28 setembro 2017

Refis federal: Nenhuma negociação para a MP do Refis foi feita à revelia de Meirelles, diz Ribeiro

Líder do governo na Câmara negou mal-estar entre os parlamentares e ministro da Fazenda
 
Líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro, negou mal-estar entre os parlamentares e ministro da Fazenda. Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
 
O líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), negou na tarde desta quarta (27), mal-estar entre os parlamentares e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em razão da medida provisória (MP) que cria o novo Refis, programa de parcelamento de dívidas com a União.

De acordo com deputado paraibano, nenhum acordo foi fechado à revelia do ministro. “Nada foi feito à revelia dele. Ele participou de tudo. Ontem mesmo passou uma hora e meia no viva-voz de Londres, negociando”, afirmou Ribeiro ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Um possível mal-estar entre Meirelles e os parlamentares passou a ser cogitado, após o relator da MP, deputado Newton Cardoso Júnior (PMDB-MG), fazer críticas à equipe econômica. As críticas do peemedebista foram destinadas, sobretudo, à Receita Federal, que, segundo ele, trabalhava para deixar a MP perder a validade sem ser votada.

Nesta quarta, os rumores de mal-estar voltaram após a Câmara começar a votar a proposta, mesmo diante da ausência de Meirelles.

O ministro está em Londres, de onde não conseguiu voltar à tempo, em razão de problemas técnicos com a aeronave da FAB. Na terça, Aguinaldo disse que a Câmara esperaria Meirelles chegar para votar a proposta. (AE)

0 comentários:

Postar um comentário

Translate