05 agosto 2017

Quase 40% de servidores públicos no RN poderão se aposentar nos próximos dez anos, aponta IPEA

Quase 40% de servidores públicos no Rio Grande do Norte poderão se aposentar nos próximos dez anos. A estimativa, divulgada nesta sexta-feira (04) pelo Estadão, consta de uma nota técnica do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Segundo a reportagem, o envelhecimento acelerado e generalizado da máquina pública é expressivo no Nordeste e no Norte. São destaques Maranhão, onde metade dos servidores completou 50 anos, Ceará (43,77%), Paraíba (41,94%), Rio Grande do Norte (39,69%) e Piauí (38,57%).

De acordo com a matéria, um terço dos funcionários públicos do Brasil já completou 50 anos. “Na prática, isso significa que são quase 2 milhões de servidores cinquentões, entre os 6,2 milhões de funcionários públicos do Brasil com cargos estáveis na União, nos Estados e nos municípios. Esse grupo, com direito à aposentadoria nos regimes de Previdência pública, vai atingir a idade mínima necessária para deixar a ativa ao longo da próxima década, causando enorme pressão sobre os gastos”, destacou trecho da reportagem.

Ainda conforme a matéria, o levantamento do Ipea se concentra na análise dos Estados, onde a situação tende a ser mais grave. Na média, metade dos servidores hoje na ativa nos Estados tem direito à aposentadoria especial. São professores, policiais civis, policiais e bombeiros militares. Os docentes podem parar de trabalhar entre os 52 e os 55 anos.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate