dantas.

Nessa condição, ele disputaria a reeleição para o governo estadual, a exemplo do que fez no passado o então vice Iberê Ferreira.

Para viabilizar essa estratégia eleitoral estaria sendo formado um “arco” de alianças, a começar pelo PSDB, sob a coordenação do deputado federal Rogério Marinho e o presidente da Assembleia Ezequiel Ferreira.

Um ponto a ser resolvido seria a filiação de Fábio Dantas.

Será decidido se ele permaneceria no PcDB, ou optaria por outra sigla.

VICE E SENADO


Um consenso começa a ser formado, em relação à indicação do empresário Tião Couto para vice-governador, na chapa de Fábio Dantas.

Seria o meio de atrair o eleitorado de Mossoró e do Oeste, considerando que estaria em marcha a aliança de Rosalba Ciarlini com Carlos Eduardo, quando o vice-governador na chapa democrata-peemedebista seria o atual deputado Beto Rosado.

Para o Senado evoluem as conversas em torno da dobradinha Ezequiel Ferreira Filho x Luiz Roberto Barcelos, presidente da Agrícola Famosa, jovem empresário vitorioso do estado.

QUADRO ELEITORAL MAJORITÁRIO PARA 2018

Caso “vinguem” as articulações, em torno da renuncia do governador Robinson Faria, em abril próximo, o quadro para as eleições majoritárias de 2018 no RN terá provavelmente os nomes a seguir citados na disputa.

PRÉ-CANDIDATOS AO GOVERNO DO RN
Fábio Dantas (reeleição)
Carlos Eduardo Alves
Fátima Bezerra
Claudio Santos (não confirmado)
Clarissa Linhares
Paulo Campos
Geraldo Melo (admite disputar o governo)

PRÉ-CANDIDATOS AO SENADO NO RN
Garibaldi Alves
José Agripino Maia
Zenaide Maia
Ney Lopes
Luiz Roberto Barcelos
Magnólia Figueiredo
Joanilson Paula Rego
Haroldo Azevedo (também provável vice-governador do PT)

0 comentários:

Postar um comentário

Translate