01 maio 2017

Trabalhadores do mundo vão às ruas no 1º de maio

A polícia turca prendeu nesta segunda-feira (01/05) mais de 200 pessoas e usou gás lacrimogêneo para dispersar centenas de manifestantes em Istambul, em protestos contra o governo durante as festividades de Primeiro de Maio.
Segundo o canal de notícias CNNTürk, cerca de 75 pessoas foram detidas no bairro de Gayrettepe, quando aproximadamente 250 manifestantes queriam iniciar uma marcha de protesto.


Os manifestantes carregavam cartazes com lemas como “Viva o Primeiro de Maio. Não ao ditador”, em referência ao presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, que obterá mais poderes após uma ampla mudança constitucional, referendada há duas semanas por uma controversa consulta popular. A polícia fez disparos para o ar, usou balas de borracha e gás lacrimogêneo.

Enquanto isso, outro grupo de manifestantes tentou chegar à praça Taksim, no centro de Istambul, onde as autoridades tinham proibido marchas ou protestos. Duas mulheres foram detidas no local.

A polícia turca deteve outros 30 manifestantes que tentaram chegar à praça, em uma marcha que saiu do bairro de Besiktas.

As autoridades turcas confirmaram a prisão de 207 pessoas e informaram ter apreendido granadas de mão e fogos de artifício.

A praça Taksim, que até os protestos sociais do ano 2013 era o centro nevrálgico de qualquer manifestação política na Turquia, esteve nesta segunda-feira completamente fechada ao público, através de barreiras e controles policiais.

O lugar se tornou simbólico para grupos de esquerda na Turquia depois dos violentos incidentes ocorridos ali em 1977 quando grupos ultranacionalistas abriram fogo contra grupos de esquerda e mataram 37 pessoas.

O alto comissário para os Direitos Humanos da ONU, Ra’ad Zeid al-Hussein, condenou nesta segunda-feira as prisões os expurgos em massa na Turquia, afirmando que o país vive “um clima de medo”. Ele afirmou, durante entrevista coletiva em Genebra, que Ancara teve que responder a ataques violentos mas não deve violar os direitos humanos enquanto o faz.

Veja matéria completa do TERRA AQUI
Blog do BG

0 comentários:

Postar um comentário

Translate