24 janeiro 2017

No RN servidores paralisam as atividades próximo dia 01 de fevereiro contra o atraso dos salários

Na tarde da última sexta (20), o SINSP e as demais entidades sindicais que representam o Fórum de Servidores Estaduais (SINSP, SINDASP, SINDIFERN, SINPOL, SINAI, SINDESAÚDE, ABM, ADEPOL, ASSESP, ADUERN, ASSOFME, ASSPMBM) estiveram reunidos para traçar ações de enfrentamento ao atraso de pagamento dos servidores e a falta de compromisso do Governo do Estado com os trabalhadores. Desde o ano passado, os servidores do Estado dialogam e buscam soluções que contribuam para o reestabelecimento da saúde financeira do Estado. Papel que é do Governo. Mas diante da atual crise financeira do Brasil, os sindicatos decidiram se unir e colaborar de maneira construtiva, mas infelizmente o Governo não está respondendo às ações proativas dos sindicatos, pois nem um calendário de pagamento é apresentado e os trabalhadores continuam com salários atrasados, sem previsão de regularização.



Na reunião os sindicatos aprovaram a realização do ato público unificado no dia 01 de fevereiro, às 10 horas, em frente à Governadoria, com assembleia onde vai ser votado um indicativo de paralisação geral do Estado por 24 horas, no dia 15 de fevereiro, no caso de o Executivo não tomar medidas para regularização do calendário de pagamento.
Outra determinação foi protocolar uma solicitação de audiência com o Governador do Estado para tratar da regularização do pagamento dos servidores do Executivo, nos termos do art. 28 da Constituição do Estado que determina o pagamento dos servidores sempre no trigésimo dia de cada mês.

O SINSP reforça para sua categoria o compromisso e a disposição para lutar pela regularização do pagamento dos servidores, os números mostram o aumento da arrecadação do Estado e estes valores não tiveram nenhum efeito sobre os servidores que amargam mais de um ano de atrasos no salário. O que reforça a falta de compromisso e de prioridade deste Governo com os servidores e com o serviço público.

O SINSP convoca toda a categoria à cruzar os braços e ser fazer presente no dia 01 de fevereiro às 10h da manhã em frente a Governadoria. Vamos mostrar ao Governador que não estamos nenhum pouco satisfeitos ou acomodados diante desta situação. Vamos à luta!

0 comentários:

Postar um comentário

Translate