17 maio 2017

UERN: Plano de Cargos e Salários dos docentes e repasse de 7,64% seguem sem definição


ADUERN e Reitoria participaram, na tarde de hoje, de audiência com a Chefa de Gabinete do Governo do Estado, Tatiana Mendes Cunha. O encontro teve como objetivo apresentar a pauta de reivindicações da categoria para 2017, com ênfase na implementação do Plano de Cargos e Salários (PCS) e a imediata reposição da inflação referente ao ano anterior.

Tatiana informou ao sindicato e administração que o PCS dos docentes já havia sido remetido ao Conselho de Política de Administração e Remuneração de Pessoal (COARP). O órgão não avaliou o mérito do pedido em função Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que impede qualquer tipo de reajuste para servidores. Ela se comprometeu a pedir que COARP avalie o mérito da matéria para que, em seguida, ocorra a tramitação no Executivo.

Quanto à reposição da inflação de 2016, a chefa de gabinete afirmou que em sua opinião o repasse é impraticável, pois também fere a LRF. Ela destacou que vai conversar com o Governador para buscar alternativas, mas que acredita que o realinhamento é completamente inviável

“Não estamos concedendo aumento para ninguém! Para nenhuma categoria. Apenas para os professores do ensino básico, pois a verba vem do FUNDEB. Estamos impedidos pela LRF” afirmou Tatiana Mendes.

Em relação ao pagamento dos consignados da ADUERN, a Diretoria cobrou esclarecimentos acerca do não pagamento dos valores, uma vez que outros sindicatos não vem enfrentando atrasos tão severos quando a ADUERN.

Tatiana imediatamente fez contato com o Secretário de Planejamento Gustavo Nogueira, que afirmou desconhecer os motivos para atrasos tão graves no repasse. A chefa de Gabinete se comprometeu a dar maiores esclarecimentos na próxima semana sobre a questão dos consignados e também sobre a reposição da inflação.

Fonte: Portal da ADUERN

0 comentários:

Postar um comentário

Translate