03 dezembro 2017

Veja a intenção de voto de cada deputado para a reforma da Previdência: 220 dizem ser contra a proposta

Do Congresso em Foco

Beto Barata/PR

Temer ainda precisará costurar o apoio de muitos deputados para aprovar a proposta que considera prioridade de sua gestão

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na última quinta-feira (30) que ainda faltam muitos votos para o governo chegar à marca dos 308 necessários para aprovar a reforma da Previdência. Pesquisa divulgada pela Folha de S.Paulo neste sábado (2) confirma a expectativa de Maia. Ao menos 220 deputados declararam ser contrários à proposta do governo.

Veja a intenção de voto de cada deputado

Apenas 46 informaram ser favoráveis, outros 11 apoiam a reforma parcialmente. Além deles, 51 se mostraram indecisos, 16 disseram que vão seguir a orientação partidária e 125 se recusaram a responder. Somados, esses potenciais apoiadores da proposta de Temer somam 249 nomes. A enquete foi feita com 512 deputados (um está de licença) entre 27 de novembro e 1º de dezembro. Outros 43 não foram localizados. Mesmo se todo esse grupo votasse com o governo, não seria atingida a votação mínima para aprovação do texto.

Entre outras coisas, a proposta de emenda à Constituição estabelece idade mínima de 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres) para aposentadoria, além de mudar a fórmula de cálculo do benefício.

A votação da PEC chegou a ser anunciada para a próxima semana, mas, diante da falta de votos, Maia e líderes governistas decidiram adiar para a semana seguinte o esforço em plenário. O presidente Michel Temer se reúne neste domingo com lideranças aliadas para discutir forma de aumentar o apoio à reforma.

O governo trabalha para que as mudanças passem na Câmara ainda em 2017 para evitar o desgaste de submeter um tema tão polêmico a votação em ano eleitoral. Caso alcance o apoio exigido em dois turnos entre os deputados, o texto terá de ser submetido ao Senado, onde enfrenta resistência também.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate