17 outubro 2017

Delegado Maurílio Pinto elogia ação do policial no Bradesco: “Tem que sentar o dedo neles”

Segundo o delegado aposentado, o bandido morto é José Augusto Medeiros Sena, com idade entre 50 e 60 anos, tido como um antigo assaltante de bancos que agia na região Nordeste
Canindé Soares
Maurílio comemorou a vitória da polícia durante a ação criminosa

A polícia ainda não localizou o restante do quarteto que tentou roubar, na manhã desta segunda-feira, um malote de dinheiro na agência do Bradesco, na avenida Prudente de Morais, em Lagoa Nova. Um dos integrantes do grupo foi morto, após confronto com um policial civil, que estava no interior do estabelecimento. O corpo dele continua no ITEP.

Para o delegado aposentado, Maurílio Pinto de Medeiros, que se encontra em recuperação de uma infecção na perna, em decorrência do diabetes, o agente agiu corretamente ao atirar contra o assaltante. “É pra ser assim. Nunca, jamais dar espaço. Policial é policial por 24 horas, não importa onde esteja. Se ele não colocou a vida dele ou a de terceiros em risco, tem mesmo que sentar o dedo nesses vagabundos”.



O bandido morto, segundo Maurílio, já foi identificado pela Inteligência Policial. Trata-se de José Augusto Medeiros Sena, com idade entre 50 e 60 anos, tido como um antigo assaltante de bancos. “Ele pertencia a uma quadrilha que age nos estados do Nordeste. O próprio irmão dele foi morto pela polícia, durante um roubo em Pernambuco”, lembrou.

Durante a troca de tiros, um cidadão foi ferido , mas sem gravidade. Assim que um dos bandidos tombou na avenida, o resto do grupo fugiu imediatamente em um Ônix de cor branca. “Imagine se os assaltantes tivessem conseguido entrar na agência. Haveria reféns e, seguramente, esse policial seria morto ao ser identificado. Portanto, ele agiu dentro da lei e merece meu respeito pelo ato de bravura”, comemorou Maurílio.
Fonte:  Agora RN

0 comentários:

Postar um comentário

Translate