08 maio 2017

Concurso do Ministério Público/RN pode ter sido fraudado por quadrilha

Do Agora RN - Neste fim de semana, 19 pessoas foram presas pela Polícia Civil da Paraíba suspeitas de terem fraudado pelo menos 40 certames em seis estados da região Nordeste
Divulgação
O concurso do Ministério Público do Rio Grande do Norte, realizado no último domingo 07, pode ter sido fraudado por uma quadrilha paraibana que já contabilizava 26 aprovações em certames espalhados por pelo menos seis estados nordestinos.
A informação se tornou pública após a Polícia Civil da Paraíba ter prendido 19 pessoas que são encaradas como as principais suspeitas pelos atos, entre eles dois irmãos, líderes do esquema, identificados como Flávio Nascimento Borges, de 34 anos, e Vicente Fabrício Borges, de 32 anos.
De acordo com a PC, o esquema fraudulento teria beneficiado 400 pessoas através do pagamento de R$ 12 milhões à quadrilha desde 2005. O certame mais recente a ter sido fraudado por eles foi o do MP-RN, realizado neste fim de semana.
A venda do “kit completo” de aprovação, que incluía facilitação de empréstimo para pagar ‘aprovação’, gabaritos e diplomas para ingresso no cargo, custava cerca de R$ 150 mil para cada candidato.
Segundo as informações cedidas pela Polícia Civil, os estados que foram ‘vítimas’ do grupo foram, além do Rio Grande do Norte e da própria Paraíba, os vizinhos Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Piauí.
No RN, especificamente, os certames fraudados teriam sido o do MP-RN (de responsabilidade da Comperve), o da Polícia Civil (realizado em 2009 pelo Cespe) e o do Detran-RN (aplicado em 2010 pela Fundação Getúlio Vargas).

Confira abaixo a lista completa:
  • 2005 – Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU)
  • 2006 – Câmara Municipal de João Pessoa – Funiversa
  • 2008 – Polícia Militar da Paraíba – UEPC/Comvest
  • 2008 – Fundac/PB – Cespe
  • 2009 – Polícia Civil do Rio Grande do Norte – Cespe
  • 2010 – Guarda Municipal de Cabedelo – IBFC
  • 2010 – Detran/RN – Fundação Getúlio Vargas
  • 2011 – Concurso da Coperve – IFPB
  • 2012 – Guarda Municipal de Bayeux – Contemax Consultoria
  • 2012 – Guarda Municipal de João Pessoa – IBFC
  • 2012 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas
  • 2012 – Prefeitura Municipal de Santa Rita – Asperhs
  • 2012 – Universidade Federal de Alagoas (UFAL) – Fundepes
  • 2013 – Oficial do Corpo de Bombeiros da Paraíba – CPCON/UEPB
  • 2013 – Assembleia Legislativa da Paraíba – Fundação Carlos Chagas
  • 2013 – Detran/PB – Funcab
  • 2013 – Departamento Penitenciário Nacional – Cespe
  • 2013 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – IFPB
  • 2014 – Corpo de Bombeiros da Paraíba – IBFC
  • 2014 – Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) – CPCon
  • 2014 – CFO Polícia Militar da Paraíba – Funape
  • 2014 – Concurso Conab1
  • 2014 – Concurso de agente da Polícia Federal – Cespe
  • 2014 – Polícia Rodoviária Federal – Cespe
  • 2014 – Câmara Municipal de Cabo de Santo Agostinho
  • 2014 – Tribunal Regional do Trabalho 13ª Região – Fundação Carlos Chagas
  • 2015 – Ministério Público da Paraíba – Fundação Carlos Chagas
  • 2015 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – IFPB
  • 2015 – Prefeitura Municipal de Campina Grande – CPCON/UEPB
  • 2015 – Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe – Fundação Carlos Chagas
  • 2016 – Prefeitura Municipal de João Pessoa – Quadrix
  • 2016 – Prefeitura Municipal do Conde – Advise
  • 2016 – Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba – Fundação Carlos Chagas
  • 2016 – Prefeitura Municipal de Alhandra – Educa – Assessoria Educacional
  • 2016 – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – Fundação Getúlio Vargas
  • 2016 – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – Covest
  • 2016 – Concurso Contemax
  • 2016 – Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) – Instituto AOCP
  • 2016 – Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE
  • 2017 – Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) – Comperve/RN


0 comentários:

Postar um comentário

Translate