19 janeiro 2017

Tragédia em Paraty: Testemunha diz que manobra do piloto pode ter derrubado avião com Teori Zavascki

Testemunha: sem visibilidade, piloto fez curva de 180 graus, o avião inclinou demais e caiu
 
O avião caiu a 500 metros do barcos onde a testemunha Lauro Koehler estava com a família.
Testemunha do acidente aéreo que matou o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal (STF), Lauro Koehler, relatou à GloboNews, agora há pouco, que o avião caiu após uma manobra do piloto, de 180 graus, para evitar um morro localizado na rota de pouso no aeroporto de Paraty.

"A visibilidade era zero", disse Koehler, que se encontrava com a família em um barco quando ouviu o avião, que teve dificuldade de enxergar em razão das fortes chuvas. A testemunha contou que a mulher dele chegou a esclamar: "esse avião vai cair!"

De fato, o avião King Air, prefixo PR-SOM, cairia a cerca de 500 metros dessa família. Ele contou que gosta muito de aviação, por isso estranho a manobra do piloto, que "inclinou demais o avião", que perdeu altitude e caiu.

Koehler relatou também que logo em seguida se percebeu que havia uma pessoa viva entre os passageiros, "uma mulher", e que tentaram abrir a fuselagem para retirá-la, mas não conseguiram e ela morreu.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate