11 dezembro 2017

A demissão em massa de 1.200 professores afetou imagem da reforma trabalhista

A demissão de 1.200 professores pela Estácio de Sá, segunda maior instituição de ensino superior do país, prejudica a imagem da reforma trabalhista, mas não deve ser tendência no setor, diz Chaim Zaher, principal acionista individual da universidade até agosto.
“O mercado financeiro quer resultado no curto prazo.
Muitas vezes, isso fere um pouquinho a qualidade.”

0 comentários:

Postar um comentário

Translate