01 setembro 2017

Defensores do fundo previdenciário do RN querem passar fome aos 30 pela garantia dos 60


Potiguar, Daniel Menezes

Esta é a lógica de quem quer proteger o restante do fundo previdenciário estadual, que ainda conta com pouco mais de 320 milhões.

Ora, não há sentido em manter poupança em tempo de crise.

Em guardar dinheiro para futuros aposentados com os atuais, recebendo em atraso.

Prejudica o servidor e trava a economia.

Os servidores referentes ao fundo previdenciário só se tornarão inativos daqui há 30 anos e o RN enfrenta a sua maior perda de receitas da sua história.

Deve dispor de suas reservas para enfrentar o momento adverso.

A maré irá mudar um dia.

Além do que dizer que o governo só faz sacar recursos do Funfir é, no mínimo, seletivo.

Todo mês cerca de 100 milhões são postos pelo executivo para complementar a folha dos aposentados, o que gera um rombo de 1,3 bilhão por ano.

O funfir já foi “pago” diversas vezes e continuará a ser por décadas.

Aliás, é a lógica de nossa previdência.

Quem trabalha mantém os que já laboraram por toda vida.

Estamos andando na contramão do bom senso.

E isso também diz respeito às polpudas reservas dos poderes.
Fonte: Blog do Ney Lopes
DESTE BLOG: Blogueiro e professor  também entende que o governo deve usar todos os FUNDOS no momento da crise e de depois fazer sua reposição. Isso é natural, apenas não cultural, pois a crise pegou todos de surpresa e as pessoas e o governo devem se virar com aquilo que está ao seu alcance, isso também é cultural.
Além disso, os deputados que formam a Assembleia Legislativa do RN também  deveriam colaborar com os servidores e dispensar o trâmite dos Projetos de Lei do Governo do RN que solicitam autorização para contrair empréstimos junto aos Bancos públicos visando atualizar o pagamento dos servidores estaduais, mas a maioria quer protelar visando prejudicar o Governo do RN, mas penalizam muito mais os servidores que estão com salários atrasados.
Com a palavra os 24 deputados que compõem a Casa Legislativa

0 comentários:

Postar um comentário

Translate