29 março 2017

Vereador quer acabar com 5 meses de recesso na Câmara de Poço Branco e polêmica emenda à Lei Orgânica foi votada na noite de ontem


Polêmica na votação marcada para noite de ontem  na Câmara do município de Poço Branco.

É que o vereador Rodrigo Lucas (PSB) apresentou proposta de emenda à Lei Orgânica que bota a Casa para trabalhar.

Atualmente a Câmara tem sessões durante dois meses e folga um, voltando a ter mais dois meses de trabalho…

A soma no final do ano dá 7 meses de trabalho e 5 de recesso.
A emenda do vereador Rodrigo Lucas, que hoje será votada em primeiro turno, modifica o período legislativo, passando a ter recessos somente em janeiro e julho, como ocorre no Congresso Nacional, nas Assembleias Legislativas e nas Câmaras das capitais.
Detalhe: além das folgas longas dos vereadores, nos dois meses destinados à labuta, eles só tem sessões às terças-feiras.

O que significa 4 dias de trabalho por mês…e um mês de férias depois de 8 cansativos dias de trabalho.
Vergonhosamente o vereador eleito em Poço Branco só é obrigado, por lei, a trabalhar uma média de 28 dias por ano, com raras exceções, quando ocorrem sessões extraordinárias.

“A medida tem amplo apoio popular e promete movimentar a política local, diante da repercussão e pressão da população, que em tempos de moralização dos agentes públicos, vê a câmara de Poço Branco dividida diante da votação”, disse Rodrigo Lucas ao Blog.
A polêmica se dá porque, mesmo com o apoio maciço da população em tempos de Brasil desmoralizado, há vereadores que não concordam com a mudança na lei, e querem continuar dando expediente menos de um mês por ano.
O tema da emenda do vereador de Poço Branco tomou conta das redes sociais e a sessão de logo mais às 20 horas promete lotar as galerias da Câmara.

Os vereadores que se dispuserem a votar contra vão bater de frente com a população em um palanque que funciona 24 horas por dia e sem recesso: as redes sociais.
Fonte: Thaisa Galvão

0 comentários:

Postar um comentário

Translate