27 julho 2017

Mega-Sena acumulou mais uma vez; prêmio do próximo concurso é estimado em R$ 105.000.000,00

Sorteio realizado no CAMINHÃO DA SORTE em RIO BRANCO, AC

09, 21,  36, 38, 52, 53
Estimativa de prêmio do próximo concurso 29/07/2017

R$ 105.000.000,00


Acumulado próximo concurso R$ 91.586.393,30

Acumulado próximo concurso final cinco (1955) R$ 19.897.572,31

Acumulado Mega da Virada R$ 42.887.494,39

Premiação

Sena - 6 números acertados
Não houve acertador

Quina - 5 números acertados
180 apostas ganhadoras, R$ 39.521,60


Quadra - 4 números acertados
13017 apostas ganhadoras, R$ 780,72


Arrecadação total
R$ 123.388.139,00 Veja o detalhamento

26 julho 2017

Governo do RN anuncia pagamento de parcela de 4 mil para quem ganha acima desse valor

Parcela é referente ao mês de junho. Quando pagará  o restante de junho e o mês de julho?

O Governo anunciou nesta quarta-feira (26) o pagamento de parte dos salários de junho a servidores, aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 4 mil.

De acordo com a Secretaria de Planejamento, serão depositados R$ 4 mil para estes servidores na próxima sexta-feira (28).

Assembleia da ADUERN irá discutir atrasos salariais e possibilidade de indicativo de greve na UERN


Em assembleia movimentada na manhã de hoje (26), cerca de 150 professores e professoras associadas à ADUERN debateram por mais de 3h sobre os reiterados atrasos salariais vividos pela categoria.

Após extensa discussão, os docentes deliberaram pela constituição de um comando de mobilização, formado pela base e diretoria, e convocação de nova assembleia no dia 18 de agosto, para discutir estratégias de enfrentamento da situação atual, incluindo possibilidade de indicativo de greve.

A proposta visa construir estratégias de resistência aos ataques sofridos pela categoria e universidade e garantir que os salários sejam pagos em dia, respeitando professores e professoras da UERN que há 18 meses convivem com os atrasos e incertezas.

Também durante a assembleia foi discutida a proposta de apoio financeiro da ADUERN aos professores e professoras da UERJ, que convivem com três meses de salários atrasados e sem perspectiva de pagamento.

O presidente da ADUERN, Lemuel Rodrigues, resgatou os antecedentes sobre a campanha em favor dos servidores da UERJ, promovida pelo ANDES junto às Associações de Docentes de todo o Brasil. Ele explicou que os recursos arrecadados destinam-se a um fundo de solidariedade do sindicato nacional e que, logo que essa situação financeira se resolver, tais valores serão devolvidos.

Após amplo debate sobre a temática, ficou definido que a ADUERN fará doações mensais até Dezembro de 2017 no valor de R$ 2.000,00. 
 
Fonte: Portal da ADUERN

Governo do RN CONVOCA professores temporários aprovados em processo seletivo

Clique AQUI e Veja relação de convocados

Ação judicial movida pela ADUERN garante GTNS para todos os docentes da UERN


Lindocastro Nogueira prestou esclarecimentos para a categoria sobre a implantação da GTNS

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ/RN) deu ganho de causa à ação judicial movida pela ADUERN, que reivindica a imediata implantação da Gratificação de Técnico de Nível Superior (GTNS) para todos os docentes da instituição. A decisão do TJ/RN confirma a sentença do Juiz da Vara da Fazenda Pública de Mossoró, que já havia dado ganho de causa para o sindicato.

De acordo com a decisão, a universidade deve incorporar no contracheque de todos os docentes, sindicalizados ou não à ADUERN, o valor referente a 80% do salário base de setembro de 2001. Além disso, também deve ser pago o valor retroativo de 2008 até a dada da implantação da GTNS.

Segundo o assessor jurídico da ADUERN, Lindocastro Nogueira, como a GTNS possui garantia a partir de uma lei estadual, cabe ao TJ/RN julgar em definitivo sua validade ou não. Ele explicou que o sindicato agora aguarda que o processo retorne ao juízo de origem para que possa ser iniciada a fase de execução. Lindocastro ressaltou a importância da vitória:

“Esta vitória representa a consolidação de uma luta encampada há quase cinco anos e expressa a nossa posição e filosofia de que ninguém será excluído ou deixado para trás na garantia de direitos. A GTNS será um benefício para todos, independente de serem docentes novos, antigos, ativos ou já aposentados da UERN”, afirmou.

A DIRETORIA DA ADUERN ainda lembrou que dentre os professores e professoras que optaram por entrar com processos individuais, reivindicando a implantação da GTNS, mais de 200 já recebem o benefício.

GOVERNO ENTREGOU MAIS 56 VEÍCULOS REFRIGERADOS E KITS PARA A AGRICULTURA FAMILIAR DOS MUNICÍPIOS


OLHO D'ÁGUA DO BORGES FOI CONTEMPLADO COM UM CARRO E EQUIPAMENTOS
 
Mais 56 municípios do Rio Grande do Norte receberam do Governo do Estado nesta terça-feira, 25, veículos refrigerados, balanças e equipamentos de informática dentro do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA-Compra Direta). O Programa incentiva a produção e comercialização dos produtos da agricultura familiar em todas as regiões do Estado. Com esta entrega 96 municípios já receberam os kits de equipamentos.

“Estamos enfrentando o sétimo ano consecutivo de seca e uma grave crise financeira nacional. Mas o nosso Governo trabalha forte, com criatividade para vencer as dificuldades. É isto que estamos fazendo aqui, apoiando as cadeias produtivas, fornecendo equipamentos para estimular o pequeno produtor rural”, afirmou o governador Robinson Faria, na solenidade no auditório da Escola de Governo em Natal.

Robinson Faria também destacou que a administração estadual “é parceira do agronegócio e do pequeno produtor. Estes kits melhoram as condições de comercialização, permitem melhor controle da produção, acondicionamento e transporte adequado, o que contribui para a emancipação das famílias produtoras”. O PAA é realizado em parceria com o Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário – MDS, que também apoia outras iniciativos como os programas Primeira Água e Segunda Água, construção e recuperação de reservatórios de água, perfuração de poços tubulares, carros pipa e a instalação de barragens submersas que já somam mais de 400, além da instalação da Central de Comercialização da Agricultura Familiar em Natal.

O secretário Executivo do MDS, Alberto Beltrame, e o Secretário Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Caio Rocha, participaram do evento. Beltrame disse que ”os equipamentos fomentam e incrementam a agricultura familiar proporcionando a inclusão produtiva de pessoas e famílias. E esta é uma orientação do Governo Federal, que vai além do Bolsa Família, gerando oportunidades de trabalho.”

Alberto Beltrame elogiou a iniciativa do Governo do Estado de refrigerar os baús de transporte de mercadorias e que este diferencial será analisado pelo Governo Federal para ser levado aos demais estados.

A diretora-presidente da Emater-RN, Cátia Lopes, explicou o trabalho do Governo do Estado para atender os pequenos produtores e o interesse dos municípios beneficiados. “Os municípios deram as mãos ao Governo do Estado que, através da Emater, orienta e incentiva a produção no campo e sua comercialização”, registrou, acrescentando: “Estamos mudando a realidade do campo e isso traz melhorias para todos. E vamos fazer mais”.

A solenidade contou com a presença do vice-governador Fábio Dantas, dos secretários de Estado Guilherme Saldanha (Agricultura, Pecuária e Pesca), Raimundo Sobrinho (Assuntos Fundiários e Reforma Agrária), Getúlio Ribeiro (Relações Institucionais), do diretor do Idiarn, Camilo Collier, do senador Garibaldi Filho, dos deputados José Adécio, Jacó Jácome, Dison Lisboa, Luiz Antonio Farias e Cristiane Dantas e do representante da Federação da Agricultura do RN – Faern, Luiz Cláudio. 


EQUIPAMENTOS ENTREGUES:

- 125 balanças, sendo 85 balanças para até 30 quilos e 40 balanças para até 300 quilos.
- 44 computadores, 56 impressoras
- 56 veículos tipo Saveiro equipados com baú frigorífico.
- O investimento total para a aquisição de equipamentos foi de R$ 4 milhões.

MUNICÍPIOS BENEFICIADOS COM CARROS:

Afonso Bezerra, Alexandria, Antônio Martins, Baía Formosa, Bento Fernandes, Boa Saúde, Bom Jesus, Caiçara do Rio dos Ventos, Canguaretama, Ceará-Mirim, Coronel Ezequiel, Espírito Santo, Extremoz, Goianinha, Ielmo Marinho, Itajá, Jaçanã, Japi, João Câmara, Jundiá, Lagoa D’anta, Lago de Pedras, Lagoa de Velhos, Luís Gomes, Macaíba, Marcelino Vieira, Maxaranguape, Messias Targino, Monte Alegre, Monte das Gameleiras, Nova Cruz, Olha D’água dos Borges, Pedro Avelino, Pau dos Ferros, Passa e Fica, Pureza, Riacho da Cruz, Riachuelo, Santa Cruz, Santa Maria, Santo Antônio, São Bento do Norte, São Bento do Trairi, São José de Campestre, São José de Mipibu, São Miguel de Touros, São Pedro, São Tomé, Senador Eloi de Souza, Sítio Novo, Taipu, Tangará, Tenente Ananias, Touros, Umarizal e Vera Cruz.

Enfim, STJ suspende ação penal contra homem que furtou barra de chocolate avaliada em R$4,99


Um homem denunciado por tentativa de furto ao subtrair uma barra de chocolate avaliada em R$4,99 teve a ação penal contra ele suspensa após decisão liminar do STJ. O pedido de trancamento foi analisado pela presidente da Corte, ministra Laurita Vaz, que aplicou ao caso o princípio da insignificância.

De acordo com a denúncia do MP, o homem entrou em um supermercado em Curvelo/MG, pegou o doce da prateleira e colocou dentro de sua calça. Ao tentar sair do estabelecimento, foi abordado por um fiscal, que localizou o chocolate e chamou a polícia. O produto foi devolvido ao supermercado.

Em análise do pedido de HC, o TJ/MG manteve a ação penal por entender que os eventuais motivos para sua extinção – inexistência de indícios de autoria ou de prova de materialidade – não estavam presentes no processo.

Réu primário


Ao examinar o recurso em HC, todavia, a ministra lembrou que o STJ tem o entendimento de que o princípio da insignificância é cabível quando existentes vetores ensejadores de sua incidência, como a mínima ofensividade da conduta do agente, a inexistência de periculosidade social da ação e a inexpressividade da conduta jurídica provocada. A ministra também destacou que o réu era primário à época dos fatos apurados no processo.

“A tentativa de subtração de uma barra de chocolate – avaliada em R$ 4,99 de um estabelecimento comercial, ao qual foi restituída a coisa subtraída, não permite concluir pela configuração do delito de furto, dada a insignificância da conduta levada a efeito. Há que se salientar, ainda, que a primariedade do recorrente foi reconhecida pelo tribunal de origem.”

O mérito do recurso em HC ainda será analisado pela 6ª turma, sob a relatoria da ministra Maria Thereza de Assis Moura.

Processo relacionado: RHC 86.455
Migalhas, com informações do STJ

Juiz manda suspender decreto que aumenta tributos sobre combustíveis


O juíz substituto Renato Borelli, da 20ª Vara Federal de Brasília, determinou nesta terça-feira (25) a suspensão imediata do decreto publicado na semana passada pelo Governo Federal, que que elevou a alíquota de PIS/Cofins, que incide sobre a gasolina, o diesel e o etanol.

A decisão liminar (provisória) atendeu a pedido feito em uma ação popular, movida pelo advogado Carlos Alexandre Klomfahs. O governo pode recorrer da decisão.

O aumento começou a valer na ultima sexta-feira (21), que segundo o Governo, a tributação sobre a gasolina subiu R$ 0,41 por litro. Com isso, a tributação mais que dobrou e passou a custar aos motoristas R$ 0,89 por cada litro de gasolina, se levada em consideração também a incidência da Cide, que é de R$ 0,10 por litro.

A tribuntação sobre o diesel subiu em R$ 0,21 e ficou em R$ 0,46 por litro do combustível. Já a tributação sobre o etanol subiu R$ 0,20 por litro.

O juiz substituto questiona, na decisão, o fato de o governo ter elevado a tributação sobre os combustíveis via decreto. De acordo com o juiz federal, “o instrumento legislativo adequado à criação e à majoração do tributo é, sem exceção, a Lei, não se prestando a tais objetivos outras espécies legislativas”, comentou.

25 julho 2017

SALÁRIOS ATRASADOS: Servidores do RN com salários acima de 4 mil não sabem data que receberão JUNHO

Os servidores do Governo do Estado do RN, que ganham acima de 4 mil reais, ainda não sabem da data que seus salários de JUNHO serão pagos.

Enquanto isso, o vizinho Estado da Paraíba pagou o mês de junho e parte do 13º salário no final do mês passado.

Servidores do Governo do Estado do RN que não receberam o PASEP

O Ministério do Trabalho divulgou lista com servidores e ex-servidores do Governo do Estado que têm direito ao abono salarial PASEP, de até R$ 937,00, relativo ao ano de 2015, mas ainda não receberam o benefício. A relação está disponível aqui

Lembramos que o saque somente poderá ser feito até dia 30 deste mês de junho, em qualquer agência do Banco do Brasil, mediante a apresentação de documento pessoal.

Informações ou dúvidas, entre em contato ou acesse: Telefone “Alô-Trabalho”: 158 ou www.mte.gov.br/ouvidoria 0800 PIS - CAIXA: 0800 726 0207 0800 PASEP - Banco do Brasil: 0800 729 0001 – capitais 4004 0001. Consulte diretamente no link: http://trabalho.gov.br/abono-salarial/consultaabono-salarial

RN: Muncípios têm até 31 de julho para se inscrever no Selo UNICEF


No Rio Grande do Norte, 166 cidades poderão se inscrever no Selo UNICEF edição 2017-2020 até o dia 31 de julho. Os documentos para a inscrição podem ser acessados no site do Selo. A iniciativa incentiva os municípios a avançarem nas áreas de Saúde, Educação, Proteção e Participação Social de crianças e adolescentes, cobrando dos gestores locais e acompanhando o investimento dos recursos no município.
Dados do UNICEF apontam que dos 106 municípios potiguares participantes da última edição, 70 realizaram busca ativa para identificar crianças fora da escola. Na última edição do Selo UNICEF Município Aprovado, 49 municípios do RN foram premiados por garantirem e melhorar indicadores sociais que beneficiam as vidas de crianças e adolescentes.
Desde os 12 anos, André Rafael da Silva decidiu lutar por melhorias nos direitos das crianças e adolescentes do seu município. Nascido na cidade Doutor Severiano, o jovem, hoje com 20 anos, era hiperativo na infância e conta que não tinha perspectiva de futuro. O engajamento fez com que André fosse convidado pelo UNICEF para representar as crianças e adolescentes do Estado do Rio Grande do Norte e participasse de uma feira da entidade na Bolívia.
Atualmente, André estuda Serviço Social em uma universidade de Natal e sonha ser um gestor público em sua cidade.

Governo federal planeja PDV e jornada reduzida para servidores públicos

O governo federal deve editar nos próximos dias uma medida provisória para criar um programa de demissão voluntária (PDV) para os servidores públicos do Poder Executivo, informou o Ministério do Planejamento nesta segunda-feira (24).

De acordo com o ministério, quem aderir terá direito a receber 1,25 salário para cada ano trabalhado.

Além disso, informou o Planejamento, está sendo preparada uma proposta de implementação da jornada de trabalho reduzida. Ela vai permitir que, ao invés de 8 horas diárias e 40 horas semanais, os servidores possam optar por:

trabalhar 6 horas diárias e 30 semanais;
trabalhar 4 horas diárias e 20 semanais;

Neste caso, o servidor terá o salário cortado na mesma proporção da redução da jornada de trabalho.

“Será assegurado ainda, a quem optar pela redução de jornada, o pagamento adicional de meia hora diária, calculada conforme regulamentação a ser editada pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão”, informou o ministério em nota.

O objetivo do governo é diminuir os gastos com a folha de pagamentos, num momento de fragilidade nas contas públicas. De acordo com o Planejamento, apenas o PDV deve gerar economia de cerca de R$ 1 bilhão ao ano.

Os gastos da União com o pagamento de servidores aumentaram nos últimos três anos em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).

Em 2014, por exemplo, o governo gastou R$ 222,37 bilhões (3,8% do PIB) com pagamento do funcionalismo. O valor passou para R$ 238,49 bilhões em 2015 (o equivalente a 4% do PIB) e para R$ 257,87 bilhões em 2016, o equivalente a 4,1% do Produto Interno Bruto (PIB).

Segundo o Ministério do Planejamento, o aumento proporcional decorre, principalmente, da recessão na economia, que gerou queda do PIB nos últimos anos e aumentou o peso dos gastos com pessoal.

Desde o início da crise, o governo vem reduzindo a autorização de concursos. Entretanto, as restrições orçamentárias não impediram o presidente Michel Temer de sancionar a lei que reajusta o salário de oito categorias do serviço público.

Ao todo, 68.149 pessoas serão beneficiadas pelo aumento, entre servidores da ativa, aposentados e pensionistas. O texto original previa um impacto em 2017 de R$ 3,7 bilhões e de R$ 10,91 bilhões até 2019.

24 julho 2017

Governador do RN entrega 56 veículos, balanças e computadores nesta terça (25)

Olho D'água do Borges será um dos Municípios beneficiados.
Prefeita Maria Helena Leite viajará à Natal para receber a chave do carro das mãos do governador.

O governador Robinson Faria entrega, nesta terça-feira (25), 56 veículos baú-frigorífico, 125 balanças, 44 computadores e 56 impressoras para 56 municípios potiguares que serão atendidos pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA-Compra Direta). O evento será realizado às 10h, na Escola de Governo, e contará com a presença do secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame.

O investimento total para a aquisição de equipamentos foi de R$ 4 milhões, através da parceria entre MDS e Governo do RN. O PAA-Compra Direta é uma ação de Segurança Alimentar do MDS, que no Estado é executado pela Emater, em parceria com a Sethas e prefeituras.

América convoca torcedores para o jogo decisivo de sexta próxima

Compareça sexta próxima ao Arena das Dunas para incentivar o América FC no jogo decisivo contra o Ceilândia, do DF.

Começa oficialmente a disputa pela Direção da ADUERN

Eleição será realizada no dia 16 de agosto de 2017 em todos os Campi da UERN


(Da esquerda para Direita), Denys Tavares, candidato à presidência na chapa UNIDOS PELA ADUERN e Rivânia Moura, candidata à presidência pela chapa SINDICATO É PRA LUTAR

Foram homologadas, na manhã de hoje (21), as duas candidaturas que disputarão as eleições para a Direção da ADUERN no biênio 2017-2019. Representantes das chapas estiveram no sindicato onde se reuniram com a comissão eleitoral do pleito e receberam informações sobre o processo. A campanha jé foi autorizada e deverá ser realizada em consonância com as regras previamente divulgadas.

A comissão homologou a chapa SINDICATO É PRA LUTAR, encabeçada pela professora Rivânia Moura, que é lotada na Faculdade de Serviço Social (FASSO), que também tem Alexsandro Donato – Vice-presidente; Márcia Maria Alves – Secretária; Ciclene Alves – Secretária Adjunta; Valdomiro Morais – Tesoureiro; Zacarias Marinho – Tesoureiro Adjunto; Ana Lúcia Gomes – Cultura, esporte e Lazer; Verônica Aragão – adjunta Cultura, esporte e Lazer; Felipe Caetano Oliveira – Diretor Aposentados; Taniamá Vieira – Diretora Adjunta de Aposentados.

Também foi homologada a chapa UNIDOS PELA ADUERN, que terá como candidato à presidência o professor Denys Tavares de Freitas, docente da Faculdade de Direito (FAD). A chapa é composta também por Mademerson Costa – Vice-presidente; Antonia Liria Nogueira – Secretária; Lucirene Lopes – Secretária Adjunta; Janderson Dantas – Tesoureiro; Isac Nogueira- Tesoureiro Adjunto; Leonardo Rolim – Cultura, esporte e Lazer; Isaac Oliveira Filho – adjunto Cultura, esporte e Lazer; Luzinete Cabral – Diretora de Aposentados e Antonio Gomes Diretor adjunto de Aposentados


A comissão eleitoral informou que na segunda-feira (24) realizará nova reunião com as chapas para determinar o calendário de visitas aos campi e apresentar a proposta de debate. Outro informe importante dado foi de que a partir de agora toda a comunicação entre os pleiteantes e a comissão deverá se dar através do email comissaoeleitoraladuern2017@gmail.com .

As eleições para a Diretoria da ADUERN no biênio 2017-2019 serão realizadas no dia 16 de agosto. As urnas para votação estarão dispostas em Mossoró e nos Campi de Assu, Caicó, Patu, Pau dos Ferros e Natal, funcionando as mesas receptoras de votos nos seguintes locais: em Mossoró, na sede da ADUERN, em Patu, Assu, Caicó, Pau dos Ferros e Natal, nas respectivas unidades locais da UERN.

MPRN investiga desvios de R$ 22 milhões na Secretaria de Serviços Urbanos de Natal

Investigação afastou inclusive o Presidente da Câmara Municipal de Natal

Operação Cidade Luz foi deflagrada nesta segunda (24). Justiça determinou prisão de empresários e afastamento do presidente da Câmara Municipal de Natal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou na manhã desta segunda-feira (24) a operação Cidade Luz, que investiga o desvio de R$ 22.030.046,06 da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Natal (Semsur). Pelo que foi apurado pelo MPRN, há indícios que o montante é decorrente de superfaturamento e pagamento de propina relativos a contratos firmados entre empresas e a Secretaria para a prestação de serviços referentes à manutenção e à decoração do parque de iluminação pública da capital potiguar. O ex-secretário de Serviços Urbanos de Natal, Raniere Barbosa, foi afastado do mandato de vereador e do cargo de presidente da Câmara Municipal de Natal, que ocupa atualmente. Ele está proibido de ir à Câmara Municipal, à Semsur e à Controladoria do Município.

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pelo juiz da 7ª vara Criminal de Natal e foram cumpridos com apoio da Polícia Militar nas cidades de Natal e Parnamirim, no Rio Grande do Norte, e também em Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes e ainda em Fernando de Noronha, em Pernambuco. Os gabinetes de Raniere Barbosa e da Presidência da Câmara Municipal de Natal também foram alvos dos mandados.

Ao todo, foram expedidos 15 mandados de prisão. Foram presos temporariamente por 5 dias, que podem ser prorrogados por igual período: Adelson Gustavo Coelho Ponciano, Alberto Cardoso Correia do Rego Filho, Antônio Felipe Pinheiro de Oliveira, Antônio Fernandes de Carvalho Junior, Daniel Fernandes Ferreira de Melo, Epaminondas da Fonseca Ramos Junior, Jerônimo da Câmara Ferreira de Melo, Jorge Cavalcanti Mendonça e Silva, Kelly Patricia Montenegro Sampaio Alves, Mauricio Custódio Guarabyra, Mauricio Ricardo de Moraes Guerra, Sergio Pignataro Emerenciano e Valério Max de Freitas Melo. Além deles, foram presos preventivamente Allan Emmanuel Ferreira da Rocha e Felipe Gonçalves de Castro.

A operação Cidade Luz conta com o apoio da Polícia Militar do Rio Grande do Norte e ainda do Ministério Público, da Polícia Militar e da Polícia Civil de Pernambuco.

Dados da Controladoria Geral do Município de Natal demonstram que entre os anos de 2013 e 2017, as empresas Alclog, Ancar, Enertec, FGTech, Geosistemas, Lançar, Real Energy e Servlight, todas sediadas em Pernambuco, foram beneficiárias de pagamentos no montante de R$ 73.433.486,86 de contratos com a Semsur. O MPRN estima superfaturamento médio de 30% no valor dos contratos celebrados.

A investigação da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Natal, que contou com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPRN, desvendou que os empresários Alberto Cardoso Correia do Rêgo Filho, Allan Emmanuel Ferreira da Rocha, Epaminondas da Fonseca Ramos Júnior, Felipe Gonçalves de Castro, Jorge Cavalcanti Mendonça e Silva, Maurício Custódio Guarabyra e Maurício Ricardo de Moraes Guerra, associados em organização criminosa e fazendo uso das empresas deles, monopolizam os contratos de serviços de iluminação pública da Semsur pelo menos desde o ano de 2013 até os dias atuais mediante controle de mercado, corrupção de agentes públicos, peculato, lavagem de capitais e fraudes nas licitações e contratações diretas. Para o MP, eles integram o “núcleo empresarial” da organização.

A apuração constatou que, além das empresas referidas, os investigados também utilizam outras firmas na consecução das atividades da organização criminosa, seja mediante a formação de consórcios, através de empresas por eles próprios controladas, ou ainda utilizando-se de firmas que participam das licitações e processos de contratação direta apenas para simular a ocorrência de disputa. Algumas dessas empresas eventualmente são subcontratadas para prestar os serviços licitados e vencidos pelo cartel.

Os investigadores descobriram também que a organização criminosa é integrada por um “núcleo de lavagem de capitais”. Os integrantes desse núcleo são os responsáveis pelo pagamento de propina a agentes públicos, seja em espécie ou através da aquisição de veículos.

Os agentes públicos integram o “núcleo administrativo”, sendo recrutados para viabilizar contratações e pagamentos em favor do esquema criminoso. O MPRN encontrou provas de que, ao assumirem o comando da Semsur em janeiro de 2013, o ex-secretário Raniere Barbosa, o secretário-adjunto, Sérgio Emerenciano, e o diretor do Departamento de Iluminação Pública, Antônio Fernandes foram cooptados para o núcleo administrativo da organização criminosa e passaram a atuar para assegurar a presença do cartel no domínio dos contratos de serviços de iluminação pública da Secretaria.

Outras evidências apontam que, mesmo após ter deixado a titularidade da Semsur em abril de 2015 para reassumir o mandato de vereador e a liderança do prefeito na Câmara Municipal, Raniere Barbosa manteve o absoluto controle político-administrativo da Secretaria. Segundo o apurado na investigação, o presidente da Câmara Municipal manteve a equipe dele no comando da pasta, formada por pessoas da sua estrita confiança, permanecendo assim com ascendência direta sobre a Secretaria de Serviços Urbanos. Ele continuou interferindo nas nomeações e exonerações, vetando inclusive a emissão de pareceres pela assessoria jurídica da pasta.

Outros agentes públicos, que desempenharam ou ainda desempenham funções na Semsur, também foram incorporados ao núcleo administrativo da organização criminosa, principalmente José Erasmo dos Santos Júnior, Kelly Patrícia Montenegro Sampaio Alves, Romário Luan Araújo de Lima, Valério Max de Freitas Melo e Walney Mendes Accioly. Walney, mesmo sem ostentar nos 5 últimos anos vínculo formal com o órgão, elaborava documentos internos da Secretaria.

A investigação do MPRN demonstrou, ainda, que, mantendo a estratégia de cooptação do comando da Semsur para núcleo administrativo, a organização criminosa, antes mesmo da confirmação da mudança do titular da pasta, já tinha iniciado, desde dezembro de 2016, o recrutamento do ex-secretário Jerônimo da Câmara Ferreira de Melo. Ao assumir o cargo no início de 2017, Jerônimo Melo colocou a serviço do grupo criminoso o próprio filho, Daniel Fernandes Ferreira de Melo, e o chefe de Gabinete Airton Soares Costa Neto. Jerônimo e Airton já deixaram os cargos que ocupavam na Secretaria de Serviços Urbanos.

A investigação realizada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte teve início em 11 de março de 2015, data em que foi instaurado um inquérito civil. Pelo apurado, as condutas dos participantes do esquema criminoso caracterizam crimes como peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, pertinência a organização criminosa, lavagem de dinheiro, dispensa indevida de licitação, fraude aos procedimentos licitatórios e formação de cartel.

Os elementos levantados na investigação igualmente demonstram que a organização criminosa comete delitos de forma serial, atuando em diversos municípios do Rio Grande do Norte, inclusive havendo indícios de pagamento de propina a outros agentes públicos de algumas dessas cidades.

Clique aqui e veja a estimativa de dano ao erário.

Clique aqui e veja a decisão judicial.

Clique aqui e veja coletiva de imprensa

Fonte: Site do MPRN

Mulher do Juiz Sérgio Moro nas pagínas da VEJA; ela pretende ser candidata


Rosangela Maria Wolff de Quadros Moro

Desde que a operação Lava-Jato transformou o juiz Sergio Moro em protagonista da história recente do Brasil, apareceu a esposa do juiz Sérgio Moro querendo aparecer mais que o marido e a própria operação Lava Jato..

Em Curitiba, Rosangela Maria Wolff de Quadros Moro, todos estão vendo que ela está preparando uma candidatura ao Senado.. Advogada tributarista e especializada na defesa de entidades do terceiro setor, Rosangela, de 43 anos, anda escoltada em carros blindados e a preocupar-se em saber quem aperta sua mão. No Paraná observadores estão certo que ela está ensaiando uma candidatura ao Senado..

Em seu escritório, em Curitiba, Rosangela falou a VEJA.

Leia trecho da entrevista:

Quando a sua vida cruzou com a do juiz Sergio Moro? Ele foi meu professor de direito constitucional no último semestre da faculdade. Havia acabado de tomar posse como juiz e dava aulas. Era bem novo, tinha 20 e poucos anos. No início, fiquei com muita raiva dele porque estávamos perto de concluir a graduação e só pensávamos em festa. E ele surgiu com uma série de exigências, muito severo, cheio de gás, apresentando teses dificílimas. Estudei dobrado para passar.Quando se apaixonaram? Eu namorava outra pessoa e só o via como professor. Mas, ao acabar o curso, também terminei meu relacionamento. Queria um tempo sozinha para respirar, curtir a vida de solteira. Foi aí que, em uma festa com amigos, encontrei o Sergio. Engatamos uma conversa e descobrimos muitas afinidades. Em dado momento, chamei-o de professor e ele me pediu que não o chamasse mais assim. Eu pensei na hora: “Ops!”. Virei a chavinha e comecei a olhá-lo com outros olhos. Nessa mesma noite, ficamos. E, logo em seguida, começamos a namorar. Um ano depois, ele me pediu em casamento.

Foi difícil adaptar-se à vida de mulher de juiz? Quando nos casamos, o Sergio foi promovido a juiz titular em Cascavel, a quase 500 quilômetros de Curitiba. Era uma cidade pequena e, por causa disso, estar casada com o juiz implicava ter uma vida de limitações. Recebíamos convites de políticos, do prefeito, de empresários e de toda sorte de gente, mas, para evitar conflitos de interesse, dizíamos sempre “não”. Era complicado ter vida social. Ficávamos em casa o tempo todo. Éramos eu e ele, ele e eu. Não tínhamos contato nem com parentes, porque eles moravam longe.

A senhora, então, largou tudo para seguir seu marido. Faria isso novamente?Sim, larguei. Mas eu me recusei a ser só a esposa do juiz. Em Cascavel, aluguei uma sala comercial e comecei a trabalhar feito louca como correspondente de escritórios de advocacia da capital. Fazia muito dinheiro. Ganhava um salário mínimo por dia, ou seja, mais do que o Sergio naquela época. Tinha audiência todo santo dia. Fui feliz em Cascavel. Mas hoje não largaria tudo para ir morar em outra cidade por causa de marido. Fiz isso no passado porque estava loucamente apaixonada.

(Confira matéria publicada na Veja)

Pau dos Ferros: Finecap anuncia atrações divididas entre forró e sertanejo universitário

Foi anunciada na noite deste sábado, 22, a programação da Feira Intermunicipal de Negócios, Educação, Cultura e Turismo do Alto Oeste Potiguar (Finecap). A programação foi anunciada em evento realizado na praça de eventos Nossa Senhora da Conceição, em Pau dos Ferros, e confirmou formato que será aplicado para a edição 2017.

Para este ano o evento contará com três atrações, para cada uma das três noites de festa, marcadas para o período de 2 a 4 de setembro. Para este ano a prefeitura de Pau dos Ferros concentrou as contratações em apenas dois ritmos, o forró e o sertanejo universitário. Animarão a feira atrações como Pedrinho Pegação, João Neto Pegadão, Giannini Alencar, Farra de Playboy, Saia Rodada, Mateus e Kauã, e Aviões do Forró. O evento contará ainda com a mostra de negócios, e atrações culturais paralelas.

Veja como ficou a divisão das atrações musicais da Finecap 2017


– Sábado – 02/09

Skema Sertanejo

Pedrinho Pegação

Saia Rodada

– Domingo – 03/09

Farra de Playboy

João Neto Pegação

Aviões

– Segunda-feira – 04/09

Gisele

Giannini Alencar

23 julho 2017

Eleições 2018: TSE prevê gasto de R$ 2,5 bilhões para imprimir votos no ano que vem

Impressora será acoplada à urna para que eleitor confira o voto 
 
A impressão do voto nas urnas eletrônicas em todo o País deverá custar R$ 2,5 bilhões aos cofres públicos nos próximos dez anos, segundo projeção do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Além de criticar os elevados gastos com a troca das atuais urnas eletrônicas por modelos com impressoras, ministros da Corte Eleitoral acreditam que a reprodução do voto em papel vai provocar uma série de transtornos a partir do ano que vem, como aumento nas filas e no número de equipamentos com defeitos.

O voto impresso é uma das exigências previstas na minirreforma eleitoral, sancionada com vetos, em 2015, pela presidente cassada Dilma Rousseff. O TSE estima que 35 mil urnas do novo modelo - de um total de 600 mil - deverão ser utilizadas já em 2018. O novo equipamento custa US$ 800 (cerca de R$ 2.520), ante US$ 600 (R$ 1.890) do modelo atual.

Urna com impressão do voto"É claro que a implantação seria feita paulatinamente, mas tem uma repercussão enorme, quando faltam recursos para o próprio financiamento de campanha", disse ao Estado o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes.

Em um esforço para adiar ou até mesmo barrar o voto impresso, Gilmar tem discutido o assunto com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e outras lideranças partidárias.

O registro do voto em papel será feito por impressoras acopladas às urnas. Após digitar os números do candidato, o eleitor poderá conferir em um visor de acrílico o voto impresso, que cairá em uma urna lacrada. Não será possível tocar ou levar para casa o papel, que será eventualmente conferido depois em caso de pedido de recontagem.

Como o modelo da nova urna é feito por módulos, as impressoras serão acopladas aos equipamentos, podendo ser substituídas se houver necessidade - ou até mesmo nem serem utilizadas, caso o Congresso Nacional decida revogar a implantação do voto impresso.

Para 2018, o TSE cogita iniciar a implantação em seções eleitorais com menos eleitores.

Relatório


Em 2002, o voto impresso foi implantado em 150 municípios brasileiros - ao todo, cerca de 7,1 milhões de eleitores tiveram seu voto impresso, de acordo com o TSE. No Distrito Federal e em Sergipe, todas as seções contaram com a reprodução em papel.

Um relatório da Corte Eleitoral concluiu que a experiência "demonstrou vários inconvenientes", "nada agregou em termos de segurança ou transparência" e o pior: criou problemas. O tribunal apontou que nas seções com voto impresso foram observados filas maiores e um maior porcentual de urnas com defeito.

Para o ministro Tarcísio Vieira, a impressão não traz uma segurança adicional e implica dificuldades de toda ordem, com o aumento no tempo de votação e o risco de mau funcionamento das impressoras. "Isso vai inspirar custos adicionais gigantescos. O país destroçado economicamente, agora fica desperdiçando dinheiro com isso? É voltar para a fase das cavernas do ponto de vista eleitoral."

Em maio, corregedores da Justiça Eleitoral pediram em carta divulgada à imprensa a revogação ou o adiamento do voto impresso. "O Brasil não tem condições neste momento de pagar esse preço quando as prioridades deveriam ser outras", afirmou na ocasião o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Herman Benjamin.

Apesar das questões operacionais, o voto impresso dificulta a possibilidade de fraudes tecnológicas, avalia o professor Diego Aranha, pesquisador do Laboratório de Segurança e Criptografia Aplicada (LASCA), da Unicamp.

"Implementar o voto impresso é tornar a tecnologia eleitoral tão transparente quanto a utilizada em outros países. Vejo como avanço na questão da transparência por permitir que o eleitor confira na urna se há um registro em papel compatível com a intenção de voto dele", avalia o pesquisador.

Em novembro de 2015, o Congresso derrubou o veto de Dilma ao voto impresso. Ao todo, 368 deputados e 56 senadores votaram a favor da impressão. A proposta havia sido apresentada pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que acredita que a impressão pode estimular a participação de cidadãos incrédulos com o sistema eletrônico.
 
Fonte: Diário do Poder

Vereador José Sérgio, líder do PMDB na Câmara Municipal de Olho D'água do Borges renuncia à liderança


Vereadores oposicionistas na Câmara de Olho D'água do Borges não tem sequer contato com o Prefeito Derrotado Brenno Queiroga. Por isso, estão acéfalos de uma liderança maior que não existe nos quadros do partido.
Ex-prefeito não aceitou a derrota acachapante para Maria Helena Leite e sumiu de Olho D'água do Borges. 
Comenta-se que deve ter sido em função do seu líder maior Henrique Alves se encontrar preso.
Talvez também não esperava que a prefeita Maria Helena fizesse uma boa gestão e o povo logo lhe esquecesse, como na realidade esqueceu.
Diante disso, os vereadores oposicionistas tem mais do que razão se desembarcarem no sistema da Prefeita Maria Helena Leite que vem fazendo uma gestão elogiável em toda região.

Economia eficiente. País economizaria R$1,4 bilhão reduzindo o Congresso

PEC que reduz deputados e senadores corta custos no Congresso
PEC 106/2015 reduz número de parlamentares e gastos em, pelo menos, R$ 1,4 bilhão por mandato

Apoiada por mais de 99% dos entrevistados no portal E-Cidadania, do Senado, a PEC 106/15, que reduz número de senadores de 81 para 54 e de deputados de 513 para 386, geraria economia de R$ 1,44 bilhão a cada quatro anos de mandato. A montanha de dinheiro é o custo atual dos salários, benefícios e regalias como carro com motorista dos 127 deputados e 27 senadores, além das centenas de aspones incluídos. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A economia anual com o corte dos parlamentares proposto na PEC 106/15 é de R$ 298 milhões na Câmara e R$ 63,3 milhões no Senado.

Cada deputado pode contratar até 25 secretários parlamentares com a verba de gabinete de R$ 97 mil. Os salários vão de R$845 a R$12.940.

Para não usar o salário de R$33,7 mil, as excelências têm até R$45 mil mensais para gastar livremente. Tudo reembolsado com o seu dinheiro.
 
Fonte: Diário do Poder

22 julho 2017

UERN abre Processo seletivo para contratação temporária de Professor

Clique AQUI e Veja Edital

Governadoráveis Tião Couto e Cláudio Santos ocupam espaço político na festa de Caicó

Atual contexto político brasileiro favorece candidaturas de políticos não profissionais na arte.

Dispostos a governarem o Rio Grande do Norte a partir de janeiro de 2019, o empresário mossoroense Tião Couto (PSDB) e o desembargador Cláudio Santos, ainda sem partido, aproveitam o cenário movimentado da festa de Santana, em Caicó, para levantar o assunto na região do Seridó.
Ontem Cláudio recebeu título de Cidadão Caicoense.

E como os dois estão no par ou ímpar a ser desempatado por futuras pesquisas, Tião não deixou Santos brilhar sozinho na cidade, e mesmo sem título na mão, convidou prefeitos para uma reunião no mesmo hotel em que Cláudio Santos estava hospedado.
A ordem é ocupar os espaços que estão vazios pela ausência dos políticos com mandatos.
Apesar de filiado ao PSDB, Tião vem sendo o sonho de consumo do PR do ex-deputado João Maia e dos empresários Marcelo Rosado e Jorge do Rosário, que têm acompanhado Couto em todas as viagens e reuniões.

Norte-americano escreve texto com 20 razões para odiar o Brasil e os brasileiros e viraliza

Depois de viver três anos no Brasil, um norte-americano voltou para a terra natal e resolveu listar 20 razões para odiar o Brasil e os brasileiros.

A lista foi publicada em um site e muito divulgada nas redes sociais, mas depois de receber comentários negativos, ele resolveu apagar a publicação.

O site Diário do Brasil divulgou novamente a lista, que viralizou.

Confira:
“20 razões porque eu odeio o Brasil e os brasileiros”


1- Eles não têm consideração por aqueles que não participam de seu círculo social. Se um vizinho toca música alta durante a noite e você lhe pedir educadamente para abaixar o som, ele vai mandar você se fu#$%. Eles simplesmente não têm educação. Se alguém esbarra em você na rua, ele nunca irá lhe pedir desculpas. Esqueça!

2- Eles são agressivos e querem levar vantagem em tudo. No trânsito, por exemplo … se tiverem uma forma de ultrapassar você, assim o farão. E jogam o carro pra cima sem dó nem piedade.

3- Eles não respeitam o meio ambiente […] jogam lixo na rua, na natureza, nos rios … em qualquer lugar. Os recursos naturais estão sendo desperdiçados. O país é muito sujo.

4- Eles toleram a corrupção no governo e no setor privado […] a população elege os mesmos corruptos de sempre.

5- As mulheres no Brasil são obcecadas com seus corpos e adoram uma competição entre si.

6- Os homens acham ‘legal’ trair as mulheres e o fazem com o maior descaramento. Não há fidelidade.

7- Eles são mal educados e falam mal dos outros publicamente […] não se importam em ferir os sentimentos de outra pessoa.

8- Os trabalhadores são geralmente malandros, preguiçosos e atrasados […] querem ganhar muito e trabalhar pouco. Eles acham que o governo tem que dar tudo (bolsa isso … bolsa-aquilo). Não estudam, não se capacitam e adoram ficar resmungando pelos cantos.

9- Os ricos são arrogantes, insensíveis e acham que estão acima da justiça […] os pobres ganham tão pouco que mal conseguem se alimentar e não têm esperanças de futuro, por isso partem para o crime.

10- Os brasileiros não esperam você terminar de falar […] eles te interrompem e começam a tagarelar […] é uma espécie de competição para ser ouvido.

11- A polícia é incapaz, ganha pouco, não cumpre as leis para proteger a população, que por sua vez não respeita a polícia. As pessoas vivem cercadas por muros, grades, alarmes, cercas elétricas e constantemente estão em pânico por medo da violência.

12- Eles tornam tudo inconveniente e difícil […] a burocracia que os políticos impõem para os cidadãos é algo de outro mundo. Os impostos do Brasil nunca retornam para o povo […] eles são roubados na ‘cara dura’.

13- Voltando ao assuntos dos impostos, eles pagam taxas absurdas para tudo (produtos de casa, eletrônicos, carros, arroz, feijão, etc…). Os empresários são obrigados a seguir as leis para sustentar um governo corrupto e quase nunca conseguem fazer lucro.

14- O verão é quente como o inferno e dura 9 meses do ano. As casas não possuem isolamento térmico. Você sofre de calor durante 9 meses e passa frio nos outros 3.

15- A comida é sem graça, repetitiva e inconveniente. Quase não existe alimentos congelados ou prontos para serem consumidos. Quando você encontra, o preço é absurdamente elevado.

16- Eles são muito sociáveis e quase nunca saem sozinhos. Você não consegue descansar nos fins de semana […] é quase que ‘obrigatório’ convidar as pessoas para ir na sua casa.

17- Eles não saem debaixo das ‘asas’ do papai e da mamãe. Moram todos juntos, espremidos. Ficam perto emocional e geograficamente durante toda a vida. As famílias vivem intrometendo na vida do casal (aconteceu comigo) e fazem fofocas diariamente.

18- Serviços básicos como eletricidade, água, esgoto e internet são péssimos e/ou ausentes na maior parte do país […] quando você encontra esses serviços, eles são absurdamente caros e ruins.

19- A qualidade da água é reprovável.

20- Só existe um tipo de cerveja no Brasil e é composta basicamente de água […] é uma porcaria. As cervejas importadas custam os olhos da cara.

Assustador: filhote de bode com “rosto do demônio” nasceu na Argentina

Especie da raça lavros

Um filhote de bode com um “rosto de demônio” deixou os moradores de uma fazenda em São Luis, na Argentina, tão assustados que eles chamaram a polícia para lidar com o caso. A dona do local, Gladys Oveido, ficou “profundamente surpresa” com o novo habitante.

O cabrito morreu minutos após o parto. Gladys afirma que imaginou que ele não sobreviveria. “O resto do corpo era normal, ele só tinha deformações na cabeça.
 
Fonte: Blog do Primo

Deputado Carlos Augusto registra homenagem nos 183 anos da Polícia Militar

Parlamentar deverá ser o candidato do sistema político que derrotou o ex-prefeito  de Olho D'água do Borges Brenno Queiroga

O deputado Carlos Augusto Maia (PSD) registrou durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, a participação na solenidade de aniversário dos 183 da Polícia Militar. Durante a cerimônia, várias personalidades do Estado foram agraciadas com honrarias e o parlamentar estava entre elas.

“Foi uma bonita cerimônia que contou com a participação de diversas autoridades. E vale chamar a atenção para o discurso do comandante da Polícia Militar, André Azevedo, ressaltando a importância dos guerreiros que são os policiais militares, em especial os do Rio Grande do Norte”, disse o deputado.

Durante seu discurso, Carlos Augusto Maia destacou o anúncio do Governo que está elaborando um edital de concurso público para contratação de 3 mil policiais e que brevemente enviará à Assembleia a Lei de Organização de Instrumento que é importante pra a corporação.

SEGURANÇA: MP cria o “Gaeco da Região Oeste” para ampliar atuação



Leite: avanço para interior (Foto: PGJ)

Com o objetivo de capilarizar a atuação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) criou o Gaeco da Região Oeste. A unidade, instituída em resolução assinada pelo procurador-geral de Justiça, Eudo Leite, e publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (20), terá sede em Mossoró.

O promotor de Justiça Fábio Melo será o coordenador do Gaeco do Oeste. Ele anteriormente tinha a atribuição de coordenar o Grupo de Atuação Regional de Defesa do Patrimônio Público (Garpp), com sede também em Mossoró, que foi extinto.

“O Gaeco tem essa feição de incrementar o trabalho desenvolvido pelo extinto Garpp, que se centrava exclusivamente na defesa do patrimônio público. Vamos continuar as investigações nessa área, mas também ampliando a atuação para o combate à criminalidade”, destacou Fábio Melo.

Área de atuação

A atuação do Gaeco do Oeste compreenderá a área territorial das Promotorias de Justiça de Mossoró, Apodi, Caraúbas, Janduís, Campo Grande, Upanema, Assu, Ipanguaçu, Governador Dix-Sept Rosado, Areia Branca, Baraúnas, Pau dos Ferros, São Miguel, Luís Gomes, Marcelino Vieira, Alexandria, Portalegre, Martins, Umarizal, Almino Afonso e Patu.

Clique aqui e veja a resolução.

Nota do Blog – Se esse braço oestano do Gaeco quiser produzir, precisará montar imediatamente uma força-tarefa. Trabalho não falta. Em especial na terra sem lei que é Mossoró.

Matéria-prima borbulha na superfície e o forte odor cada dia fica mais asfixiante.
Fonte: Carlos Santos

21 julho 2017

Site disponibiliza bolsas de estudo para ensino de graduação nesta região


Site disponibiliza bolsas para ensino de graduação na região de Mossoró

Em meio à crise econômica, brasileiros recorrem a bolsas de estudo para ingressar no ensino superior

Diante de um País financeiramente abalado, ingressar ou permanecer no ensino superior tornou-se um desafio ainda maior e, muitos brasileiros vêm adiando a busca pelo diploma, diante do peso gerado pelas mensalidades no orçamento.

A fim de minimizar as desigualdades sociais, o programa Mais Bolsas proporciona a milhares de pessoas o acesso à educação de qualidade mediante a concessão de bolsas de estudo, com descontos de até 50% nos níveis Superior e Básico.

Os moradores de Mossoró e região podem concorrer a uma das 500 bolsas que estão disponíveis para o segundo semestre de 2017. Da variedade de cursos ofertados na cidade há vagas para Administração e Finanças, Gestão Ambiental, Música e muitos outros que podem ser conferidos no site oficial do programa.

Para José Araújo, gerente do Mais Bolsas, muitas pessoas encontram nos estudos uma forma de driblar a crise e crescer no mercado de trabalho, mas como o lado financeiro de muitos se encontra instável, o Mais Bolsas é uma ponte para facilitar a realização desse sonho.

Os interessados podem se inscrever gratuitamente no site maisbolsas.com.br, escolher a cidade, modalidade e o curso de interesse.

Mais informações podem ser obtidas por meio do SAC, CHAT, redes sociais ou central de atendimento, nos telefones 4007-2209, para capitais e regiões metropolitanas, ou 0800 002 5854, para as demais localidades.

UERN realiza solenidade de Colação de Grau no Campus Avançado de Assu; dia 28 será a vez de Patu


Cumprindo a missão de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico da região onde está inserida, a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) entrega mais 87 novos profissionais capacitados para enfrentar os desafios do mercado e da vida. A conclusão deste ciclo de formação foi celebrada na noite desta quinta-feira, 20, em solenidade de Colação de Grau, no Campus Avançado Prefeito Walter de Sá Leitão, em Assu.

Presidida pelo vice-reitor, professor Aldo Gonim Fernandes, a cerimônia foi prestigiada por familiares, parentes e amigos dos formandos, pelo prefeito de Assu, Gustavo Soares, e por professores e diretores de unidades. Em um auditório lotado, os concluintes receberam o diploma pela formação nos cursos de Ciências Econômicas, Pedagogia, Letras, História, do Campus Avançado de Assu, e no curso de Letras, do Núcleo Avançado de Educação Superior de Macau.

A oradora da turma, Maria Luiza de Oliveira Araújo, do curso de Ciências Econômicas, do Campus de Assu, lembrou dos desafios e dificuldades enfrentadas para concluir a graduação, das abdicações, das alegrias, das superações e dos apoios que contribuíram para cada um dos formandos chegar à solenidade desta noite. “Hoje é um momento de festa e agradecimento”, frisa.

A cerimônia de colação de grau traz consigo uma emoção simbólica por trás das histórias de cada um dos concluintes. Narrativas como a de Joelton Ramos da Silva, que concluiu o curso de História e foi o juramentista da turma. Natural de Pendências, Joelton Ramos precisou superar as dificuldades financeiras, a distância e os percalços no caminho para concluir esta etapa. Hoje, ele fala com emoção e orgulho de ser o primeiro membro de sua família a conquistar o título de graduado. “É uma alegria muito grande”, frisa, destacando que pretende fazer um mestrado e seguir na carreira acadêmica. Joelton Ramos da Silva foi juramentista da turma – Foto: Rodrigo Oliveira

Semelhante a Joelton Ramos, a maior parte dos graduados na noite de quinta-feira é o primeiro de sua família a concluir uma graduação, como lembrou a paraninfa da turma a professora Dr. Marlúcia Barros Lopes Cabral, diretora do Campus de Assu. “Mais de 70% dos alunos na Universidade são de famílias menos favorecidas”, disse a professora, ressaltando o papel da Universidade na transformação de vidas. Ela enfatizou ainda a importância e a responsabilidade dos graduados em usar sabedoria com compromisso e agir de forma responsável e comprometida.

Para o vice-reitor Aldo Gondim, a UERN se orgulha em ser protagonista na transformação social e econômica do município e região onde está instalada. “A UERN é uma universidade pública, gratuita e de muita qualidade”, enfatiza. A qualidade reconhecida nacionalmente se deve, principalmente, segundo o vice-reitor, aos servidores e todos aqueles que fazem a instituição.

O professor Aldo Gondim parabenizou a todos os formandos e destacou que “as portas da UERN estarão sempre abertas para recebê-los”, em referência à possibilidade da educação continuada. Atualmente, a instituição possui 20 cursos de mestrado, dois doutorados e 20 especializações, o que possibilita aos graduados a retornarem à Universidade para se capacitar e se qualificar.

Ainda durante a solenidade, os graduados Érika Miranda de Souza, Ciências Econômicas, Francisca Cristiane Cavalcanti da Silva, do curso de Pedagogia, Aldo Guilherme de Silva, do curso de Letras – Língua Portuguesa; e Lázaro Vieira Almeida de Oliveira Júnior, do curso de Letras- Língua Inglesa, todos do Campus Avançado de Assu, foram homenageados com a Comenda do Mérito Acadêmico. Também foi prestada uma homenagem especial ao professor Aldo Gondim, que foi aplaudido de pé pela comunidade acadêmica pelo trabalho desenvolvido por três décadas em prol da UERN.



Concurso público: Em José da Penha 992 candidatos disputaram 15 vagas para o cargo de ASG

-Clique Aqui Veja CONCORRÊNCIA GERAL.

Certame foi realizado no último domingo (16)

Lula pode até não ser preso em 2018, mas sua candidatura já foi para o espaço


As pesquisas têm sido feitas levando em consideração a participação de Lula da Silva na disputa pela Presidência da República em 2018.

É perda de tempo.

Sua candidatura será impedida pela Lei da Ficha Limpa.

Como diz o comentarista Arnaldo César Coelho, a regra é clara.

Determina a alínea “e”, inciso I, do art. 1º da Lei Complementar 64, que são inelegíveis para qualquer cargo “os que forem condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, desde a condenação até o transcurso do prazo de 8 (oito) anos após o cumprimento da pena”.

Todos sabem que Lula já está condenado em primeira instância, mas há quem pense que o julgamento pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) vai demorar muito e não sairá antes do registro da candidatura, no final de julho.

Mas as aparências enganam.

Diante dessa situação, Lula poderá até continuar livre, mas não será candidato.

Portanto, é conveniente que os instituto de pesquisas passem a levar em conta que Lula não deve concorrer.

Assim, deve ser pesquisada a disputas entre os outros pré-candidatos – Marina Silva (Rede), Jair Bolsonaro (PSC), Ciro Gomes (PDT), Álvaro Dias (Podemos), Doria ou Alckmin (PSDB), Michel Temer (PMDB), Henrique Meirelles (PSD) etc.

E como candidato do PT, ao invés de Lula, devem ser incluídos Fernando Haddad, Tarso Genro ou até Dilma Rousseff, não necessariamente nesta ordem.

Por Carlos Newton

Translate