25 novembro 2017

Brasil escapou do “baú de Silvio Santos” e agora poderá ser lançado no “caldeirão” do Huck

Do do Blog de Ney Lopes

Eleições de 2018 já batem a porta do país.

Nuvens sombrias anunciam a possível radicalização do pleito entre direita e esquerda.

De um lado, ex-presidente Lula condenado e processado na justiça.

De outro, Bolsonaro, um militar de direita, que já foi julgado no dia 16 de junho de 1988 no Superior Tribunal Militar (STM), acusado de transgressão grave ao Regulamento Disciplinar do Exército (RDE) e de ter planejado até ações terroristas contra o governo federal.

A propósito das acusações do próprio Exército à Bolsonaro, LEIA a postagem “Documentos do Exército confirmam pedido de expulsão de Bolsonaro, após plano terrorista” – acessando:

http://bit.ly/2zCArj2

Nessa conjuntura surge um novo nome: o apresentador de TV Luciano Huck, criador do bordão “loucura, loucura, loucura”.

Ultimamente, ele já se reuniu com o presidente do PPS, Roberto Freire, e com representantes do DEM.

Incrível que partidos políticos, sem maior reflexão, se comprometam com alternativas políticas para 2018, apenas olhando o populismo e as luzes de câmeras de TV.

Aliás, em 1989, o DEM (antes era PFL) fez a mesma coisa lançando Silvio Santos à presidente da República, que não se consumou pela resistência interna do então vice Aureliano Chaves, que desejava ser candidato.

Naquela época, ao contrário de hoje, existiam nomes expressivos na disputa presidencial, como Leonel Brizola, Lula, Paulo Maluf, Ulysses Guimarães, Mario Covas e o vencedor Fernando Collor.

Por um triz Sílvio não se candidatou.

Após ser afastado pelo PFL (Aureliano Chaves) e PL (Afif Domingos), o homem do baú agarrou-se ao o nanico PMN (Partido Municipalista Brasileiro).

Quando estava para registrar a sua candidato, Sílvio Santos foi surpreendido por Eduardo Cunha, ex-presidente da câmara dos deputados, que fazia parte da equipe de Fernando Collor e encontrou uma irregularidade no partido do apresentador.

O PMN deveria ter feito 9 convenções e fez apenas 4.

Acabou ali o sonho de Silvio Santos.

Será que surpresas semelhantes rondarão a candidatura de Huck?

Ou, os brasileiros terão o destino trágico de serem realmente lançados no seu caldeirão?

0 comentários:

Postar um comentário

Translate