15 agosto 2017

Especialistas rejeitam fundo eleitoral e veem ‘distritão’ com desconfiança


Especialistas em direito eleitoral e cientistas políticos rejeitam a proposta de criação do fundo público de R$ 3,6 bilhões para financiar campanhas no Brasil, aprovado nesta semana na comissão da Câmara dos Deputados que analisa a reforma política.

Ao mesmo tempo, a instituição do “distritão” nas eleições de 2018 e 2020 também é vista com desconfiança. O sistema substituiria o atual modelo eleitoral, em que os votos no partido podem eleger candidatos que não foram os mais bem votados.

“Todos os brasileiros doarão compulsoriamente, enquanto há uma crise econômica e deficits enormes em recursos para saúde e educação”, diz Diogo Rais, pesquisador da Fundação Getulio Vargas e professor da Mackenzie. “É constrangedor.”

(mais…)

0 comentários:

Postar um comentário

Translate