16 janeiro 2017

Tensão: Sindicato do Crime ameaça retaliação ao PCC fora de presídios no Rio Grande do Norte

Após terem princípio de motim controlado na Cadeia Pública de Natal, presos estão ameaçando acionarem comparsas em liberdade para promover retaliação nas ruas do RN
Reprodução / Internet
Presos durante rebelião
Após o princípio de tumulto realizado na Cadeia Pública de Natal, conhecida também como Presídio Provisório Professor Raimundo Nonato, ter sido controlado por policiais e agentes penitenciários, os presos da unidade, membros do Sindicato do Crime, ameaçaram cumprir retaliação ao PCC (Primeiro Comando da Capital) fora das unidades prisionais.

A informação foi publicada no jornal O Estado de S. Paulo na manhã desta segunda-feira (16). Segundo a Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc), os detentos tentaram derrubar uma das paredes do presídio, porém, a intervenção de policiais evitou o andamento da ação. Uma tentativa de invasão a uma ala da Cadeia Pública onde ficam presos ameaçados de morte também foi abortada.

No último sábado (14), presos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, a maior do Rio Grande do Norte, se rebelaram durante 14 horas numa ação que resultou em 26 mortes, segundo os números divulgados pelo Governo do Estado. A rebelião, que foi iniciada às 16h30 do sábado, só foi controlada às 6h30 do domingo (15). As vítimas foram assassinadas através de decapitações e carbonizações.
Fonte: Agorarn

0 comentários:

Postar um comentário

Translate