11 outubro 2017

Relator tucano vota para barrar segunda denúncia contra Michel Temer

Relator tucano vota para barrar segunda denúncia contra Michel Temer
 
Renato Araújo/Agência Câmara

Relator se alinha a discurso do governo ao chamar delações que embasaram denúncia de “espúrias e sem credibilidade”

Com duras críticas ao Ministério Público e discurso alinhado às críticas já desferidas pelo governo, o relator tucano Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), votou, na tarde desta terça-feira (10), para barrar a denúncia por organização criminosa e obstrução de Justiça contra o presidente Michel Temer e seus ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) e Eliseu Padilha (Casa Civil). É a segunda denúncia da gestão Rodrigo Janot à frente da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Temer e aliados. Janot deixou o posto em 17 de setembro.


<< Janot denuncia Temer pela segunda vez e o acusa de liderar organização criminosa; leia a íntegra Durante a leitura, Bonifácio fez paralelos entre as Constituições de 1946 e a de 1988 para demonstrar o crescimento da autonomia do Ministério Público e criticar a recente atuação do órgão. Disse ainda que os poderes Executivo e Legislativo se enfraquecera

0 comentários:

Postar um comentário

Translate