18 agosto 2017

Docentes da UERN definem sobre greve no dia 01/09

Professores e professoras da UERN estiveram reunidos em assembleia na manhã de hoje (18), que discutiu possibilidade de indicativo de greve. Ficou definido que será realizada uma nova assembleia no dia 01/09, para decidir sobre deflagração de uma greve na universidade.

A decisão da categoria é fruto da intensificação dos ataques à universidade, promovida pelo Governo de Robinson Faria. Os docentes da UERN estão há 4 anos sem realinhamento salarial, sendo descumprido seu Plano de Cargos e Salários (PCS), além de conviver com falta de condições estruturais e materiais em seu local trabalho. O estopim desta crise são os 18 meses de recorrentes atrasos salariais, que tem tornado insustentável o funcionamento da instituição.

A Diretoria da ADUERN avaliou a decisão como muito importante, uma vez que mostrou o descontentamento da categoria com a situação vivida pela universidade. A presidenta do Diretório Central dos Estudantes, Plúvia de Oliveira, esteve presente na assembleia e reafirmou o apoio à decisão dos professores.

“Os estudantes estão aqui hoje para mostrar nosso apoio à decisão dos docentes. Queremos fortalecer a unidade entre todos os segmentos e avançar na ideia de que nossa luta é conjunta” afirmou a representante.

AUTONOMIA – A categoria tem outra assembleia marcada, na próxima segunda-feira (21) para dar continuidade à discussão sobre a autonomia financeira da universidade, iniciada no dia 10/08.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate