02 novembro 2016

Mesmo com ação movida pelo MPRN, prefeito Silveira continua assinando aditivos e contratos

CwMzGlCWAAUHaW3
Mesmo com uma ação civil pública (ACP) movida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) para impedir novos contratos e aditivos, o prefeito de Mossoró, Silveira Júnior (PSD), continua assinando novas despesas milionárias para a Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM).
O último Jornal Oficial do Município (JOM), de 28 de outubro de 2016, traz novos aditivo e contratos que totalizam cerca de R$ 5 milhões.
Somente o contrato com a Clínica de Otorrinolaringologia Mossoró é de R$ 3.513.083,16 para prestação dos serviços ambulatorial, de apoio diagnóstico e terapêutico e hospitalar de média e alta complexidade, enquanto o aditivo para a empresa Art Service é de R$ 1.113.860,52, segundo a PMM, para a contratação de 27 pessoas para a função de ASG, 6 pessoas para a função de motorista de ônibus e 7 pessoas para a função de auxiliar de cozinha, além de outras despesas menores que também foram publicadas no último JOM.
Do Jornal De Fato

0 comentários:

Postar um comentário

Translate